29/06/2019 às 19h49min - Atualizada em 29/06/2019 às 19h49min

Gabi Cattuzzo perde patrocínio da Razer após responder comentário machista

A Streamer Gabi Cattuzzo perde contrato com a Razer por reagir um comentário machista no Twitter

Pedro Dias - Geek
Arte/Site:Kakucho Purei
Recentemente, uma grande polêmica tomou conta do universo dos games. A Influenciadora Digital e Gamer, Gabi Cattuzzo, conhecida por fazer transmissões ao vivo de jogos e dos demais conteúdos, postou uma foto em que aparece em cima de um touro mecânico e foi alvo de comentários machistas no seu Twitter.  Como resposta, dizendo que “Homem é lixo”, tomou conta das redes sociais, sites conhecidos de notícias e canais no Youtube.  


Fonte: O Globo
 
O começo da confusão
 
Um dos seus seguidores escreveu “Pode montar em mim à vontade”. A Streamer, Gabi Cattuzzo, rebateu ao comentário “Sempre vai ter um macho f*dido para falar m*rda e sexualizar mulher até quando a mulher tá fazendo uma piada, né?’. Em seguida, Gabi Cattuzzo solta o comentário que provocou a revolta das pessoas nas redes sociais: “É por isso que homem é lixo”. A frase polêmica dividiu internautas e o assunto repercutiu toda às redes sociais, por conta disso, algumas pessoas acusaram a Streamer de discurso de ódio por generalizar que todos os homens são lixos. Posteriormente, um usuário chamou atenção da Streamer para não generalizar e ela rebateu que “homem que não é merda é exceção, não maioria...”.  

Fonte: Veja

Consequências
 
Após os acontecimentos provocados por um comentário machista e a resposta generalizada da Gabi Cattuzzo, a Razer Brasil publicou uma foto no seu Twitter e Facebook dizendo: “A Razer Brasil reforça que a opinião dos seus influenciadores não representa ou reflete, necessariamente, a opinião da empresa, que é totalmente contrária a qualquer tipo de discriminação (...) ou qualquer tipo de intolerância e extremismo”, em um comunicado da Razer Brasil. Ainda informou que o contrato com a Streamer será expirado em alguns dias e também não renovará o contrato o contrato.

Fonte: Twitter oficial da Razer Brasil

Gabi Cattuzzo publicou no seu Twitter explicando “o seu lado da história”, e pediu desculpas por seus comentários na rede social e também sua postura durante uma transmissão ao vivo onde Gabi Cattuzzo foi questionada sobre o tipo de gravador que usa nas lives, ela respondeu: “Eu uso o seu p*u no meio do seu c*”, segundo Gabi Cattuzzo.
 
Fonte: Twitter oficial da Gabi Cattuzzo 
 
 
Análise da situação
 
Podemos dizer que ambos os lados estão, tecnicamente, errados. Veja, a Streamer apenas postou uma foto sem nenhuma maldade e um usuário em anônimo fez um comentário desnecessário com intenções de ofender a Gabi Cattuzzo. A Streamer rebateu esse comentário leviano da forma errada. Seja pelo calor da situação ou não, obviamente, ela não deveria ter generalizado como um todo. Nem todos os homens, sejam os jogadores profissionais ou não, são lixos. E de certa forma, a Razer foi pressionada, por todos os lados, a dar uma resposta em virtude dessa situação. As pessoas pegaram essa única frase “Homens são lixos” e colocaram ela como culpada nessa história. Generalizaram e ameaçaram, até mesmo, os seus parentes que não têm relação com esse assunto. Ou seja, generalizar não é o resultado para absolutamente nada.

Fonte: Roteiro Nerd 
 
Vale lembrar que o machismo está presente em todos os lugares. E de longas datas na história da humanidade. Frases como: “Você deveria estar na cozinha”, “Sua vag*bunda”, e outra frases prontas estão atreladas à sociedade. Seja no trabalho, na universidade, na família, e também, nas partidas online. Até mesmo, piadinhas de mal gosto desmoralizam às mulheres. Estes “exemplos” de comentários acabam com à imagem dos homens, principalmente, dos jogadores profissionais. E não vamos tirar a razão dessas pessoas vítimas de assédio sexual por parte destes comentários machistas. Pois, você não precisa baixar o seu nível chegando ao ponto de menosprazer à mulher com comentários deste nível. É lamentável isso.  Ao longo da história da humanidade, as mulheres foram ganhando cada vez mais espaço na sociedade, no campo da política, nos empregos que eram apenas exercidos pelos homens. Entre outros exemplos relevantes de grandes conquistas históricas para as mulheres.


Para a professora da PUC-RS e pesquisadora de violência contra mulheres em games online, Gabriela Kurtz, diz que essa é uma outra forma de violência – simbólica. Em uma entrevista ao site O Globo, ela disse que esses casos são notados quando extrapolam os limites, como aconteceu com a Gabu Cattuzzo. A pesquisadora também diz que como as mulheres não são incentivadas a ter contato com a tecnologia na infância, o mercado de trabalho feminino acaba sendo impactado.


Fonte: Drops de Jogos 
 
Para termos uma ideia melhor como isso está mudando, para melhor, uma pesquisa realizada pela Game Brasil, segundo o site O Globo, feita com 3.251 respondentes em todo o Brasil, relatam que mulheres representam 53% dos jogadores de videogame no Brasil. De acordo com esse estudo, isso se deve, principalmente, à acessibilidade dos jogos casuais para celulares. Porém, mesmo com esses dados positivos, a pesquisadora Gabriela Kurtz não acredita tanto na mudança da indústria. Existe uma escassez de desenvolvedoras, que optam em produzir jogos independentes, de menor alcance. Com isso, interfere na representação nos próprios games.
 
 
Sendo assim, ambos os lados foram prejudicados, pois, a Streamer foi vítima de um comentário machista onde tinha postado uma foto qualquer, em resposta disso, respondeu de forma errada e generalizou que todos os homens são lixos, e por conta deste comentário, a Razer sofreu uma pressão para desvincular à imagem da empresa com a Streamer. E tudo isso começou por conta de um comentário desnecessário de um usuário anônimo, e a streamer, rebateu o comentário na mesma altura para atacar os homens.
 

Para você, quem está errado nesta história?
 
Referências:
 
Assédio a Gabi Cattuzzo ressalta o machismo dos gamers, dizem jogadoras. 2019. Disponível em <https://oglobo.globo.com/sociedade/assedio/assedio-gabi-cattuzzo-ressalta-machismo-dos-gamers-dizem-jogadoras-23769202> Acessado em 29. Junho. 2019
 
Gabi Cattuzo é ameaçada após criticar homens e Razer se manifesta. 2019. Disponível em <https://catracalivre.com.br/cidadania/influenciadora-digital-recebe-ameacas-de-morte-apos-criticar-homens/> Acessado em 29. Junho. 2019
 
Call do Khnok: Quem sai perdendo na treta de Gabi Cattuzzo? 2019. Disponível em <https://www.theclutch.com.br/artigos/call-do-khnok-quem-sai-perdendo-na-treta-de-gabi-cattuzzo/> Acessado em 29. Junho. 2019
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »