10/12/2021 às 20h19min - Atualizada em 10/12/2021 às 20h16min

Colorimetria: Escolha das cores é importante para mudar o visual

A coloração pessoal pode interferir e muito na forma com que você complementa seu estilo

Débora Nascimento - labdicasjornalismo.com
(Reprodução/Instagram @ingridhervatin)

Provavelmente, você já deve ter notado que uma roupa de determinada cor pode te valoriza mais do que outra, inclusive, o mesmo pode valer para esmaltes, acessórios, ou até mesmo, os fios de cabelo. E tudo isso acontece por causa da colorimetria.

 

A colorimetria ou coloração pessoal, nada mais é, que um estudo sobre cores. Ele teve início por volta dos anos de 1920 e foi lapidado com o passar dos anos. Esse estudo comprova que cada um de nós, dispõe de características específicas ao se tratar de profundidade, intensidade, temperatura e contraste. 

 

O comportamento de cada um desses atributos é observado, com base no estudo, através de amostras de tecidos, de diferentes cores, colocadas em perspectiva com o rosto de cada pessoa. E assim, é possível saber se determinada cor favorece aquele subtom em questão, ou prejudica. 

 

“Ninguém gosta de aparentar enfermidade, ressaltar manchas e detalhes que não favoreçam a imagem. A grande questão é que muitas pessoas não sabem que as cores influenciam demais nesse fator na nossa imagem!”, afirmou a consultora de coloração pessoal, Ingrid Hervatin, de 25 anos.  

 

 

 
 

Ela afirma que saber as informações relacionadas ao subtom da pele e a cartela pessoal de cores podem fazer grandes mudanças ao visual das pessoas. Destacando que é evidente que as cores dizem muito sobre nós, refletindo nossa personalidade e muitas vezes, em nosso humor diário. 

 

“Existem pessoas que buscam no preto e branco um complemento visual para passar seriedade e profissionalismo. Assim como existem pessoas que são extremamente criativas e buscam um mix de cores para que sua imagem grite que ali tem talento de sobra”, pontuou Ingrid.  

 

A consultora destaca que o ideal é que a análise de cor seja realizada por um profissional, consultor de moda, de imagem ou especialista em cor. Além da experiência necessária para orientar o processo, com os tecidos coloridos relativos pertinentes às estações e as respectivas cartelas de cores.

 

Na prática,  o teste é feito enquanto a pessoa está sem maquiagem e isolando o rosto com uma faixa no cabelo. Além disso, é preciso a utilização de  luz natural, espelho na frente, e na altura do pescoço, usa-se os tecidos específicos de inúmeras cores e tons. Ao serem colocados um de cada vez, é observado não apenas as cores da pessoa em si, mas as mudanças que acontecem a olho nu. Desse modo, é possível confirmar as cores que funcionam ou não, concluindo no final a estação e a cartela naturais e ideais para consumo e uso de cada um.

 

“O trabalho de uma consultora de coloração pessoal é divertido, interativo, porém, pede muita seriedade ao mesmo tempo. Lidamos com a imagem de outra pessoa, então toda atenção precisa ser dada no momento do procedimento para que nenhum erro seja cometido…”, disse a consultora. 

 
 
 
 
 
 
 
 
 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »