17/09/2021 às 15h22min - Atualizada em 17/09/2021 às 14h58min

Apple lança iPhone 13 e novas versões de aparelhos em evento internacional

Isabella Baliana - Editado por Manoel Paulo

Em um de seus principais eventos do ano, chamado “California Streaming” e realizado na última terça-feira (14), a gigante de tecnologia Apple apresentou a nova linha do iPhone 13 e fez o lançamento de novas versões dos produtos da marca: Apple Watch Series 7, o iPad Mini 6 e o iPad 2021, destacando as inovações tecnológicas presentes nos equipamentos. Assim como em outros eventos da empresa, a conferência ocorreu em formato digital e também foi transmitida online, podendo ser assistida ao vivo por milhares de pessoas em todo o mundo. 

 

Assim como em modelos anteriores, a nova linha é dividida em quatro aparelhos, com preços estimados variados: a versão mini do iPhone 13 sairá por R$ 6.599 e a versão em tamanho original do iPhone 13, a R$ 7.599. Já os modelos normalmente indicados ao uso profissional, como o iPhone 13 Pro e iPhone 13 Pro Max, devem ser vendidos no Brasil pelo valor de R$ 9.499 e R$ 10.499, respectivamente.



As novidades apresentadas, pode se destacar em todos os aparelhos da linha uma maior duração da bateria, que promete no mínimo uma hora e meia a mais do que na geração passada; o novo processador A15 Bionic, com seis núcleos – dois dedicados a alto desempenho e quatro focados em eficiência energética, prometendo ser 30% mais rápido que outros modelos; e a proteção IP68, que permite entrar na água e ficar com o smartphone submerso a até seis metros por 30 minutos.

 

Além disso, os aparelhos contém o sistema de câmera dupla, utilizando uma lente principal grande-angular e outra ultra-wide. O novo modo, nomeado de cinematográfico, permite que o usuário faça a transição de foco da imagem de forma rápida e evidente, sem perder a qualidade. De acordo com a empresa, é uma técnica muito comum em produções de Hollywood, que agora poderá ser utilizada por qualquer pessoa.

 

 

Já os novos modelos Pro e Pro Max trazem uma tela com atualização de 120 Hz e a tecnologia adaptativa chamada de ProMotion. Na prática, isso faz com que se obtenha maior qualidade gráfica principalmente em jogos e efeitos mais fluidos em apps que exigem menor tempo de resposta do display. Os aparelhos também contam com a função ProRes, que permite compressão de vídeo sem perda de qualidade e suporta conteúdo em 5K, além das câmeras possuírem o recurso macro, capaz de capturar detalhes de objetos muito de perto.

 

Fabricado nas cores rosa, azul, vermelho, branco e preto, os celulares serão vendidos com armazenamento a partir de 128GB até 512GB, contra 64GB da geração passada. Especialmente as versões iPhone 13 Pro e iPhone 13 Pro Max terão opções com 1 TB de armazenamento, mas o preço a ser desembolsado pelos consumidores também aumenta, já que devem ser vendidos por R$ 15.499 no país. 

 

Apple Watch

 

Dentre as novidades reveladas, também estão o Apple Watch Series 7, que, de acordo com o fabricante, possui a tela de cristal mais sólida e resistente em comparação aos outros modelos, podendo resistir a até 50 metros embaixo da água. Além disso, a tela foi redesenhada e as bordas diminuíram, conseguindo aumentar a tela sem precisar aumentar o tamanho do equipamento em si. 

 

Em relação ao controle corporal, além de monitorar frequência cardíaca, sono, atividades físicas e outros, o novo aparelho promete agora fazer a medição do nível de oxigênio no sangue e também gerar um eletrocardiograma de derivação única a partir de sensores e apps instalados, podendo identificar a presença de fibrilação atrial, uma forma de ritmo irregular. O preço estimado do aparelho é em torno de R$ 2.100.
 


 

iPad e iPad Mini 

 

Segundo a Apple, o iPad 2021 possui um novo processador, o A13 Bionic, que possibilita ao usuário usar vários aplicativos ao mesmo tempo e GPU 20% mais rápida, gerando melhor desempenho em vários aspectos, como gráfico em jogos, vídeos, chamadas e respostas rápidas para qualquer ação. 

 

Outra novidade é a câmera frontal ultra-angular com “Central Stage” ou Palco Central - em tradução livre, recurso responsável por ajustar o foco automaticamente, fazendo que a pessoa em questão fique no centro do enquadramento, otimizando a gravação de conteúdos para aplicativos que utilizam imagens/vídeos.  No site da Apple, os preços variam de R$ 3.999 a R$ 10.799 para o iPad Pro.

 

Já o iPad Mini 6 está de cara nova, semelhante aos modelos mais sofisticados. Em quatro cores disponíveis, o aparelho agora possui design todo tela com 8,3 polegadas, leitura de impressão digital na lateral, porta USB-C no lugar do Lightning, suporte magnético para Apple Pencil e alto-falantes estéreo panorâmicos. 

 

Outra inovação diz respeito ao chip A15 Bionic, que promete avanços de 40% em poder computacional e de 80% em desempenho gráfico. De acordo com a empresa, é possível “usar pincéis realistas para criar uma aquarela, ter uma experiência com realidade aumentada e encarar games com gráficos pesados”. Além disso, agora o iPad mini conta com suporte à conexão 5G e bateria que deve durar todo o dia. Segundo o site da Apple, deve custar cerca de R$ 6.199.

 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »