28/10/2022 às 23h17min - Atualizada em 28/10/2022 às 23h17min

Sony Pictures vai produzir novo reboot de Tarzan

Estúdio planeja “reinventar” o personagem clássico para os dias atuais

Mariana França - Editado por João Martinez
Fonte: Reprodução/Disney

De acordo com o The Hollywood Reporter, a Sony Pictures adquiriu os direitos de Tarzan, uma renomada obra literária criada pelo escritor Edgar Rice Burroughs que mais tarde inspirou a clássica animação da Disney de mesmo nome. 

Ainda de acordo com o veículo americano, os estúdios estão planejando uma “reinvenção total” do personagem para os dias atuais e essa é toda a informação que se sabe até o momento. A produção não conta com maiores detalhes como: diretor, roteiristas, elenco, sinopse, entre outras informações de relevância.

É importar recordar que desde a sua criação em 1912, o clássico herói já passou por diversas reinvenções, desde a publicação de uma série de pulp até o lançamento do seu primeiro filme em 1918. O auge de sua popularidade aconteceu entre os anos 1930 e 1960, quando o herói principal passou a ser interpretado, respectivamente, pelo nadador olímpico Johnny Weissmuller e pelo ator Ron Ely. Entretanto, sem dúvida alguma a maior e mais reconhecida adaptação da obra é a animação criada pela Disney em 1999. 

E mesmo com todos esses títulos, se teve algum aspecto da obra que continuou o mesmo em todos esses anos foi a premissa. A narrativa sempre gira em torno da jornada de um filho de aristocratas ingleses que acabam desembarcando no meio de uma selva africana após um motim. Com a morte de seus pais, esse jovem passa a ser criado por macacos e é reconhecido pelo nome de Tarzan, o que significa “pele branca”. Em meio a tudo isso, as telas já se encheram das mais diversas (e inusitadas) aventuras, incluindo lutas contra animais, caçadores, nazistas e até amazonas de cidades perdidas.

ADAPTAÇÕES RECENTES

Em sua última adaptação para os cinemas foi em 2016, uma produção criada pela Warner Bros, com nomes no elenco como Margot Robbie e Alexander Skarsgard e uma bilheteria de US$ 356,7 milhões para seus US$ 180 milhões de orçamento, a saga não atingiu o sucesso esperado e recebeu muitas críticas tanto do público como dos especialistas de cinema. Um dos motivos foi o subtexto que acompanha o personagem.

Em resumo, o plano de “reinvenção” da Sony está relacionado ao fato das obras de Burroughs apresentarem ideias de colonialismo, o mito de um salvador branco, além de estereótipos raciais e de gênero que estão “ultrapassados”, daí surge a ideia dos estúdios em criar um Tarzan que se encaixe mais a cultura do século XXI.

Mas fica o questionamento: Trazer Tarzan de volta aos cinemas é, de fato, necessário? Como adaptar o personagem aos dias atuais?

REFERÊNCIAS : 

ANTÔNIO, J. Tarzan ganhará novo reboot em live-action nos cinemas. Combo Infinito. 03 de out. de 2022. Disponível em: <https://www.comboinfinito.com.br/principal/tarzan-ganhara-novo-reboot-em-live-action-nos-cinemas/> Acesso em: 04 de out. de 2022

BIANEZZI, M. Tarzan ganhará mais um reboot live-action nos cinemas. IGN Brasil. 03 de out. de 2022. Disponível em: <https://br.ign.com/cinema-tv/102886/news/tarzan-ganhara-mais-um-reboot-live-action-nos-cinemas> Acesso em: 04 de out. de 2022

SOUZA CARLOS, D. Tarzan ganhará nova versão, aos moldes do século XXI, pela Sony. Adoro cinema. 01 de out. de 2022. Disponível em: <https://www.adorocinema.com/noticias/filmes/noticia-165974/> Aceso em: 03 de out. de 2022

REDAÇÃO. Sony adquire direitos de Tarzan para novos projetos. Terra. 01 de out. de 2022. Disponível em: <https://www.terra.com.br/diversao/entre-telas/filmes/sony-adquire-direitos-de-tarzan-para-novos-projetos,4913d040f77780cf13ec95b2bb346a6bv0svs47a.html> Acesso em: 03 de out. de 2022
 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »