24/09/2022 às 23h10min - Atualizada em 24/09/2022 às 23h05min

King Shaka | Conheça a história de Shaka Zulu guerreiro negro que ganhara série produzida pela Showtime

Fundador da Nação Zulu se tornou um dos maiores guerreiros da África e do mundo

Pedro Henrique dos Santos - Editado por Ana Terra
(Reprodução e Divulgação: DW.com)
A plataforma norte-americana, Showtime, anunciou o desenvolvimento de uma série baseada na história de Shaka Zulu. Shaka Zulu foi um grande guerreiro e estrategista responsável por transformar o Império Zulu num dos maiores reinos da história da África e da humanidade entre os séculos XVIII e XIX.

Shaka Zulu nasceu em meados de 1787, seu nome tem origem de uma doença chamada “ishaka”doença que provocava dor, preguiça e inchaço nos corpos das mulheres – como sua mãe não era casada, as pessoas achavam que ela estava com ishaka, por isso quando nasceu Shaka recebeu esse nome.

Shezangakhona príncipe do reino Zulu era seu pai, e tentou de várias maneiras negar sua paternidade, pois como herdeiro do trono, era uma vergonha ter engravidado uma moça antes do casamento, isso poderia tirar-lhe o direto ao trono. Porém, o mesmo pagou o dote a Nandi, mãe de Shaka, e assim foi permitido que ela se mudasse para a casa de sua família.

A relação entre Nandi e Shezangakhona era conturbada, pois segundo relatos, Nandi era arrogante e costumava dar ordens a todos. Shezangakhona que não suportava mais o jeito de Nandi expulso-a de casa com seu filho Shaka, e os dois se juntaram a um clã vizinho chamado Mthethwa.

Foi neste clã que no final da sua adolescência, Shaka começou a demonstrar grande força e habilidade, e graças a sua inteligência e coragem logo foi recrutado como guerreiro. Mas foi apenas com 21 anos que participou da sua primeira guerra.

Shaka era musculoso e possuía um metro e oitenta de altura, se equipava com um escudo oval de um metro de altura e três lanças. Se vestia com uma capa de pele e sandálias de couro e rabos de boia brancos ao redor dos tornozelos.

As batalhas travadas na época, eram intertribais e possuíam pouco derramamento de sangue, pois os lados se enfrentavam apenas a distância, com apenas arremessos de suas armas. Em suas lutas, Shaka costumavam descartar suas sandálias para que assim conseguisse arremessar suas lanças com mais facilidade.

Logo Shaka ganhou fama, e o rei de Mthethwa, Dingiswayo, o ajudou a regressar ao seu povo, dando-lhe dois guerreiros para que ajudassem o assumir o poder. Seu pai já havia falecido, e tinha dito que o herdeiro do trono deveria ser seu filho Sigujana e não Shaka, então para poder assumir o trono Shaka matou seu meio-irmão e em 1816 tornou-se rei. Após se tornar rei, Shaka integrou o povo Mthethwa no seu reino, e aos poucos começou a conquistar outros clãs e governá-los.

Shaka começou a ser conhecido por expandir o seu Reino, mas ganhou fama por sua crueldade e se tornou um governante autoritário, se alguém o insultasse o mesmo condenaria a pessoa à morte por espancamento ou empalamento –  método de tortura e execução em que colocavase uma estaca através de um orifício do corpo, geralmente ânus ou vagina, que atravessasse o corpo do torturado até sua morte.

Segundo alguns historiadores, Rei Shaka governou prosperamente por cerca de dez anos, contando com mais de 50 mil soldados ao seu lado, por outro lado, ele teria sido responsável pela morte de cerca de dois milhões de pessoas através da guerra.

Em 1928 Shaka foi morto por um golpe liderado pela sua tia, que alegou que após a morte da sua mãe o mesmo teria ficado psicótico, pois Shaka havia matado muitas pessoas pelo pretexto da morte de sua mãe, devido às pessoas que não mostram luto o suficiente pela sua perda, e por perseguições durante sua infância.

Apesar de algumas controvérsias sobre sua história, até os dias atuais os reis zulu e o povo zulu prestam homenagem ao trono do Rei Shaka, pois ele representa o ponto de união da unidade zulu.

Série
A plataforma norte-americana, Showtime, anunciou o desenvolvimento de uma série baseada na história de Shaka Zulu, com o ator Charles Babalola (Os Foras da Lei, 2021) como o personagem Rei Shaka.

A série contará a história do fundador do Império Zulu, e sua ascensão ao poder, unindo diversas tribos pelo território da África no início do século XIX. Confira a declaração dos produtores da obra divulgada:

 
“A poderosa história do Rei Shaka e da Nação Zulu fala ao coração de tudo com que nos identificamos como africanos. É uma benção e uma honra compartilhar a grandeza da história do povo Zulu com uma abordagem completa e diferenciada que serve como um microcosmo para a história africana em todo o continente. Não poderíamos estar mais animados para reintroduzir essa narrativa da perspectiva de seu próprio povo e compartilhá-la com o mundo”.

A produção da série teve início neste mês na histórica província da África do Sul de KwaZulu-Natal (KZN), local de nascimento do Rei Shaka. A série tem previsão de estreia para o ano de 2023 e deve chegar ao Brasil pela plataforma Paramount+.
 

Referências:
ANTHUNES, Arthur. “King Shaka’: Nova série sobre o Rei do Império Zulu está sendo desenvolvida pela Showtime. 2022. Disponível em: <https://mundonegro.inf.br/king-shaka-nova-serie-sobre-o-rei-do-imperio-zulu-esta-sendo-desenvolvida-pela-showtime/>. Acesso em: 29 de Agosto de 2022 às 11h26.
KHUMALO, Thuso. Shaka Zulu: Pai fundador da nação zulu. 2020. Disponível em: <https://www.dw.com/pt-002/shaka-zulu-pai-fundador-da-na%C3%A7%C3%A3o-zulu/a-53691856>. Acesso em: 30 de Agosto de 2022 às 11h37. 
PEREIRA, Joseane. Shaka Zulu, O Napoleão Africano. 2019. Disponível em: <https://aventurasnahistoria.uol.com.br/noticias/reportagem/shaka-zulu-o-grande-napoleao-africano.phtml>. Acesso em: 30 de Agosto de 2022 às 11h15.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »