22/05/2022 às 12h08min - Atualizada em 22/05/2022 às 00h41min

Dia do Orgulho Geek | Os programas infantis da TV aberta

Antes até mesmo da popularização do termo “geek”, uma porta de entrada para o mundo da cultura pop foi a televisão aberta, com a transmissão de animes e vários outros desenhos

Luann Motta Carvalho - Editado por Ana Terra

No dia 25 de maio, celebramos uma data importante da cultura pop: o Dia do Orgulho Geek, também conhecido como Dia do Orgulho Nerd ou Dia da Toalha, em homenagem ao autor de O Guia do Mochileiro das Galáxias, Douglas Adams. Além de relembrar o legado de Adams, a data também se relaciona diretamente com Star Wars, já que a obra de George Lucas chegava aos cinemas nesse dia, em 1977.

Sendo assim, seja com O Guia do Mochileiro das Galáxias, Star Wars, ou qualquer outro filme, série ou livro, o universo geek possui sua iniciativa para promover a cultura nerd e, é claro, incluir todas as pessoas que estão ligadas nesse mundo desde muito cedo – realmente cedo, como podemos ver: o início da caminhada jedi nas telonas ocorreu há 35 anos.

Por outro lado, como a cultura pop expandiu suas fronteiras ao ponto de acolher produtos que antes não estavam considerados nesse universo, é possível dizer que a nossa porta de entrada para o universo geek ocorreu sem nem notarmos. Imperceptivelmente, a gente consumiu várias atividades que nos colocam nesse mundo, principalmente na infância.

Infância e universo geek nos lembram os programas infantis que passavam na TV aberta, especialmente pelas manhãs. Obviamente, eles ainda existem, mas o auge passou pelos anos 90 e 2000, época em que nós fomos apresentados aos diversos desenhos que marcariam nosso período enquanto crianças.

Apesar do auge ter sido bem depois, tais atrações infantis já existiam há bastante tempo no Brasil. Segundo o autor Sergio Mattos, em seu livro “História da Televisão Brasileira: Uma Visão Econômica, Social e Política" (2002), programas que tinham crianças como público alvo já apareciam pela grade televisiva nos anos 50, quando a TV ainda dava seus primeiros passos no país.

Depois disso, essas atrações foram, pouco a pouco, ganhando seus espaços e aparecendo cada vez mais pela televisão. Nesse meio tempo, 
surgiriam várias produções que permaneceriam na memória das pessoas, com um certo estilo se destacando entre os anos 70 e 90: as séries japonesas tokusatsu, que faziam o uso do live-action combinado com longos efeitos especiais.

A lista de séries tokusatsu passa por National Kid, Ultraman, Spectreman, Changeman e Jaspion, além de outras produções que contribuíram para o grande sucesso das atividades audiovisuais do Japão no Brasil. A relevância dessas séries foi tanta ao ponto de influenciar a criação de Power Rangers, um fenômeno dos anos 90 e 2000 – inclusive, existe um debate entre os fãs de tokusatsu sobre o gênero de Power Rangers, se é tokusatsu ou não, devido à origem norte-americana da produção.

Durante a década de 90, o gênero tokusatsu foi perdendo força e sua audiência já não era a mesma. Contudo, a sua influência acabou por inspirar a jornada dos animes no Brasil. E incontáveis animações japonesas passaram pelas telas da Rede Globo, Rede Manchete, SBT, entre outros canais da TV aberta. Esse era o meio possível para acompanhar os animes antes da consolidação da internet e da expansão do planeta globalizado.

O universo cultural japonês, aliás, deve muito de sua fama no Brasil à Rede Manchete, até a empresa anunciar seu fechamento, em 1999. O citado Jaspion foi responsável por desbancar a audiência da Rede Globo em vários momentos. Na parte dos animes, vieram diversos “hits”, como Sailor Moon, Shurato, Yu Yu Hakusho, Super Campeões e Cavaleiros do Zodíaco, uma das animações japonesas mais famosas de todas e produto de enorme popularidade até os dias de hoje no país.  Os outros canais, obviamente, não ficavam para trás e também traziam animes de sucesso, como Pokémon na Record, Dragon Ball no SBT e Samurai X na Globo.

Após o fim da Manchete, os anos 2000 chegaram como a consolidação da TV Globinho e do Bom Dia e Cia., os dois programas matinais da TV aberta de maior sucesso do período. A lista de animes que passaram pelas duas atrações só termina amanhã: Astro Boy, One Piece, Dragon Ball Z, Naruto, Inuyasha, Hamtaro, Pokémon, Yu-Gi-Oh, Fly – O Pequeno Guerreiro, Digimon, Beyblade, Samurai X, Sakura Card Captors... Ufa!

“Poxa, mas só vamos falar das produções japonesas? Das séries tokusatsu e animes?”. Claro que não! Entre os diversos programas infantis ao passar dos anos, outros desenhos também ficaram marcados na memória de muitas crianças e adolescentes. E por mais que seja tentador falar de cada um deles, um tipo específico de produção vale ser enfatizado: os desenhos da DC e da Marvel.

Imediamente, iremos nos lembrar dos sucessos do Bom Dia e Cia. e que nos acompanhavam no nosso horário de almoço. Muitas crianças não tiveram a oportunidade de ler HQs e com isso, as histórias da DC serviram para introduzir várias pessoas no mundo de Superman, Batman e Mulher Maravilha – e Super Choque, sem esquecer do melhor. As sensações Liga da Justiça e Liga da Justiça Sem Limites têm uma relevância tão grande no Brasil que houve uma forte campanha para que a HBO rapidamente adicionasse tais produções no catálogo da plataforma HBO Max, quando o streaming da empresa chegou no território brasileiro, em 2021.

A Marvel também esteve presente. X-Men: A Série Animada e Homem Aranha foram grandes estouros tanto da TV Colosso, nos anos 90, quanto da TV Globinho, na década de 2000, e contribuíram para a entrada de outras produções na rede aberta televisiva. X-Men Evolution foi outro destaque bastante popular da editora, exibido no SBT.

O tempo passou e com a queda da rentabilidade desses programas, as atrações foram perdendo força na TV aberta, a partir dos anos 2010. Recentemente, o SBT anunciou o fim do Bom Dia e Cia. após quase 30 anos de existência, isso depois de uma década sem a TV Globinho. Logo, a porta de entrada de muitos nerds ao universo geek, aos poucos, vai se tornando mais e mais escassa.

Certamente, esse paradigma decorre das mudanças tecnológicas que ocorreram nos últimos tempos, principalmente com a chegada do streaming no mundo digital. Sem planejamento e ações concretas, não há razões para manter os programas infantis na TV aberta. Um exemplo mal sucedido foi a tentativa da Loading, emissora que havia assumido o sinal da antiga MTV em 2020 e que se apresentava como um canal de cultura pop e games, exibindo alguns animes e séries tokusatsu. A rede televisiva ficou menos de um ano no ar, em meio às confusões e polêmicas nos bastidores.

Portanto, as memórias de um mundo televisivo que abriu portas para o universo geek ficam realmente cada vez mais como objeto de recordação. O Dia da Toalha também serve para nos alertarmos do elitismo que atinge o Brasil. Algo que precisamos, inclusive, observar melhor nos temas geek.


REFERÊNCIAS:
AMENDOLA, Beatriz. "Como a TV aberta ajudou a formar geração de nerds no Brasil". OMELETE. Disponível em: <https://www.omelete.com.br/especiais/como-a-tv-aberta-ajudou-a-formar-gera%C3%A7%C3%B5es-de-nerds-no-brasil/>. Acesso em: 20 de abril de 2022.
CANHISARES, Mariana. “Dia do Orgulho Nerd | Entenda por que é celebrado hoje, 25 de maio”. OMELETE. Disponível em: <https://www.omelete.com.br/filmes/dia-orgulho-nerd-25-maio>. Acesso em: 17 de abril de 2022.
PENILHAS, Bruna. "A história dos Tokusatsu no Brasil". IGN BRASIL. Disponível em: <https://br.ign.com/ign-drops/84229/feature/a-historia-dos-tokusatsu-no-brasil>. Acesso em: 20 de abril de 2022.
PINHEIRO, Eder. “ANIMES QUE MOLDARAM TODA UMA GERAÇÃO DOS ANOS 90!”. GEEK QUÂNTICO. Disponível em: <https://geekquantico.com.br/animes-anos-90/>. Acesso em: 17 de abril de 2022.
ROMARIZ, Thiago. "Rede Manchete | 12 desenhos e séries clássicas da emissora". OMELETE. Disponível em: <https://www.omelete.com.br/series-tv/rede-manchete-12-desenhos-e-series-classicas-da-emissora#90>. Acesso em: 21 de abril de 2022.
SOUZA, Ivan. "Afinal de contas, Power Rangers é tokusatsu? Saiba a resposta!". TOKU BLOG. Disponível em: <https://tokusatsu.blog.br/power-rangers-e-tokusatsu/#:~:text=Power%20Rangers%20%C3%A9%20uma%20s%C3%A9rie,%C3%A9%20um%20tipo%20de%20tokusatsu.>. Acesso em: 21 de abril de 2022.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »