13/11/2021 às 13h56min - Atualizada em 13/11/2021 às 13h39min

Resenha | Only Murders In the Building

Marcando a volta de Selena Gomez para as telinhas, Only Murders In the Building se torna a segunda série mais bem avaliada no Rotten Tomatoes

Ramon de Paschoa - Editado por Ana Terra

Caso aconteça um crime em seu prédio e você decida criar um podcast sobre o caso, por favor, tome cuidado.  

Only Murders In the Building, escrita e criada por Steve Martin e John Hoffman, é aquela série que vemos quando estamos procurando algo para ver e não achamos, além de marcar o retorno da cantora Selena Gomez para as telinhas e com seu jeitinho meio Alex Russo, sua nova personagem Mabel tem um lado mais ácido e misterioso durante os episódios.

Uma breve sinopse: Acontece um assasinato em um prédio em Nova Iorque e esse incidente acaba reunindo três das mais improváveis pessoas, Oliver (Martin Short), Charles (Steve Martin) e Mabel (Selena Gomez). O que eles têm em comum? Ambos são fãs de um podcast de crimes reais e isso desperta a vontade de criar seu próprio programa para tentar achar quem foi o culpado pela morte de Tim Kono

Logo nos primeiros minutos já somos introduzidos na cena em que são apresentados nossos protagonistas, isso sem muita encheção de linguiça, cada um com seu tempo de tela, mostrando como os três são diferentes entre si e como é a vida de cada um no fervor nova iorquino. 

Com os episódios sendo postados semanalmente, muito se pensa em quão difícil seria acompanhar a trama, talvez os sete dias de espera fizessem com que as informações se perdessem ao longo do caminho, mas o mistério bem amarrado pela narrativa de cada episódio te deixa com um gostinho de quero mais. 

Além da química entre os nossos três protagonistas e a participação de Tina Fey (Meninas Malvadas) e Jane Lynch (Glee), um dos momentos mais marcantes da série está no episódio sete “O Garoto do 6B” que é narrado por Theo, personagem deficiente auditivo, interpretado por James Caverly é deficiente auditivo na vida real. O episódio narrado por ele não possui falas, os únicos barulhos presentes são os efeitos sonoros como portas se fechando e vemos os personagens conversando apenas com leitura labial ou por linguagem de sinais.

Diferente de outros filmes e séries que trazem essa temática de crimes e mistérios, Only Murders In the Building traz pessoas inexperientes para solucionar um crime, meio que no estilo de Scooby-Doo, já que tínhamos quatro jovens desvendando mistérios, e aqui, temos duas gerações diferentes procurando respostas para o ocorrido. 

Com a trama balanceando entre o humor e o drama, a série de Steve Martin e John Hoffman nos chama a atenção naqueles dias em que ficamos rodando os catálogos de streaming procurando algo para assistir. 

Seu elenco de peso e sua trilha sonora nos surpreendem durante seus dez episódios, além disso, a série é a segunda mais bem avaliada no Rotten Tomatoes, ficando atrás de Hacks, produção do streaming HBOmax. Para você acompanhar essa trama, ela está disponível no Star+ e se tornou um dos destaques presentes em seu catálogo.

Referências:

ONLY MURDERS IN THE BUILDING. Adoro cinema , [S. l.], p. 1, 31 ago. 2021. Disponível em: <https://www.adorocinema.com/series/serie-27127/fotos/>. Acesso em: 27 out. 2021.
ONLY MURDERS IN THE BUILDING: SEASON 1. Rotten Tomatoes, [S. l.], p. 1, 31 ago. 2021. Disponível em: <https://www.rottentomatoes.com/tv/only_murders_in_the_building/s01>. Acesso em: 28 out. 2021.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »