07/09/2021 às 16h13min - Atualizada em 24/09/2021 às 16h20min

Rousseau | A influência que sofremos do meio e sociedade

Saiba como o meio em que convivemos pode moldar o nosso comportamento social.

Paulo Victor Alves dos Reis - Revisado por Isabelle Marinho
Somos influenciados pelo meio e sociedade / Foto: Pexels


Desde o nosso nascimento recebemos influências do meio em que vivemos, influências estas que servirão de referência durante as nossas relações sociais. O que, por fim, passam a ser características pertencentes ao nosso comportamento. 

Para compreender melhor essa influência do meio sobre o comportamento podemos exemplificar com a realidade de uma criança que mora em uma favela e convive com o mundo do crime ao seu redor. Ela está à mercê de pertencer àquele cotidiano, pois para ela se torna habitual, e é o caminho mais próximo à sua realidade para uma ascensão social. Assim, os criminosos da sua localidade tornam-se sua referência, pois, usufruem de bens materiais que representam uma conquista social para as comunidades.



Na música "That’s my way”, do cantor Edi rock, Seu Jorge e Leon Mobley, relata sobre essa realidade presenciada nas favelas, a batalha que é vivenciada diariamente por moradores e quanto o processo de tomada decisão é frequente.


Fazendo um contraponto à essa situação vivenciada nas comunidades e influência pelo meio em que convivemos, o caso do politico é um lado oposto. Aquele que se corrompe pelo sistema, onde sua família tem uma educação de qualidade e acessos diversos, mas quando entra em um sistema se leva pela ambição, deixando a ética e moral de lado.

Nas comunidades, porém, há aqueles que contrariam as estatísticas apontadas para os residentes, pois aquela é uma que criança teve um mentor ou mentora, fazendo com que enxergasse além daquela situação recorrente. 

Analogia Rousseau

O filósofo Jean-Jacques Rousseau, em sua obra "Discurso sobre a origem e os fundamentos da desigualdade entre os homens", aborda que o homem é bom de natureza, mas é submetido à influência corruptora da sociedade. No contexto de propriedade privada e busca por riquezas, ele cita que o homem se torna escravo de suas próprias necessidades. 

Rousseau estuda que a humanidade passou por estágios no seu desenvolvimento, marcados por um novo crescimento de desigualdade.


Análise com a obra e fato social 

Analisando a obra de Rousseau e o fato social da influência do meio sobre os seres humanos é importante compreender os  contextos diferentes em épocas distantes.

Contudo, há semelhança de querer possuir algo além do necessário e, assim, levando-se pelo sentimento de ambição. Isso faz com que o homem se torne escravo de suas necessidades, segundo Rousseau, buscando cada vez mais bens materiais. Por outro lado, há o sentimento de conquistar o que não teve, como uma simples compra no supermercado. A vida é desafio, ela é complexa, cheia de tomadas decisões que são sucessivas consequências futuras.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »