19/09/2020 às 19h32min - Atualizada em 19/09/2020 às 19h33min

Ursinho Pooh, Setembro Amarelo: A Representatividade da Saúde Mental

Estudo de universidade do Canadá, levanta relação de animação com transtornos mentais

Junior Saull - Editado por Fernanda Simplicio
Fonte: Disney Reprodução: Cine POP

Setembro é conhecido como o mês de combate ao suicídio, chamado de "Setembro Amarelo".  O tema abre uma discursão para a Saúde Mental e como prevenir, e ajudar acometidos por essa doença. A Organização Mundial de Saúde (OMS) estima que em todo o mundo as mortes por suicídio chegam a 800.000 por ano, com o posto de segunda principal causa de mortes nos jovens. Atualmente, temos várias referências na mídia que apontam para a temática nos seus enredos, mas diferente do que se pode pensar, falar de saúde mental não é uma exclusividade de produções recentes, pelo menos é o que acredita os teóricos de plantão, que formularam uma teoria sobre a animação "As pequenas aventuras do Ursinho Pooh".


A animação conta a história dos animais que vivem no vale dos Cem Acres é um dos maiores sucessos da Disney e teve inicio nesse universo como curta- metragem produzido em 1966. Personagens como o Pooh, Tigrão, Leitão, Bisonho e diversos outros, marcam a infância de muitos. Cada personagem tem suas características peculiares e isso levou a teoria, onde cada personagem representa uma saúde mental. A teoria ganhou forças com um estudo publicado pela Associação Mental do Canadá vinculando cada personagem a um transtorno.

Nessa teoria, o personagem principal, Pooh, representaria os transtornos alimentares e o Deficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH), devido a sua gula por mel e impulsos e fixações obsessivas em determinados pontos. O Leitão indica o transtorno de ansiedade generalizada, enquanto Tigrão a Hiperatividade. A depressão é claramente indicada pela tristeza constante do Bisonho e Abel, tem sinais de transtorno obsessivo compulsivo, Guru representaria o Autismo, enquanto que Corujão a Dislexia. Cristovão, o único personagem humano pode representar a esquizofrenia, já que na teoria todos os outros personagens são frutos de sua doença.

Para o Psicólogo Hanz Flaubert, abordar esses assuntos na mídia é importante para desmitificar esse tema e conscientizar sobre os transtornos mentais, tendo nisso uma forma de combater estereótipos colocados nessa condição. Além de ajudar nos sinais que possa identificar tais transtornos para conhecimentos dos acometidos e entende-las como doença e não uma maldição ou condição intratável, como o senso popular a retrata.
O desenho é voltado ao publico infantil, O psicólogo nos fala ainda, que trabalhar esse tema de forma lúdica facilita a compreensão de que as doenças mentais é algo biológico, estar nas pessoas não porque querem, mas como uma patologia como de fato é. Ver como a criança percebe esses assuntos também é importante, já que a criança percebe os sintomas e passa a criar referências a partir disso pra identificação dessas doenças. Por fim, da mesma forma que a midiatização desse tema, pode ajudar e muito, quanto tratado com estereótipos que não representa os transtornos de fato, aumentam o preconceito criado em cima deles. "A forma como a mídia pinta o portador de transtorno mental, diz muito sobre como a sociedade reagirá aos transtornos". Conclui o psicólogo.


Inspirado nos livros de A. A. Milne, não há uma confirmação dos criadores sobre a teoria, mas dar visibilidade a esse tema ainda é a melhor forma de abrir espaços pra esse tema e desmistificar o assunto. Fazendo não somente uma campanha de um mês, mas uma campanha de vida, onde em nossas a tituldes passemos a não menosprezar as condições de ninguém, mas entendamos os outros com toda as suas diferenças.
 

 

REFERÊNCIAS:

BATTISTELLI, J. O que o ursinho Pooh pode nos ensinar sobre os transtornos mentais. Vittude, 19 de jun. de 2018. Disponível em: Acesso em: 18 de set. de 2020.

HOSPITAL SANTA MONICA, O aumento alarmante no índice de suicídio entre jovens. Ideação Suicida – Hospital Santa Mônica, 31 de mar. De 2020. Disponível em: < https://hospitalsantamonica.com.br/o-aumento-alarmante-no-indice-de-suicidio-entre-jovens/>  acesso em: 18 de set. de 2020.

 SERPA, M. As Aventuras do Ursinho Pooh (1977). Medium, 28 de mai de 2018. Disponível em: . Acesso em: 18 de set. de 2020


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »