07/11/2021 às 22h31min - Atualizada em 07/11/2021 às 21h43min

Jão, o novo Pirata do Brasil

Cantor lança seu terceiro albúm de estúdio, anuncia turnê, emplaca no top 60 Brasil e faz site cair com aproximadamente 250 mil acessos simultâneos

Vítor Neves - Revisado por Márcia Nascimento
Disco de vinil de Pirata. (Foto: @jao/ Instagram)

Conhecido pelas famosas canções melancólicas e angustiantes, Jão deu início a sua nova era – termo utilizado na internet, para informar novos lançamentos de um artista - com o seu terceiro álbum de estúdio, Pirata. Para alegria dos fãs, além do álbum, o cantor os presenteou com o videoclipe da música “Não te amo” e, na mesma semana, anunciou as datas de sua nova turnê.

Diferentemente do que vinha mostrando ao público, o cantor que completou 27 anos no último dia 03, apostou em músicas com batidas eletrônicas, dançantes e letras carregadas de sentimentos – como de costume. 

Em entrevista a Folha de São Paulo, Jão relembrou que, anteriormente, já havia tentado sair da sua zona de conforto e lançou “Louquinho”, entretanto, a música não hitou – termo utilizado para se referir a algum sucesso na internet – como as  sofrências de seu primeiro álbum, Lobos, ou as melancolias de seu segundo, Anti-herói. Na entrevista, o cantor afirmou que a música não foi algo que o agrada, e até a chamou de “pastelona”.

Nascido em Américo Brasiliense, cidade localizada na região de Ribeirão Preto, Jão se mudou para São Paulo aos 17 anos, logo após a aprovação no curso de publicidade e propaganda na Universidade de São Paulo, mas, para a felicidade de seus futuros fãs, o que o jovem garoto realmente queria, era cantar. Começou cantando em bares e fazendo covers no YouTube – na época, tinha cerca de 200 mil seguidores na plataforma. Hoje em dia, possui uma legião de fãs eufóricos, e já ultrapassa um milhão de seguidores em sua conta do instagram. 

Após o lançamento de seu primeiro álbum de estúdio em 2018, Jão ganhou o coração das pessoas que já o acompanhavam, deixando-os mais sedentos pelos próximos lançamentos. Em 2019, lançou “Anti-herói”, álbum dedicado ao sofrimento do cantor, logo após o término de seu  relacionamento. Em ambos os lançamentos, também saiu em turnê pelo Brasil e só reforçou o que os críticos já esperavam e sabiam, por onde passava, arrastava multidões para teatros e espaços onde realizava seus shows, fazendo com que as pessoas gritassem com toda a força que conseguissem, e também chorassem caso fosse necessário.

Bom, retornando a Pirata, o garoto do interior - como o próprio se intitula em suas músicas - apostou grande em seu novo trabalho. Além das músicas “Pop-dance Sentimental”, Jão também investiu no visual de sua nova “Cria”. Para o lançamento do álbum, divulgou um dia antes, um trailer do que poderíamos esperar dele. No curta, é possível identificar que, além da divulgação, ele também relembrou seus outros discos, através de cenas específicas, como por exemplo, a recriação da capa de Anti-herói. 

Trailer de lançamento do álbum Pirata. (Reprodução: Jão - YouTube)


Com à chegada da pandemia, consequentemente Jão ficou muito tempo sem subir em um palco e sentir o calor de seu público, problema que foi solucionado – de forma bem sucinta – no dia 17 de outubro realizou a audição de seu disco com alguns fãs. De forma gratuita, reuniu seus “lobos” no Teatro Bradesco, para que, com exclusividade, escutassem o álbum antes do lançamento oficial. Ah, e não se assustem em saber que a procura foi tão grande, que em um minuto, o site “Ticketeira” recebeu 250 mil acessos simultâneos para garantir o ingresso do evento.

Mas engana-se quem achou que o cantor ficaria apenas na audição. Logo após as primeiras 24 horas de lançamento do álbum, Jão emplacou 8 música no top 50 do Spotify Brasil e todas as músicas do álbum no top 60, se tornando a nona maior estreia da história do streaming aqui no nosso país e, dois dias depois, anunciou as datas de sua nova turnê. - Quem pode, pode, né?

Jão anuncia as datas de sua nova turnê em seu perfil do Instagram. (Foto: @jao - Instagram)


Aproveitando o hype um dia após mostrar sua nova arte para o Brasil, o cantor também lançou o videoclipe do primeiro single da era, “Não te amo”. Num clima meio fim de mundo, o queridinho do pop Br apostou grande e no clipe e entregou tudo o que os fãs esperavam em seus outros clipes, a famosa cena do beijo... Aliás, dessa parte eu nem vou comentar muito, deixo pra vocês.

Clipe do primeiro single do álbum, Não te amo. (Reprodução: Jão - YouTube)



Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »