12/06/2021 às 15h02min - Atualizada em 12/06/2021 às 15h13min

Espiral: O Legado de Jogos Mortais ou mais um filme da franquia

E o legado da franquia Jogos Mortais ganha um novo rumo com a Espiral: O Legado dos Jogos Mortais, mas ele não parece promissor

Bruno Cunha - Editado por Fernanda Simplicio

A franquia Jogos Mortais se encerrou com o longa Jogos Mortais – Jigsaw (2017), mas algo que aprendemos com Hollywood que nada verdadeiramente morre. E em 2021 temos a estreia de Espiral: O Legado de Jogos Mortais que tem a promessa de continuar a franquia sem Jigsaw.

Essa promessa é quebrada logo nos materiais de divulgação, já que usa as imagens de Tobin Bell que deu vida ao assassino sádico, mas há alguns detalhes que você deve prestar atenção. Afinal o longa tem Cris Rock (Todo Mundo Odeia o Cris) e Samuel L. Jackson (Vingadores) nos papéis principais, ou seja, um elenco que em teoria não está envolvido em filmes deste tipo.




O longa foi exibido em alguns lugares pelo mundo e no Brasil ele estreia oficialmente dia 17/06, com algumas sessões de pré-estreias por aí antes disso. E podemos dizer que a franquia ganhou alguma sobrevida, já que temos um novo assassino que é claramente inspirado em Jigsaw, ou seja, temos o que chamamos de ‘copycat’ um termo na criminologia que diz que quando um assassino se baseia em outro trabalho para fazer suas vítimas. E ao ver o trailer de Espiral percebemos que a forma brutal de matar se manterá.

O longa é dirigido por Darren Lynn Bousman que já trabalhou em filmes da franquia, então temos um conhecedor, percebemos isso nas cenas que foram divulgadas onde vemos a forma de filmar e construção da tensão característica, teremos um filme novo, só que não tão novo.

Perceber que a franquia foi para este caminho seguro, é frustrante já que é mesma que mostrou que dava para realizar um grande filme com pouco investimento, um elenco pouco conhecido e apenas a tensão e a brutalidade mantinham o filme funcionando. Mesmo os que não gostam de terro acabavam vendo algo da franquia para entender como ela irá seguir. Algo como vemos hoje em Velozes e Furiosos, mesmo os não amantes acabam procurando entender sobre o que o atual filme irá dizer.



É difícil dizer se este filme é o respiro que os Jogos precisam já que este filme não aparenta novidade e sim, um filme mesmo do mesmo. As cenas mais brutais e o excesso de sangue que era uma grande novidade no começo e meio dos anos 2000, já não atrai tanto público, pois sempre há um filme com este nível de violência em cartaz por semestre ao menos.

A reinvenção se faz necessária em Jogos Mortais, pois a franquia perdeu força por repetir a fórmula e usar muito a imagem de Jigsaw. Tem o lado positivo, pois se tornou um ícone da cultura pop, mas degastou a imagem, como vimos em Freddy Krueger, Jason e até mesmo Michael Myers (Halloween) precisaram passar por novos formatos. Claro, que também estes novos formatos podem não empolgar, como a nova versão do Boneco Assassino lançado em 2019, que foi massacrado pela crítica e fãs.

Espiral foi vendido como remeço, e parece ser, de um sucessor de Jigsaw, mas ao que tudo indica, não temos aqui uma renovação total, que as cenas que estamos acostumados serão as mesmas e que a forma que tudo será revelado será sem surpresas.

Espiral: O Legado de Jogos Mortais estreia dia 17 de junho nos cinemas.

REFERENCIAS:
TORRES, A 
Aprovação de ‘Espiral – O Legado de Jogos Mortais’ DESPENCA entre os críticos; Confira! CINEPOP. 19 de mai. 2021. Dispoível em: < https://cinepop.com.br/aprovacao-de-espiral-o-legado-de-jogos-mortais-despenca-entre-os-criticos-confira-296223/ >  Acesso em 08 de jun. 2021.

GAVENA, L. ESPIRAL, O legado de jogos mortais: diretor explica porque o boneco billy não está no filme​. LEGIAO DOS HEROÍS .  11 de mai. 2021, Disponível em: < https://www.legiaodosherois.com.br/2021/espiral-jogo-mortais-diretor-billy.html > . Acesso em 08 de jun. 2021.

 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »