14/07/2021 às 14h24min - Atualizada em 14/07/2021 às 14h01min

Boca Juniors e Atlético MG ficam no empate pelas oitavas da Libertadores

Argentinos reclamaram de gol anulado; a decisão da vaga fica para a segunda partida no Mineirão

Mickaelly camilly - labdicasjornalismo.com
Legenda: jogadores do Boca na marcação. Reprodução/TwitterAtleticoMG

Pelas oitavas de final da Copa Libertadores, o Atlético Mineiro  empatou com o Boca Juniors em zero a zero na Bombonera. A partida aconteceu nesta terça feira (14). O jogo da volta, que definirá o classificado para as quartas da competição, acontecerá na terça-feira (20), em Belo Horizonte, no Mineirão. O torneio ainda  usa o gol fora de casa como critério de desempate, portanto, um  empate com gols classifica os argentinos.

O capitão Izquierdoz do Boca Juniors se revoltou com a anulação do gol aos 33 minutos, após pressão dos jogadores do Galo e sete minutos de avaliação do VAR. O técnico também se pronunciou e relatou que o árbitro não deveria ser tão influenciável. O diário Olé  reclamou sobre o ocorrido e explanou nas manchetes: “Tiraram o gol do Boca. O escandaloso gol anulado do Boca.” E ainda alegaram perseguição e pressão de Nacho Fernández no momento de verificação no VAR. 

PRIMEIRO TEMPO:

Jogo teve pouca inspiração e chances claras de gol. Isso  até os 33 minutos, quando a zaga atleticana falhou e uma saída errada de Everson, Diego González tocou de cabeça para abrir o placar, entretanto o gol foi anulado. O árbitro foi ao VAR e a partida manteve-se parada por sete minutos. O gol foi invalidado devido a uma falta de Briasco em Nathan Silva. Esse lance gerou muita repercussão e reclamação da equipe argentina. Logo em seguida, Hulk teve uma chance, recebeu, livrou-se da marcação e chutou de direita para defesa tranquila de Rossi. Nos acréscimos, Everson evitou o gol em lance perigoso de Weigandt

 

 SEGUNDO TEMPO 

A segunda etapa foi seguida sem grandes atuações e aparições nos dois times. No início, o Atlético chegou com bola cruzada para Hulk, mas o Weigandt apareceu para tirar a bola. Aos 26, Boca chegou com perigo em um cruzamento da esquerda para a direita, a bola seria para González, ele chegou atrasado e a bola saiu. Nos 34, ocorreu outro cruzamento perigoso da equipe argentina, porém Weigandt não alcançou a bola de cabeça. Com 36, o Galo havia finalizado apenas três vezes. Hulk se tornou o segundo jogador com mais finalizações certas da Libertadores e foi ele que arriscou de canhota de fora da área no final do segundo tempo, mas foi sem direção. Já nos acréscimos, Jair recebeu de Tchê Tchê, dominou e fez a batida, a bola foi perigosa, mas por cima do gol. 

PRÓXIMOS CONFRONTOS 

Os clubes voltam suas atenções para os torneios nacionais. Atlético MG enfrenta o Corinthians, no sábado (17), as 19h (horário de Brasília), na Neo Química Arena, pela 12º rodada do Campeonato Brasileiro. O Boca Juniors jogará a estreia do Campeonato Argentino, também no sábado, fora de casa, contra Unión.

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »