14/12/2021 às 15h49min - Atualizada em 14/12/2021 às 14h20min

Drake se retira da corrida ao Grammy 2022, entenda o caso

O cantor e rapper canadense pegou fãs de surpresa já que as votações estavam sendo iniciadas e ainda não se sabe o motivo para tal atitude

Virginia Oliveira - editado por Larissa Nunes
O que teria motivado o Drake a não concorrer ao Grammy 2022? (Credito: Nicepng.com/ Hiphopdx.com/ Cash Money Records - Arte: Virginia Oliveira)

No dia 06 de dezembro, veio a público a decisão do artista que preferiu não concorrer mais na premiação e assim a Recording Academy, responsável pela organização do prêmio, retirou as duas nomeações às quais Drake estava concorrendo, sendo elas Melhor Álbum de Rap com o álbum "Certificated Lover Boy"; e de Melhor Performance de Rap com a música “Way 2 Sexy” (faixa com a participação dos rappers Young Thug  e Future).

 

Dono de quatro Grammys e sendo indicado cerca de 49 vezes (incluindo essas duas últimas) em toda sua carreira, o artista também tem um histórico de insatisfação com a premiação mais cobiçada na indústria musical, principalmente nos últimos anos. Lá em 2017, Drake recebeu o prêmio com a música "Hotline Bling" na categoria de Melhor Música de Rap, porém, isso não foi um motivo de alegria já que o artista não gostou de como rotularam a faixa.

Drake bebe em um de seus troféus conquistados na premiação

Drake bebe em um de seus troféus conquistados na premiação

(Reprodução: Umusic.ca)


Em entrevista para a OVO Sound Radio, o cantor disse que a faixa não tinha versos em rap, e era algo mais voltado para o Pop e R&B. "Mesmo que ‘Hotline Bling’ não seja uma música de rap, a única categoria que eles conseguem me encaixar é uma categoria de rap. Talvez porque eu tenha feito rap no passado ou porque eu sou negro, eu não consigo descobrir o porquê. Eu ganhei dois prêmios, mas eu nem os quero, porque só me sinto estranho com eles por alguma razão. Sinto-me quase alienado, ou como se estivessem tentando me alienar propositadamente, fazendo-me ganhar prêmios rap, ou me acalmar me entregando algo e me colocando nessa categoria porque é o único lugar onde eles acham que podem me colocar.”
 

Isso fez com que o cantor deixasse de inscrever, em 2018, seu álbum “More Life” para ser sujeito às considerações da organização e assim ficou de fora da corrida ao Grammy naquele ano.

 

Em 2019 ao receber o Grammy de Melhor Canção de Rap pela faixa "God 's Plan”, Drake sobe ao palco com uma feição não tão feliz e em seu discurso decidiu desabafar com os artistas que estavam na plateia. “(...) O ponto é: você já ganhou se você tiver pessoas que cantam suas músicas palavra por palavra, se você é um herói em sua cidade natal. Olha, se tem pessoas com trabalhos comuns, que estão saindo na chuva, na neve, gastando o dinheiro suado delas para comprar ingressos para o seu show, você não precisa disso aqui. Garanto a você, que você já ganhou”.


 

Após essas alfinetadas ao vivo, parecia que o rapper tinha mais a dizer, mas a transmissão foi cortada para os comerciais e um clima de desconforto se instaurou na cerimônia.
 

Já no ano passado Drake fez declarações sobre o Grammy, expressando sua insatisfação em seu perfil do Instagram, e protestou a favor do conterrâneo, o cantor The Weeknd, que não foi indicado a nenhuma categoria para edição de 2021. “(...) Essa é uma boa hora para alguém começar algo novo, que nós possamos construir com o passar do tempo e passar para as futuras gerações”, disse Drake sugerindo uma substituição de premiação. 

 

Apesar de todo esse passado do artista em relação ao prêmio, não se sabe ao certo a razão pela qual essa decisão foi tomada, e o mais intrigante é ter acontecido agora, logo no começo das votações, pois o artista tinha a opção de não enviar seu trabalho para avaliação como fez em 2018, mas ao invés disso, quase que de forma súbita, voltou atrás. Drake não fez nenhuma declaração sobre o acontecido até agora e especulações tomam conta das redes.


 

 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »