31/10/2021 às 21h15min - Atualizada em 31/10/2021 às 21h03min

Quando a produtividade se torna tóxica

Mauê Salina Duarte - Editado por Ynara Mattos

O medo e a incerteza no trabalho tem aumentado a produtividade de muitos. Porém, o excesso de produção pode trazer  a chamada “produtividade tóxica”, isso, pois o exagero de atividades pode levar a situações limite. Manter um ritmo agressivo de produção por um longo período pode causar riscos à saúde.

 

A produtividade tóxica ocorre quando se produz em excesso e um fator que agrava o problema é o teletrabalho. O home office se tornou comum por conta da pandemia de Covid-19, porém. até mesmo quem trabalha fora muitas vezes acaba levando tarefas para casa. Isso, pois sempre estão conectadas ao celular e receber mensagens e e-mails relacionados ao trabalho e respondê-los é algo comum, isso sem falar em outras tarefas. Infelizmente, muitos se sentem culpados descansar justamente nos momentos destinados a isso.

 

Entretanto, há limites, e desegundo o professor do curso de Terapia Ocupacional da Unesp de Marília, Nilson Rogério da Silva, se você exige demais do corpo, ele vai cobrar a conta depois, podendo ser expresso através adoecimento, diminuição da concentração, da qualidade do trabalho, dificultar o sono, tensões corporais, portanto, não ser saudável.

 

O corpo e a mente atuam de forma integrada, de forma que a sobrecarga em um desses tende a ocasionar prejuízos na outra e vice-versa. Um ritmo de trabalho acelerado, com metas de produção elevadas ocasiona um cansaço físico em princípio se a carga de trabalho envolve movimento, mas vai conduzir a uma exaustão emocional, com prejuízos cognitivos e mentais

 

Nilson explica que “a produtividade se torna um problema quando as metas de produção são superiores à sua capacidade, ou quando essa até é atingida, mas mediante um sacrifício”. Se esse excesso for eventual ainda é aceitável, mas se for constante certamente implicará em prejuízos para a saúde e para a produtividade.

 

Muitas vezes fazer várias coisas ao mesmo tempo, não remetem a ser realmente produtivo, afinal produtividade tem a ver com o que realmente é preciso fazer no dia, e o resto fica para outro momento. Para produzir bem também é preciso descanso sendo preciso entender que ter momentos de lazer ou só para relaxar mesmo, é imprescindível. O terapeuta ocupacional, completa aconselhando ser preciso respeitar e estar atento aos sinais que o corpo emite, para perceber a carga de trabalho e os possíveis efeitos para o corpo. Exigindo respeito dos supervisores/chefes quanto ao ritmo e demanda de trabalho.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »