03/09/2020 às 07h20min - Atualizada em 03/09/2020 às 07h25min

DVDs e Blu-Rays da Disney não serão mais comercializados na América Latina

Catharine Senna - Editado por Fernanda Simplicio
O contrato da Disney com a Cinecolor, responsável pela distribuição de mídias físicas e que administra os direitos audiovisuais da empresa, será encerrado na América Latina, ou seja, não haverá mais comercialização.   
Países como México, Colômbia, Argentina, Chile e Peru começaram a ter reduções nos produtos repentinamente, e não há informações se alguma outra empresa irá assumir o Marketing e os produtos midiáticos. Produções da Disney, como relacionadas a Star Wars, Marvel, Pixar e Fox não terão seu lançamento em DVD e em Blu-ray no Brasil a partir de novembro deste ano.
Segundo Bill Hunt, informante da indústria do entretenimento do The Ditgital Bits, que diz ter informantes dentro da “Mouse House”, a suspensão seria relacionada aos títulos de live-action e os com selos recém-adquiridos da 20th Century Fox. Apesar de que a pandemia do Coronavírus possa ter influenciado nessa decisão, o motivo maior da paralisação da comercialização da mídia física é devido a concentração da construção do Disney+.
Apesar dos trailers lançados e dedicação às produções para plataforma, talvez não alcancem o percentual de público desejado, devido ao preço da assinatura, que para algumas pessoas pode ser caro, e também, essas mesmas pessoas já possuem algum serviço streaming como Netflix ou Amazon Prime.

A forma que a Disney pensou, então, para atrair o público para a plataforma é com a retirada de seus filmes de outras plataformas, e diminuindo aos poucos a produção de mídia física. Portanto, com o público não tendo mais como assistir às produções, só lhe restarão assinar o serviço streaming, no qual conta com produções que vão além de animações.
A decisão de parar de comercializar DVD e Blu-Rays, na prática, afeta todos os estúdios que a Disney tem posse, incluindo o próprio Walt Disney Studios, também a Marvel Studios, a Pixar, a Lucasfilm, a 20th Century Studios e a Searchlight Studios. A escolha de não vender mais mídias físicas, coincidiu tanto com a chegada da Disney+, quanto com o movimento recente tomado pela companhia nos Estados Unidos, na qual o The Digital Bits, relata que a Disney iria interromper a produção de produtos voltados ao Blu-Ray 4K.

 
 

Plataforma Disney+

O serviço streaming foi lançada nos Estados Unidos e em outros países no dia 12 de novembro de 2019, e já possui mais de 60 milhões de assinantes. Já no Brasil, a Disney+ vai chegar dia 17 de novembro, e conta com um catálogo bem variado, com a presença das Originais Disney+, Disney (animações), Marvel, Star Wars, Pixar, National Geographic e Disney Channel. A plataforma custará R$28,99 mensais, com desconto para pagamentos anuais, que pode variar entre R$289,99 e R$294,90.

REFERÊNCIAS
EASTON, Jonathan. Disney to wind down physical media business, claims insider. Digital TV Europe, 12 ago 2020. Disponível em:< https://www.digitaltveurope.com/2020/08/12/disney-to-wind-down-physical-media-business-claims-insider/> Acesso em 2 set 2020.
GÓIS, Paulo C. Disney vai parar de vender DVDs e Blu-Rays para a América Latina. Nerdsite, 28 ago 2020. Disponível em:< https://www.nerdsite.com.br/2020/08/disney-vai-parar-de-vender-dvds-e-blu-rays-para-a-america-latina/> Acesso em 2 set 2020.
JOTACÊ. Urgente: Disney abandona mercado de mídia física na América Latina. Blog do Jotacê, 27 ago 2020. Disponível em:< https://blogdojotace.com.br/2020/08/27/urgente-disney-abandona-mercado-de-midia-fisica-na-america-latina/> Acesso em 2 set 2020.
SOUZA, William Santos de. Disney+ |Tudo sobre a chegada do serviço de streaming ao Brasil. Lab Dicas Jornalismo, 18 ago 2020. Disponível em:< https://labdicasjornalismo.com/noticia/4239/disney--tudo-sobre-a-chegada-do-servico-de-streaming-ao-brasil>Acesso em 2 set 2020.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »