26/11/2021 às 21h48min - Atualizada em 26/11/2021 às 00h48min

Mês da Consciência Negra: filmes com protagonismo e representatividade negra

Confira alguns filmes que farão com que você corra para a frente de sua televisão para assistir

Paulo Victor Alves dos Reis - revisado por Jonathan Rosa
Ilustração do punho erguido Símbolo de Resistência Negra. (Foto: Reprodução/ Site Roche.Com)

No Brasil o mês de novembro é marcado pela comemoração do Dia da Consciência Negra (20/11), uma data muito especial para grande parte da população de preta, pois simboliza a cultura de seus ancestrais de matrizes africanas. O dia se tornou um feriado para ressignificar palavras e atitudes que representam preconceitos enraizados na sociedade. Portanto, este período é de reflexão coletiva para temas como: segregação racial, racismo, discriminação, preconceito e racismo estrutura.

 

O dia da consciência negra simboliza a importância de discussões e atitudes para combater o racismo e a desigualdade social no País. Ficando mais evidente a relevância das discussões quando analisamos as estatísticas levantadas em 2019 pelo  Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE). De acordo com a pesquisa sobre as desigualdades sociais por cor ou raça que mostra que pretos e pardos, 56% da população brasileira, têm os piores indicadores de moradia, renda, escolaridade e serviços.

E isso se reflete também nos cinemas. Durante o Big Brother Brasil 19, que contou com a participação do ator Alexandre da Silva Santana, conhecido popularmente como Babu Santana, os internautas se surpreenderam com a quantidade de personagens marginalizados interpretados pelo ator. Um post no twitter com mais de 69 mil curtidas, o usuário @venanshurikin, destacou a trajetória do ator que contou com personagens como “arrombador”, assaltante, homem mal-encarado e bêbado.

Postagem do usuário via twitter. (Reprodução: Perfil @venanshurikin)


Por meio dá publicação fizeram a reflexão de como o personagem negro é representado nas telas em sua maioria de uma forma marginalizada.

 

Com a perspectiva de abordar o protagonismo negro no cinema, logo separei uma lista com filmes que salientam a representatividade com os personagens principais sendo negros. Confira a lista dos filmes na abaixo:


Pantera Negra (2018)


Pantera Negra foi um marco para o cinema mundial, surpreendendo a todos por sua grandiosa produção, o primeiro filme de super-herói a ser indicado ao Oscar de melhor filme. Venceu como melhor trilha sonora original, melhor figurino e melhor design de produção.

O filme dá um contraste do quanto é de extrema importância um produção com personagens negros no topo. Além de contar com um elenco predominante negro, também representa a história e cultura africana. Foi a primeira representação de um herói negro que não tenha vindo subúrbio.

O drama aborda T’Challa (interpretado por Chadwick Boseman), príncipe do reino de Wakanda que, após a morte do pai, retorna a Wakanda para a cerimônia de coroação como rei. Lá, estão reunidas às cinco tribos que compõem o reino, onde também encontrará sua soberania desafiada por um adversário de longa data, e os negros têm herói nos qual se sentem representados.

Homem-Aranha no Aranhaverso (2018)


Considerada uma das melhores animações de todos os tempos com uma bilheteria de 375,5 milhões de dólares. O longa também foi um marco no site no agregador de críticas Rotten Tomatoes, conquistando o selo “Certified Fresh” indicativo de um número surpreendente de críticas positivas. A animação feita pela Sony Pictures Animation também levou o Oscar de melhor animação em 2019.

Miles Morales é um jovem negro que se tornou o homem aranha, inspirado no legado de Peter Parker, já falecido, entretanto, ao visitar o túmulo do seu ídolo em uma noite chuvosa, ele é surpreendido com a presença de de outro Peter Parker. Miles fica surpreso quando descobre que veio de uma dimensão paralela, conforme outras versões do homem aranha aparecem.

O Menino que descobriu o vento (2019)


A história real do filho de agricultores William Kamkwamba, que cresce em meio a pobreza e a escassez de recursos materiais mais básicos. Seus pais, acreditando num futuro melhor para o filho, fazem o que podem para o manter na escola, pois acreditam que ali ele terá um futuro diferente do que eles tiveram.

Sempre se esforçando para adquirir conhecimentos diversificados, o jovem de Malawi se cansa de assistir todos os colegas de seu vilarejo passando por dificuldades e começa a desenvolver uma inovadora turbina de vento.

O filme surpreendeu a crítica de cinema sendo premiado no Festival Sundance. E se tronou uma referência quando o assunto é protagonismo negro e representatividade no cinema.

Infiltrados na klan (2018)

Um policial negro (John David Washington) do colorado conseguiu se infiltrar na klu klux kan local em 1978, durante uma investigação. Com a missão de frustrar uma série de linchamentos e outros crimes como segregação racial e discriminação elaborados pelos grupo supremacista. O policial passou a se comunicar com os membros do grupo através de telefonemas e cartas e, com cerca de dois meses tornou-se o líder da organização.

O filme é considerado um marco para o protagonismo negro no cinema e combate ao racismo. Com 6 indicações ao Oscar, o longa do diretor Spike Lee ganhou na categoria de melhor roteiro adaptado.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »