11/12/2021 às 12h22min - Atualizada em 11/12/2021 às 11h58min

Charles do Bronx e Amanda Nunes colocam seus cinturões em disputa no UFC 269

Enquanto o campeão peso leve faz sua primeira defesa contra Dustin Poirier, a Leoa defende o título do peso galo pela sexta vez

Igor Oliveira - labdicasjornalismo.com
Último evento numerado do ano conta com duas disputas de cinturão. Foto: Divulgação UFC
O UFC 269, sediado em Las Vegas neste sábado (11), conta com dois brasileiros  que colocam seus cinturões em disputa. Charles “do Bronx” Oliveira enfrenta Dustin Poirier na disputa pelo título na divisão leve. Já Amanda Nunes fará sua sexta defesa de cinturão no peso galo contra Julianna Peña. O evento está marcado para ter início a partir das 20h no horário de Brasília.

Além dos dois campeões, outros seis brasileiros estão escalados para lutar no evento. São eles: Raulian Paiva, Pedro Munhoz, Augusto Sakai, Bruno Silva, André “Sergipano” Muniz e Priscila “Pedrita” Muniz.

Uma das protagonistas da primeira luta da noite, a brasileira Priscila Pedrita ficou acima do limite de peso da categoria peso mosca (até 57,2 kg) e por isso foi multada em 30% do valor da sua bolsa para esse combate. O valor será destinado para sua adversária, a canadense Gillian Robertson.

Quem também teve problemas com a balança foi o norte-americano Alex Perez, do peso mosca. Entretanto Perez teve sua luta cancelada, pois seu adversário, Matt Schnell, passou mal após a pesagem e foi vetado pela Comissão Atlética de Nevada. Todos os demais atletas conseguiram bater o peso e tiveram suas lutas confirmadas.

Protagonistas do co-evento principal, Amanda Nunes e Julianna Peña passaram a semana trocando provocações. Na entrevista coletiva realizada na última quinta-feira (09), a campeã dos pesos galo e pena interrompeu algumas vezes a desafiante, para afirmar que Peña sabia que não era capaz de vencê-la dentro do octógono. “Você sabe que isso não vai acontecer, não sabe? Você não vai ser a campeã, garota”, disse Amanda em uma de suas interrupções.

Quando Peña falava de sua trajetória até a disputa do cinturão, Amanda a interrompeu novamente e disse que a adversária não venceu ninguém de relevante para estar ali. A norte-americana não deixou barato e retrucou: “Eu acabei com a lutadora que acabou com você",  disse a americana, lembrando a sua vitória sobre Cat Zingano, a última lutadora a vencer a brasileira.

Se entre as lutadoras do Co-Main Event sobrou provocações, os astros do evento principal mantiveram a cordialidade, com direito a elogio do desafiante Dustin Poirier ao sorriso de Charles do Bronx.  Apesar do momento de descontração, ambos os lutadores mostraram bastante confiança em suas palavras. O campeão que faz sua primeira defesa após conquistar o cinturão em maio, quando nocauteou Michael Chandler, revelou que acredita que mais uma vez a luta será decidida com um nocaute no início do round:

“Eu visualizo muito um nocaute meu. Ele é um cara duríssimo, mas acredito muito no poder de nocaute das minhas mãos. Treinamos muito a luta em pé, e acho que essa luta não vai chegar ao fim do quinto round. Ela vai ser decidida no começo dos rounds”, disse Charles do Bronx, em entrevista ao Canal Combate.


CARD PRINCIPAL (0h, horário de Brasília):
Peso-leve: Charles do Bronx x Dustin Poirier
Peso-galo: Amanda Nunes x Julianna Peña
Peso-meio-médio: Geoff Neal x Santiago Ponzinibbio
Peso-mosca: Kai Kara-France x Cody Garbrandt
Peso-galo: Raulian Paiva x Sean O'Malley

CARD PRELIMINAR (20h, horário de Brasília):
Peso-pena: Josh Emmett x Dan Ige
Peso-galo: Pedro Munhoz x Dominick Cruz
Peso-pesado: Augusto Sakai x Tai Tuivasa
Peso-médio: Jordan Wright x Bruno Blindado
Peso-médio: André Sergipano x Eryk Anders
Peso-mosca: Miranda Maverick x Erin Blanchfield
Peso-pena: Ryan Hall x Darrick Minner
Peso-galo: Randy Costa x Tony Kelley
Peso-mosca: Gillian Robertson x Priscila Pedrita

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »