20/08/2021 às 16h57min - Atualizada em 20/08/2021 às 16h40min

Sport recebe o São Paulo em busca de sair do Z4

As equipes estão na parte debaixo da competição

Caio Henrique Panini de Oliveira - labdicasjornalismo.com
Ilha do Retiro, palco do confronto (foto/ reprodução: Sport Club de Recife)
Sport e São Paulo jogam neste domingo (22), às 20h30 (horário de Brasília), na Ilha do Retiro. A partida é válida pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro de 2021. No último jogo, o Leão perdeu para o Flamengo por 2 x 0. Com isso, a equipe foi para a zona do rebaixamento, com 15 pontos conquistados. Por outro lado, o Tricolor do Morumbi ganhou do Grêmio por 2 x 1 e subiu na classificação. Atualmente, o time ocupa a 14ª posição com 18 pontos.
 

SPORT

A diretoria do Sport está atrás de reforços para continuar a temporada de 2021. Dessa forma, o clube anunciou nesta quarta-feira (18), a contratação do goleiro Saulo, revelado pela equipe do Botafogo. O arqueiro assinou até o fim do ano, mas tem a opção de renovação. A nova contratação já conheceu o CT, o elenco e também fez o primeiro treino. Entretanto, o guarda-redes não atua desde o ano passado. A tendência é que Maílson continue como titular.

Outra novidade é na zaga, o Leão contratou por empréstimo o zagueiro Pedro Henrique, junto ao Internacional. O atleta de 20 anos não tem espaço na equipe do Sul e fica até o fim da temporada no Sport. Em resumo, o Rubro-negro mostrou interesse no jovem, mas a negociação ficou travada. Contudo, após algumas reuniões, foi acertado um empréstimo e também foi apresentado. A tendência é que fique no banco de reservas no final de semana. 


Os dois novos reforços apresentados (foto/ reprodução: Sport Club do Recife)

A principal dúvida do técnico Umberto Louzer é no meio de campo. O comandante utiliza o esquema 4-2-3-1. Assim, é escalado dois volantes e um meia armador. Atualmente, Thiago Neves faz essa função. Mas, com a contratação de Hernanes e Everton Felipe, a equipe pode ter mudanças na partida diante do São Paulo. Além disso, o jovem Gustavo também briga pela posição. Por fim, o atacante Leandro Barcia está no departamento médico e não fica à disposição.

Provável Escalação: Maílson, Hayner, Marcão, Sabino, Chico (Sander), Ronaldo, Welison, Gustavo, Hernanes (Thiago Neves), Paulinho e Mikael. Técnico: Umberto Louzer.

SÃO PAULO

Após perder para o Palmeiras na Libertadores, o São Paulo ficou com o foco no Campeonato Brasileiro e também na Copa do Brasil. Por conta das lesões, Crespo pode modificar o time diante do Sport. Éder, que entrou na segunda etapa na última terça-feira (17), pode começar como titular. Pablo, que sofreu muitas criticas após o gol perdido no clássico, não tem a titularidade garantida. Em contrapartida, Rigoni deve continuar entre os onze iniciais da equipe.

No meio de campo, os torcedores debateram as ausências de Benítez e Reinaldo no Choque-Rei. Crespo disse que o argentino não teria condições para entrar em campo. Já o lateral ficou no banco por questões técnicas. O defensor está suspenso por levar o terceiro cartão amarelo e o meio-campista é dúvida. O São Paulo não divulgou a situação do camisa 8. Caso esteja à disposição, pode começar como titular ou entrar na segunda etapa. O Soberano divulgou imagens do treino da sexta – feira, mas nenhuma novidade foi revelada.


Jogadores no treino desta sexta-feira (foto: Fellipe Lucena/ reprodução: São Paulo FC)

No departamento médico, Luciano, William e Marquinhos continuam se recuperando das respectivas lesões. A equipe não divulga o tempo de recuperação dos atletas. O atacante realizou atividades com alguns jogadores, mas é dúvida. O volante e o jovem centroavante não apareceram no campo. Por fim, Crespo pode optar pelo 4-4-2 e não jogar com uma linha de três zagueiros. O comandante já elogiou quando Tricolor do Morumbi jogou nesta formação.

Provável Escalação: Volpi, Daniel Alves, Miranda (Arboleda), Léo, Reinaldo, Luan, Nestor, Liziero, Sara (Benítez), Rigoni, Éder (Bueno). Técnico: Crespo.

HISTÓRICO DE CONFRONTO

Em resumo, as equipes se enfrentaram 48 vezes, são 28 vitórias para o Soberano, nove para o Leão e 11 empates. A maior goleada aconteceu na extinta Copa dos Campeões Regionais de 2001. Naquela ocasião, o São Paulo venceu o Sport por 5 x 0. Por fim, são 81 gols para o Tricolor do Morumbi e 41 para o Rubro-negro.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »