29/09/2021 às 22h34min - Atualizada em 29/09/2021 às 22h17min

Com recorde e gol de Cristiano Ronaldo, Manchester United vence o Villarreal

A vitória do time inglês veio de virada e com gol de português no último minuto

Julia Robita Torres - labdicasjornalismo.com
Jogadores do Manchester United comemoram o gol da vitória diante do Villarreal (Foto: Divulgação/ Twitter Man Utd)
O Manchester United recebeu o Villarreal no Old Trafford e venceu pelo placar de 2x1, com gols de Alex Telles e Cristiano Ronaldo para os mandantes e de Alcácer para os visitantes. A partida, válida pela segunda rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões, foi o primeiro reencontro entre as equipes desde a final da Europa League da temporada anterior, vencida nas penalidades pelos espanhóis. Além disso, outro destaque foi mais um recorde de Cristiano Ronaldo, que se isolou na como o jogador com mais partidas disputadas na história da Champions League, com 182 jogos até o momento.

Com a vitória, o Manchester United ocupa a terceira posição do Grupo F com três pontos e o Villarreal é o último colocado, com um ponto somado em duas partidas. Na outra partida do grupo, a Atalanta venceu o Young Boys por 1x0 e ocupa agora a primeira colocação com quatro pontos, seguida pelos suíços com três. Os times voltam às atenções para seus respectivos campeonatos nacionais.


ANTES DA BOLA ROLAR

O Manchester United, que estreou na Champions League com derrota para o Young Boys e vinha de revés diante do Aston Villa na Premier League no último final de semana, encarava o jogo contra o Villarreal como uma chance de acabar com a sequência negativa e dar uma resposta rápida às críticas que o time e o técnico Ole Gunnar Solskjaer recebiam pelo futebol apresentado. Já os comandados de Unai Emery, estrearam com um empate em casa com a Atalanta e buscavam agora conseguir pontos fora de casa.

PRIMEIRO TEMPO

O jogo começou movimentado e com as equipes com marcação alta e numa clara tentativa de abrir o placar rapidamente. Logo nos primeiros dez minutos, boas chances para cada lado e muita intensidade. Porém, o que se viu daí em diante foi um domínio das ações ofensivas por parte do Villarreal e um Manchester United perdido e sem conseguir encaixar jogadas, mesmo com maior posse de bola (63% contra 37%). 

O time espanhol aproveitava bem as bolas roubadas em seu campo de defesa e partia em velocidade explorando os lados do campo, em especial o lado direito. Outro setor bastante explorado pelo ataque era o meio de campo, já que os jogadores do time inglês tinham menos características de marcação e quando partiam para o ataque, deixavam muitos espaços, o que favorecia os contra-ataques do Villarreal.

Apesar das melhores chances de gol, o Submarino Amarelo cometia erros na hora de concluir. Quando conseguia acertar as finalizações, parava em grandes defesas do goleiro De Gea. Já o United teve a sua primeira finalização no gol aos 38 minutos, com Cristiano Ronaldo e encontrava grandes dificuldades em criar jogadas e chegar ao gol adversário com perigo. Com os problemas de conclusão das duas equipes, a partida foi para o intervalo com o placar zerado.

SEGUNDO TEMPO

Para a etapa final, os técnicos optaram por manter as equipes sem alterações e o que se viu foi um cenário similar ao da primeira etapa. O Villarreal permitia os avanços do United e ao recuperar a bola partia em velocidade com a defesa adversária exposta. Foi assim que aos sete minutos, Alcácer recebeu cruzamento de Danjuma na área e se antecipou à marcação para abrir o placar para os espanhóis.


O gol sofrido obrigou os donos da casa a aumentarem o ritmo no campo de ataque, mas apesar da maior movimentação, o gol de empate veio de uma bola parada. Em  jogada ensaiada, Bruno Fernandes pegou a defesa adversária desprevenida e ao invés de chutar para o gol, levantou para Alex Telles na entrada da área, o brasileiro chutou forte de primeira para marcar um golaço e empatar a partida.

Depois do gol, o Manchester United passou a pressionar ainda mais e tentava aproveitar o momento de desconcentração do adversário e a empolgação da torcida presente no Old Trafford para virar o jogo. O ímpeto das duas equipes tornou a partida mais faltosa. O Villarreal trocava passes na tentativa de cadenciar o jogo e o United tentava acelerar. Aos 40 minutos, grande chance dos espanhóis, que parou numa sequência de duas defesas de De Gea. No último dos cinco minutos de acréscimo, após boa jogada coletiva, Cristiano Ronaldo recebe e finaliza para dar a vitória aos Red Devils.
 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »