08/05/2021 às 21h01min - Atualizada em 08/05/2021 às 21h00min

‘Sem remorso’ entrega ação, mas peca ao cair no mesmo assunto já pautado em outros filmes americanos

A mais nova produção da Amazon Prime estrelada por Michael B. Jordan é cativante, mas não surpreendente

Viviane Ramos - Editado por Ana Terra

No dia 30 de maio, chegou a Amazon Prime a mais nova produção da plataforma de streaming, ‘Sem remorso', protagonizada por ninguém mais e ninguém menos que Michael B. Jordan, conhecido por seu vilão inesquecível em Pantera Negra ao lado do grande Chadwick Boseman. 

 

O filme já estava sendo muito aguardado pelo público, principalmente após o seu trailer divulgado pela Amazon Prime, em que mostra o personagem de Michael aos prantos e com sangue nos olhos atrás de justiça e vingança. 

 

A história do filme gira em torno de John, personagem de Michael B. Jordam que pretende se aposentar da vida militar e dedicar mais tempo a sua esposa, que está prestes a dar a luz a uma linda garotinha. Porém, os planos de John vão por água abaixo quando em uma noite, homens mistérios invadem sua casa atrás do ex militar e acabam assassinando a esposa de John, ainda grávida. Após isso, o seu único objetivo de vida torna-se a busca incansável pelos criminosos e mandantes desse crime, pois só após matá-los Johns acredita que poderá descansar em paz e vingar a morte de sua amada esposa e filha. 

 

O enredo da história relembrou a saga do famoso e temido John Wick, que já caminha para o seu quarto filme e possui uma história tão dramática e eletrizante quanto a de John. Porém, o filme acaba caindo na mesmice e trazendo à tona uma pauta saturada em filmes que trazem militares americanos como protagonista, o embate entre Estados Unidos e Rússia.

 

Durante os altos e baixos que acontecem na vida de John, vemos alguns personagens mostrarem suas verdadeiras intenções e planos serem desvendados pelo protagonista e seu grupo de amigos que o acompanharam nessa imensa aventura em busca de justiça. O embate entre americanos e russos existe desde a guerra fria, e o retrato em filmes americanos se tornou mais comum do que se pensa. Isso acaba saturando o telespectador, que pensa em ver algo diferente do comum e acaba se deparando com um assunto já visto diversas vezes em outras obras. 

 
Reprodução: AdoroCinema

Por outro lado, o filme entrega ótimas sequências de lutas e ação, com coreografias frenéticas e efeitos visuais e sonoros que fazem qualquer um acreditar que está no meio do cenário de uma guerra. Jordan mostrou mais uma vez que o seu talento não está em voga e deu um verdadeiro show de atuação, sabendo abraçar a dor, a perda, o amor e o ódio de seu personagem. 

 

Além disso, a trama ainda conta com personagens enigmáticos e fortes, trazendo um ar ainda mais dramático e realista para o roteiro repleto de tristeza, ação e reviravoltas.

 

Vale a pena conferir mais essa produção que mostra até onde alguém pode ir em busca de justiça quando a guerra bate à sua porta e tira tudo o que você tem. 


REFERÊNCIAS
HESSEL Marcelo. Omelete, 2021. "Michael B. Jordan toma os espólios de Jack Ryan para si em Sem Remorso”. Disponível em: <
https://www.omelete.com.br/amazon-prime-video/criticas/michael-b-jordan-toma-os-espolios-de-jack-ryan-para-si-em-sem-remorso>. Acesso em: 08 de maio de 2021.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »