09/10/2021 às 13h54min - Atualizada em 09/10/2021 às 11h52min

“Hope Deve Morrer” | vampiros, bruxas e lobisomens prometem mais escuridão para a 4ª temporada de Legacies

Em mais uma tentativa de salvar o projeto da vergonha épica está a caminho. Nas três últimas temporadas, a protagonista, uma criatura única e super poderosa foi reduzida a shippes e casos de ciúmes. De quem será a culpa!?

Ivan Fercós - Editado por Ana Terra
A história da herdeira do clã Mikaelson e amigos em breve vai estar de volta. A The CW liberou recentemente o trailer de divulgação da 4ª temporada do spin-off, Legacies e um pôster promocional escrito, "Hope must die". Com a data de estreia prevista para 14 de outubro nos Estados Unidos.

Derivada de outros grandes clássicos do universo de séries focadas no público teen, que mistura fantasia e mistério, com elenco repleto de vampiros, bruxas, lobisomens e outras criaturas mágicas. Em Legados, título em português, acompanhamos a história de Hope Andrea 
Marshall Mikaelson, uma tríbida (uma jovem bruxa, filha de uma lobisomem com um vampiro híbrido original), lutando contra criaturas místicas, enquanto tentar levar uma vida normal de uma adolescente americana e suas apreensões. A história faz parte de um arco iniciado pela série The Vampire Diaries (TVD), dividida em oito temporadas ao total, onde somos apresentados aos irmãos Salvatore, Damon e Stefan que lutam pelo amor da jovem Elena Gilbert na cidade de Mystic Falls. Em seguida, temos The Originals, um cross-over da anterior, com o intuito de explicar a origem da família de vampiros ancestral, e por último o seu spin-off, a atual Legacies.
 
Após a divulgação de sua renovação, não faltaram boatos e especulações do que os fãs da série podem esperar para os próximos capítulos. Com dezesseis episódios, a terceira temporada termina nos deixando inúmeras dúvidas, brechas e questionamentos, fazendo a fórmula perfeita para os fãs começarem a bolar suas próprias teorias, fanfics e apostas de como o enredo vai se desenrolar nas próximas cenas.
 
O fato é de que a história ficou chata e enfadonha por carregar em seu roteiro a tentativa de amadurecer um vilão risível por três temporadas – que nem chega a ser isso tudo! O seu grande ápice de maldade é dá como penalidade máxima o esquecimento aos seres mágicos. No entanto, ele não pode ferir bruxas, lobisomens e vampiros, tornando a nossa protagonista a única criatura mágica forte o suficiente para o deter ou mesmo destruir o maligno monstro de lama. Mas, para isso acontecer ela deveria liberar toda a sua natureza mágica. Entretanto, o seu lado vampiro ainda continua adormecido, haja vista, que a única forma da personagem o despertar é morrendo.

Com um lapso no tempo menor que um ano entre o lançamento de uma temporada e o término da outra. As informações que já se sabe, é de que os quatro primeiros capítulos da 4 temporada fazem parte do fim da 3 temporada, ou seja, a nova era mais dark será a partir do quinto capítulo. Algumas mudanças também já foram anunciadas, a primeira delas é a aquisição de uma nova roteirista a equipe. Lane Morgan, além de escritora de ficção já experiente, ela se diz muito fã da franquia, prometendo que a perspectiva dela como consumidora será um fator decisório a quais rumos a história deverá tomar, como mais empatia a temas e pautas da comunidade LGBTQI+.
 
Em um vídeo postado na conta Legaciescw no Reddit mostra o ator Matthew Davis, que interpreta o personagem Aleric, com a “língua solta” deixando a escapar spoilers do que podemos ver a seguir. Sem citar nomes, de acordo com o ator, algumas pessoas “legais” de TVD e Originals podem aparecer e para felicidade geral, inclusive dos haters, teremos o desfecho final de Malivore. Na ocasião, as datas dos seis primeiros eps foi divulgada, 14, 21 e 28 de outubro, teremos os capítulos iniciais, já nos dias 4,11 e 18 de novembro, os últimos três, dando o start para a escuridão tão prometida.

A tentativa chocha da autora, Julie Plec em não vincular as tramas com TVD ou Originals, a qual além de criadora, ela também ocupou os cargos de produtora-executiva e roteirista da primeira temporada de Legacies, só serviram para afundar uma ideia piloto inicialmente boa, mas que foi se perdendo em meio as páginas e abordagens do roteiro. Particularmente, acredito que copiar o Instituto Xavier dos X-men e o renomear em Escola Salvatore, não traz nada fora da caixa. A proposta era de montar um centro inclusivo entre as espécies, mas acompanhamos ao longo das temporadas como os personagens lobisomens são deixados de lado, sem enredos, nem aprofundamento de seus núcleos pessoais, como em espécie de conta de diversidade, entretanto sem lugar de fala ou direito a pauta.
 
Outro ponto, considerado trash é se analisarmos como os personagens tendem a ser reduzidos a seus relacionamentos em boa parte da trama. Desde o começo entendemos que se tratar de um grupo de sobrenaturais, ainda assim jovens, o que os torna uma tempestade de hormônios em plena atividade, mas nada disso justifica, casos de abuso e dependência afetiva vistos em maior parte nos micros contos no núcleo Hope (Danielle Rose Russell) e Landon (Aria Shahghasemi).
 
Para quem assistiu todos os capítulos de The Originals, certamente, tem a memória fresca sobre a gestação até a pré-adolescência de Hope, em cinco temporadas fomos apresentados a uma criança poderosa e temida mesmo quando nem sequer sabia engatilhar, que nada lembra a sua versão atual. Em fóruns e comunidades muitos fãs esperam que a Hope, finalmente, se torne uma tríbida completa e com isso consiga liberar todo o seu potencial mágico. No entanto, será que temos território para explorar todo esse poder? Os roteiristas parecem sofrer de demência moderada, pois uma vez ou outra tendem a infantilizar a capacidade da personagem, esquecendo-se de seu passado triste, porém glorioso.

Em Originals, Hope ainda criança lutou sozinha contra um coven de bruxas para proteger o pai, o híbrido Klaus Mikaelson e ganhou sem nenhum esforço, além de matar uma legião de vampiros apenas com a força de seu grito. Já em Legacies, os seus poderes de bruxa são menosprezados com vilões fracos, e sempre que há necessidade de algum feitiço mais complexo, ela usa as gêmeas do clã gemini, Josie (kaylee Bryant) e Lizzie Saltzman (Jenny Boyd) como amplificador. Para quem lutou contra o Hollow e outras criaturas mágicas piores chega a ser vergonhoso o que fizeram com a herdeira da família Mikaelson e da matilha crescente.
 
De volta ao conto, mais uma vez a produtora da série diz que essa temporada será mais sombria do que as outras. Vamos esperar, se não nos venderam gato por lebre novamente. Ainda sem data de estreia aqui no Brasil. Para saciar a ansiedade dos fãs brasileiros, que ainda não dominam o inglês, o que resta é esperar enquanto acompanham o elenco de legacies em todas as temporadas já licenciadas, disponíveis na GloboPlay e HBO Max.
 
Confira o trailer: 


 
REFERÊNCIAS:
GOES, Lukas. ÚLTIMAS NOTÍCIAS SOBRE LEGACIES! 4ª TEMPORADA l NOVIDADES. Mystic Falls. 12 de ago. de 2021. Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=O4SIXvlaztU>. Acesso em: 5 de out. 2021.
PALMEIRAS, Carlos. Legacies: 4ª temporada da série ganha trailer com morte à espreita. Tec Mundo. 17 de set. de 2021. Disponível em: <https://www.tecmundo.com.br/minha-serie/225183-legacies-serie-ganha-trailer-4-temporada-morteespreita.htm#:~:text=A%204%C2%AA%20temporada%20de%20Legacies,de%20outubro%20na%20The%20CW>. Acesso em: 5 de out. de 2021.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »