03/12/2021 às 12h12min - Atualizada em 03/12/2021 às 11h38min

Místico e original: conheça Maya, o mais novo lançamento da banda Tagore

Exibido pela primeira vez em setembro deste ano, o quarto álbum do grupo pernambucano perpassa pela psicodelia nordestina e se consolida como uma das revelações indie brasileiras.

Rebeca Ferreira - Revisado por Márcia Nascimento
Capa do álbum Maya da banda Tagore, lançado em setembro de 2021. (Foto/Reprodução:@Tagoreoficial - Instagram)
É com um tom de misticismo e muita originalidade que o grupo musical pernambucano Tagore, lançou em setembro deste ano o álbum intitulado "Maya". E apesar de estar prestes a completar três meses da sua estreia, o projeto ainda vem sendo bastante consumido e obviamente arrancando elogios do público. 


Com dez faixas, entre elas; "Maya", "Olho Dela", "Areias de Jeri", "Capricorniana", "Samba Coração", "Colombiana", "Molenguita", "Dama", "Espaço Tempo" e "Tatu". O álbum produzido por Pupillo contempla uma contemporaneidade aparente que vai desde composições até a arte gráfica de sua capa e vídeos clipes. A áurea mística (palavra que a propósito, mostra-se bem adequada para falar sobre Maya) é o que de fato o faz ser tão instigante para os ouvintes, além da sua sonoridade que carrega fortes influências da psicodelia nordestina e o gênero new wave.
 

Playlist “ Maya” de Tagore. (Reprodução: Spotify/Tagore)


Em entrevista ao portal Folha de Pernambuco o cantor e compositor, Tagore Suassuna, conta como foi o processo criativo do disco. "É um disco sobre saudades, sobre a falta que uma pessoa pode fazer" revela o artista. O músico, juntamente com a banda Bike começou a ensaiar as primeiras letras de Maya,  após a participação da banda no Festival Psicodália, de 2017 no Rio Grande do Sul. O trabalho também traz composições de João Cavalcanti e já soma como o quarto de carreira.
 

A faixa Tatu foi uma das primeiras disponibilizadas pelo grupo antes mesmo do lançamento do álbum por completo. Apresentada em fevereiro seria a amostra do que estava por vir e pode-se considerar uma das mais queridas pelo público, devido ao seu refrão marcante e sua letra completamente fora da curva, o jogos entre as palavras, as batidas altamente psicodélicas e a estória imensa em devaneios sobre viver em mundo contraditório, porém ainda assim, coexistir disposto a se entregar para o melhor deixa o sing intrigante e ao mesmo tempo fenomenal.

 

Inspirado em Tom Zé no que se refere a "cacofonia" contida no clássico álbum "Estudando o Samba" (1979) a canção teria o feat com a artista, porém por um desencontro, o evento não pôde ocorrer.
 

Tagore - Tatu (Clipe Oficial) | Tagore Oficial (Reprodução: YouTube BR)

O videoclipe Tatu já possui cerca de 52.024 mil visualizações no YouTube e uma série de comentários com elogios de fãs. Um internauta foi além em sua percepção apurada e comentou, "Animal! Que história, fotografia, coreografia, estética. Tudo perfeito. Parabéns demais a todos os envolvidos, estou assistindo no repeat.", confessou. 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »