02/07/2021 às 11h54min - Atualizada em 02/07/2021 às 11h51min

Uma pequena mudança

Um corte de cabelo pode mudar o humor

Ana Paula Alves - Editado por Andrieli Torres
Foto: Reprodução/Pixabay

Todos os dias parecem iguais. Ter uma rotina é algo bom, me ajuda a ter mais controle, eu gostava de rotina. Mas agora que estou sempre em casa, ela me incomoda. Quando ia para aula presencial, eu passava um tempo conversando com os colegas nos intervalos, discutia as fofocas da semana, às vezes parava em algum lugar para tomar um sorvete na volta para casa. Embora eu vivesse, essencialmente uma rotina, sempre tinham novidades que cruzavam o meu dia. Isso não acontece mais.

É difícil não me sentir entediada. Mesmo que eu tenha sempre tarefas a realizar, a repetição me deixa apática.

Então, eu vejo aquele vídeo. Nele, a garota começava dividindo seu cabelo ao meio, e separava duas mechas frontais. Com o resto do cabelo preso, ela esticava essas mechas, cada uma para um lado, e simplesmente as cortava. Após isso, houve uma pausa no vídeo e ela reapareceu com uma linda franja, passando ares de renovação.

Uma grande empolgação cresce dentro de mim, algo que não sinto há um tempo. Procuro uma tesoura pela casa. Hoje, eu vou sair da maldita rotina. Encontro apenas a tesoura que usava antigamente na escola, é uma tesoura de papel comum, mas funciona e vai servir o meu propósito. Hoje, vou fazer algo novo.

Vou para o banheiro e me vejo diante do espelho. Eu olho para o cabelo que venho deixando crescer durante todos esses meses, sinto raiva de como ele parece estar sempre igual, sempre caindo do mesmo jeito no meu rosto, sempre na mesma posição, o que aumenta ainda mais meu ânimo para o que pretendo fazer. Assim como a garota do vídeo, eu divido meu cabelo no meio e separo as mechas. Estico uma e seguro a tesoura diante dela. Respiro fundo, hesitante por um segundo. 

Isso não dura muito, meus dedos se movem quase automaticamente, abre e fecha, abre e fecha, abre e fecha, abre e fecha. 

Quando percebo, estava terminado. Agora, uma das mechas cai de forma suave na curva da minha bochecha. Eu me olho no espelho, rindo, sorrindo sem parar com aquela mudança. Passo então para a outra mecha, a esticando para a tesoura passar. Abre e fecha, abre e fecha, abre e fecha, abre e fecha.

Está feito, estou como a garota no vídeo, com uma linda franja e um olhar renovado. Eu não paro de sorrir diante do meu reflexo.

Saio do banheiro, mostrando para meus pais o que eu fiz. Eles arregalam os olhos, parecem surpresos, o que faz sentido, como tomei a decisão de cortar minha franja há apenas 15 minutos, não tive tempo de avisá-los. Mas eles elogiam, dizendo que eu pareço até mais radiante. E estou mesmo.

Assim, continuo o meu dia. Alegremente, lavo a montanha de louça acumulada na pia. Arrumo meu quarto enquanto danço e balanço meu cabelo recém cortado. Estudo durante algumas horas, sempre com um sorriso enquanto movimento a minha nova franja entre os dedos, até consigo me concentrar mais do que normalmente faço. Mais tarde, quando tenho aula online, prendo o cabelo, deixando apenas a franja solta, e ligo a câmera, algo que nunca faço, estou me sentindo maravilhosa e quero que todos vejam.

Me sinto tão feliz e animada que nem pareço ser a mesma garota apática do começo do dia. Não sei quanto tempo esse sentimento vai durar, mas sinto uma extrema gratidão pela garota do vídeo e pelo meu instinto impulsivo. Eu precisava disso.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »