26/09/2021 às 16h17min - Atualizada em 26/09/2021 às 16h14min

Lewis Hamilton chega à sua 100ª vitória em corrida dramática no fim

Piloto da Mercedes aproveita chuva e escolha equivocada de Lando Norris, que se recusou a colocar pneus intermediários, para alcançar marca inédita

Felipe Sousa - labdicasjornalismo.com
Lewis Hamilton conquistou sua 100ª vitória na Fórmula 1 neste domingo (26) (Foto: Lars Baron/Formula 1 via Getty Images)
O Grande Prêmio da Rússia de Fórmula 1, disputado neste domingo (26) no circuito de Sochi, entrou para a história ao ser o palco da 100ª vitória de Lewis Hamilton na categoria em uma corrida dramática: Lando Norris (McLaren) segurou o heptacampeão até as últimas voltas da corrida, quando começou a chover. Norris se arriscou a permanecer na pista com pneus slicks, mas a chuva apertou e, sem conseguir controlar o carro, sucumbiu diante do piloto da Mercedes com pneus intermediários.

Max Verstappen (Red Bull) protagonizou uma boa corrida de recuperação ao cruzar a linha de chegada em segundo lugar. Já Carlos Sainz (Ferrari) completou o pódio e ficou na terceira colocação. Com a vitória, Lewis Hamilton assumiu a liderança do campeonato de pilotos, com dois pontos à frente de Verstappen. Daniel Ricciardo (McLaren), Valtteri Bottas (Mercedes), Fernando Alonso (Alpine), Norris, Kimi Raikkonen (Alfa Romeo), Sergio Pérez (Red Bull) e George Russell (Williams) fecharam o Top 10.

A CORRIDA 

A expectativa antes da largada não estava somente nos pilotos da frente. Max Verstappen, punido por trocar o motor de sua Red Bull, largaria em último. A Mercedes apostou em uma estratégia inusitada para frear o avanço do holandês nas primeiras voltas: trocou o motor de Valtteri Bottas para que ele largasse do fim do pelotão com a punição (16º) e, assim, atrapalhar a escalada de Verstappen. Na frente, Lewis Hamilton teria problemas para superar o pole position Lando Norris, bem como Carlos Sainz e George Russell.

Na largada, Sainz tomou a ponta de Norris um pouco antes da curva um. Lewis Hamilton tentou se aproveitar do vácuo do espanhol da Ferrari, mas teve que recuar e caiu para o sétimo lugar. Lance Stroll (Aston Martin), por sua vez, deu um belo salto e ficou com a quarta colocação. No fim do grid, Charles Leclerc (Ferrari), outro piloto punido, ganhou sete posições e assumiu o 11º lugar.

Verstappen, que apenas iniciava a sua escalada pelo grid, passou sem dificuldades por Valtteri Bottas na volta seis e arruinou a estratégia da Mercedes. Quatro voltas depois, protagonizou uma disputa com Leclerc e Sebastian Vettel (Aston Martin) pelo 11º lugar e quase bateu no muro, espremido pelo monegasco da Ferrari.

Depois de uma intensa disputa pela liderança, Lando Norris finalmente conseguiu tomar o primeiro lugar de Carlos Sainz na volta 13. Logo depois, o espanhol entrou nos pits para a troca de pneus, e o segundo lugar passou a ser de Daniel Ricciardo. A esta altura, Max Verstappen já estava na zona de pontuação, em sexto lugar.

Ricciardo teve problemas em sua parada nos pits e voltou para a pista apenas em 14º, cedendo a vice-liderança para Lewis Hamilton. Ele e Verstappen pararam na volta 27, com o britânico apostando em pneus duros e o holandês, em compostos médios. Lando Norris, que abriu uma boa vantagem na liderança, mesmo com pneus gastos, fez sua troca na volta 29. Sergio Pérez assumiu a liderança, seguido por Fernando Alonso e Charles Leclerc.

Lewis Hamilton passou por Sainz e Pierre Gasly (AlphaTauri), e iniciou sua perseguição a Lando Norris. Bem mais atrás no grid, Mick Schumacher (Haas) abandonou com problemas mecânicos. Pérez e Alonso fizeram suas trocas na volta 37, e Lando Norris reassumiu a liderança da prova. O espanhol da Alpine chegou a tomar a sexta posição de Verstappen ao retornar a pista.

Hamilton tirou a diferença para Norris e chegou a abrir a asa móvel na tentativa de ultrapassá-lo, mas o piloto da McLaren conseguiu se defender. Quando a corrida se encaminhava para o fim, as primeiras gotas de chuva começaram a cair no circuito de Sochi. Ao mesmo tempo, Sergio Pérez ultrapassou Daniel Ricciardo e Carlos Sainz para assumir o terceiro lugar.

A chuva passou a cair com mais força e a dificuldade de manter o carro na pista aumentou. Lando Norris chegou a sair da pista, mas conseguiu voltar à frente de Hamilton. Boa parte do grid entrou nos pits para colocar pneus intermediários, mas Norris e Hamilton permaneceram na corrida. Na volta 50, o heptacampeão decidiu trocar os compostos; o piloto da McLaren ignorou as orientações para fazer o mesmo e permaneceu na pista com os pneus slicks.

O tempo piorou, no entanto, e Norris não conseguia manter o controle do carro. O piloto da McLaren rodou, saiu da pista e perdeu a liderança da prova para Lewis Hamilton. Sem opções, teve que levar lentamente o carro aos boxes para tentar salvar alguns pontos. No jogo das cadeiras provocado pela ida dos pilotos aos boxes, Max Verstappen herdou o segundo lugar, seguido por Carlos Sainz. A Hamilton, coube a missão de conduzir cuidadosamente o carro à vitória e escrever mais uma vez o seu nome na história da Fórmula 1.

PRÓXIMA CORRIDA 

A temporada chegou em sua fase mais aguda, faltando apenas seis corridas para o fim. A próxima acontecerá em duas semanas, no Grande Prêmio da Turquia, em Istambul.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »