10/07/2021 às 15h41min - Atualizada em 10/07/2021 às 15h41min

Após ameaçar boicote, Brasil busca décimo título da Copa América

Seleção luta pelo bi consecutivo do torneio, enquanto argentinos sonham com fim da fila de 28 anos

Paulo Octávio
Foto: Conmebol
Com o clássico entre Brasil x Argentina, chega ao fim a Copa América mais efervescente dos últimos anos. O torneio foi adiado em um ano por causa da pandemia de Covid-19. passou por  mudança de sede, a ameaça de boicote por parte dos jogadores que queriam férias e se descolar da política e partidas sem presença de público.
 
Decisão desse sábado (10), que começa às 21h (Brasília), no Maracanã, terá apenas convidados da Conmebol. Prefeitura do Rio de Janeiro liberou 10% da capacidade do estádio.  A medida será em caráter expecional  e haverá um protocolo sanitário.
 
O  presidente Jair Bolsonaro, entusiasta da competição no país, decidiu não assistir ao jogo no estádio e preferiu realizar uma motociata no Rio Grande do Sul.  Em 2019, após a decisão contra o Peru, ele recebeu a taça  das mãos dos jogadores e foi chamado de mito. Hoje, atletas querem se desvinciliar da política.
 
Mesmo ausente, a torcida esquenta o clássico. Uma “guerra” foi gerada após  a foto da jornalista Fabiola Andrade (Sportv) com a camisa argentina e declaração de apoio dela a Messi. Sem citar nomes, Neymar reclamou do brasileiro que torce para o rival. Isso gerou uma série de críticas a quem prefere o título dos hermanos.
 
Decisão vale o 10º título da copa América para o Brasil, o segundo consecutivo.  Para eles, o triunfo, se acontecer, terá o gosto de uma vitória tripla. Um triunfo em pleno mítico Maracanã, o empate com Uruguai como maior vencedor da competição com 15 taças, e o sonhado fim da fila de 28 anos.

Final será em jogo único. Em caso de empate, haverá prorrogação. Caso persista o empate, a decisão será nos pênaltis.
 
BRASIL

Tite pode usar o que tem de melhor.  Todos jogadores estão a disposição. Exceção feita a Gabriel Jesus, suspenso pela expulsão no jogo contra o Chile, e a Felipe, cortado devido a lesão no joelho. O lateral esquerdo Alex Sandro sofreu lesão na coxa esquerda e poderia ser uma baixa, mas estará no banco de reservas. Renan Lodi será o titular.
 
Lucas Paquetá se tornou destaque “improvável”. Ele marcou os dois gols do time nos mata-matas  contra os chilenos e peruanos e vem dividindo protagonismo com Neymar. O ex-flamenguista passou por uma drama familiar e agora volta apresentar um bom futebol

Na fase de grupos, seleção bateu Peru, Chile, Colômbia e Venezuela e empatou com Equador. No mata-mata passou por Chile e Peru.
 
Provável escalação: Ederson, Danilo, Marquinhos, Thiago Silva, Renan Lodi; Casemiro, Fred, Paquetá; Everton, Neymar e Richarlison. Técnico: Tite
 
ARGENTINA
 
“Que D10s nos ilumine”. É o que pede o jornal Olé. A publicação ainda diz que a “final pode curar todas as feridas do passado com Diego no céu, e Leo no Maracanã”.
 
Se há certeza de que Messi pode conduzir os hermanos para o fim do drama, por outro lado a escalação argentina apresenta inúmeras dúvidas. Na zaga, lateral direita e no comando do meio campo havia dúvida sobre quais seriam os titulares. Montiel, Romero, Acuña, Di Maria e Paredes foram os escolhidos e entraram nas vagas de Molina, Pezzella, Tagliafico, Guido Rodríguez e Nico González, que atuaram na semifinal.

Equipe não tem desfalques e, assim como o Brasil, Argentina não teve nenhum contaminado por Covid durante o torneio. Eles viajaram mais, pois optaram por voltar ao país após o fim dos jogos, ao invés de se hospedarem em uma das sedes.

Na primeira fase, eles venceram Bolívia, Paraguai e Uruguai e empataram com o Chile. Nas quartas e semi, passaram por Equador e Colômbia, respectivamente.

Provável escalação: Martínez, Montiel, Romero, Otamendi, Acuña; Paredes, Lo Celso, Di Maria, De Paul e Messi; Lautaro Martínez. Técnico: Lionel Scaloni
 
HISTÓRICO DE CONFRONTOS
 
No total, foram 106 jogos entre Brasil e Argentina. A nossa seleção tem 43 vitórias, os hermanos, 38 e houve 25 empates. Após partida desse sábado, haverá mais dois clássicos pelas Eliminatórias da Copa do Mundo.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »