19/02/2020 às 10h29min - Atualizada em 24/01/2020 às 10h29min

Arte como hobby entre os jovens

" A criatividade só vai embora quando a gente morre"

Mariana Jardim
Arquivo Pessoal: Andressa Adrien// Releitura do quadro "a criação de adão - Michelangelo"
          

  Dados colhidos pela JLeiva, consultoria especializada em cultura, esporte e terceiro setor, que realizam pesquisas desde 2004, no ano de 2017, propôs uma pesquisa na área cultural, aonde cerca de um terço da população depende de atividades gratuitas para poder ir a eventos culturais. As mulheres se interessam mais por cultura, mas acessam menos que os homens. 

 

A estudante Vitória Shimura gosta de pintar desde de criança "misturava maizena com água para desenhar nos muros da minha avó" diz. Após o falecimento do padrasto de Vitória, as conta e despesas cresceram, e a estudante encontrou na arte uma forma criativa de vender telas pintadas por ela e assim ajudar pagar as despesas. 

 

A estagiária Andressa Adrien conta que pinta desde quando ela teve uma visão que estava pintando. "A arte desperta muita coisa no meu coração" diz. Andressa relata que na criação vemos que Deus está em uma "explosão criativa" e afirma que Deus nos deu um pouco da sua própria criatividade. 

          

Inspirada nas escrituras Andressa Adrien fez uma pintura, um pouco diferente. Segundo ela é uma releitura do quadro "A criação de Adão de Michelangelo" mas nesse quadro significa Jesus estendendo a mão pra Dimas o ladrão que estava ao lado de Cristo na cruz. Vitória afirma que a arte causa a sensação de paz que segundo ela não encontra em lugares comuns, diz que a arte é "o principal refúgio mental". Através do Twitter ela conseguiu vender quadro pintados para ajudar sua mãe. 

          

A professora e ilustradora Lidiane Dutra afirma a interação que a arte faz com as tecnologias atuais e redes sociais. Ela acredita que a arte é um hobby entre os jovens, pois a proximidade da internet aproxima o público e o artista, causando um efeito de criatividade "o jovem se sente motivado a criar" diz a professora.

           

Lidiane conta sua experiência como professora de arte e afirma que no início, os alunos têm resistência, acham que arte é só desenho e pintura, mas com o passar das aulas, consegue mostrar que a arte está em tudo. A professora explica que no final do ano, os alunos participam da exposição das escolas públicas da cidade, ficam felizes com o resultado dos trabalhos e passam a ter orgulho da própria produção.

            

A estudante Vitória conclui dizendo que a arte nunca some, mesmo em meio a censura ela busca um meio de se comunicar e se manifestar. Vitória encoraja as pessoa ter mais criatividade pois segundo ela "A criatividade só vai embora quando a gente morre". 




Editado por Bruna Blankenship
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »