19/09/2021 às 23h41min - Atualizada em 19/09/2021 às 23h41min

Vasco e Cruzeiro empatam em dia de falha histórica da TV Globo

Emissora não percebeu a anulação do gol do time carioca, só consertou o equívoco após o fim do jogo e deixou rádios e torcedores confusos

Paulo Octávio
Isso a Globo não mostra: fotos mostram a falha da emissora e a confirmação do empate só no fim do jogo. Montagem de fotos: Jovem Pan Esportes
Vasco e Cruzeiro empataram em 1 x 1 no estádio São Januário em jogo válido pela 25ª rodada da série B do Brasileirão. Mas o que entrou para história foi a falha da rede Globo que não percebeu a anulação do segundo gol de Daniel Amorim.
 
O árbitro André Luiz entendeu que, na origem da jogada, Gabriel Pec levou a bola com braço em um movimento antinatural e reiniciou a partida na intermediária ofensiva do time da casa.  Emissora não mostrou a marcação que indicava a anulação (o jogo não recomeçou com a bola no meio de campo), e a equipe de narração entendeu que o gol valeu. Como a Raposa fez o seu logo na sequência,  a TV deu o 2 a 1 como resultado final. O comentarista Roger Flores ainda criticou a comemoração efusiva  do tento do  time mineiro aos 49 do segundo tempo. O erro global só foi percebido cinco minutos depois quando repórter Raphael de Angeli avisou o narrador Luis Roberto.
 
Ao final do jogo, os repórteres se descolam para entrevistarem os personagens e talvez não tenham visto a menção do árbitro, porém ninguém entendeu como a emissora, com inúmeras câmeras, não percebeu a sinalização da arbitragem.
 
No começo da noite de domingo (19), o Grupo Globo divulgou uma nota. Foi feito pedido de desculpas e a explicação de que devido a pandemia os narradores fazem as partidas do estúdio.
 
"Nós cometemos um erro hoje, na transmissão de Vasco x Cruzeiro, ao não exibir ao vivo a imagem do árbitro anulando o segundo gol do Vasco, o que induziu os narradores e comentaristas da Globo, do SporTV e do Premiere a acharem que o gol estava valendo. Por conta da pandemia, narradores e comentaristas ainda não estão trabalhando nos estádios. Transmitem dos estúdios. Não houve erro do VAR nem do árbitro. Foi um erro exclusivamente nosso e, por isso, pedimos desculpas especialmente aos torcedores de Vasco e Cruzeiro".
 
A falha induziu inúmeras rádios que fizeram a transmissão off tube (do estúdio) ao erro e ao mico. Só emissoras presentes no campo como a Itatiaia (MG) --  com narrador Alberto Rodrigues e repórter Samuel Venâncio -- e a Tupi (RJ), ainda que confusa, deram a informação correta na hora exata.  
 
Falhas a parte, os dois times estão longe do G4. o Vasco é o nono colocado, com 34 pontos, e o Cruzeiro, 13º, com 31; o CRB é o quarto com 41 pontos e um jogo a menos.
 
VASCO PRESSIONA, MAS CRUZEIRO ARRANCA EMPATE NO FIM
 
1º TEMPO
 
Vasco foi superior e criou inúmeras oportunidades e só não construiu uma boa vantagem por causa do Fábio e de erros de pontaria.
 
Aos 21, Nenê, de volta ao Cruzmaltino, fez o cruzamento, e Morato cabeceou para defesa de Fábio. Ele perdeu outra chance após toque do Cano de calcanhar bater na zaga. Aos 44,  Morato limpou e cruzou na pequena área, Cano acertou a trave, e, no rebote, Nenê abriu o marcador para festa dos 309 torcedores presentes no estádio. CBF autorizou presença de público nos jogos da segunda divisão.
 
Na única chance que time mineiro teve, Tiago poderia abrir o placar. Ele  recebeu nas costas da zaga, mas tirou do Vanderlei e do gol.
 
2º TEMPO
 
Cruzeiro foi para cima, mas sem efetividade. A melhor chance foi com  Eduardo Brock, que bateu a falta, e Vanderlei fez a defesa. Clube mineiro teve um pênalti a seu favor não marcado pela arbitragem. Marquinhos Gabriel segurou Adriano na área durante um escanteio. Árbitro André Luiz foi orientado a não marcar.
 
Entretanto, o Vasco continuou melhor e teve três boas oportunidades.  Marquinhos Gabriel teve espaço e bateu a esquerda do gol. Nenê bateu a falta, Castan cabeceou  para nova defesa do Fábio. Cano pegou a sobra driblou Fábio e errou o alvo.
 
No final, saiu o lance do gol anulado. E em meio a confusão, saiu o escanteio, Rafael Sobis cobrou na área, Felipe Augusto deu uma casquinha, e Ramon chegou para empatar. Sua comemoração irritou os torcedores que viram de casa, mal eles sabiam da falha da Globo naquele momento. No final do jogo, Fernando Diniz e jogadores do Vasco reclamaram com a arbitragem. Na coletiva, Diniz afirmou que tirou Nenê de campo porque entendeu que o jogador queria sair.



Gol? Equipe da rádio 98 FM de Belo Horizonte fica perdida com a falha da Globo e critica comemoração do gol do Cruzeiro. Canal: Reações Futebol


 Não foi gol: Equipe da rádio Itatiaia, presente em São Januário, não cai na confusão e confirma na hora a anulação do gol. Canal: Rádio Itatiaia
 
PRÓXIMOS JOGOS
 
Cruzmaltino volta a campo na próxima sexta, quando encara o Brusque, às 21h30, em Santa Catarina. Já a Raposa pega o CSA, no domingo, às 16h, no Mineirão.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »