11/08/2019 às 23h39min - Atualizada em 11/08/2019 às 23h39min

Velozes e Furiosos: Hobbs & Shaw – Vale a pena assistir?

Brigas, opiniões contrárias e mudanças de ideias são pontos cruciais deste filme

Pedro Dias - Editado por Igor Cartiê
Arte/site: Empire
A franquia de Velozes e Furiosos é marcado pelas tradicionais corridas de rua. Ou pelo menos, era o que motivava o público assistir, e claro, para quem gostava de jogos de corrida que tinham essa pegada. O exemplo mais ideal que podemos usar é o Need for Speed.

Fonte:  Pocket-lint 

Parece que ao longo dos anos das produções cinematográficas de Velozes e Furiosos começaram a mudar bastante a ideia dos filmes. Ao invés de ser o filme de corrida ou sobre corridas de rua, agora, os filmes são focados em pura ação. Do início ao fim, cena após cena, Velozes e Furiosos: Hobbs & Shaw contém muitas cenas de ação. O que não deixa de ser um bom filme.
 
Em Velozes e Furiosos: Hobbs & Shaw, este é o primeiro filme sem a presença do ator Vin Diesel. Desde o desentendimento que aconteceu nos bastidores entre Dwayne e Diesel nas gravações do 8° filme da franquia, a Universal criou Hobbs & Shaw para não perder o astro Dwayne “The Rock” Johnson e também chamou para esse filme o ator Jason Statham.

Fonte: Empire 

Com isso, fez com que fosse adiado para 2020 o nono filme de Velozes & Furiosos. Provocando a raiva dos membros do elenco do filme, como é o caso de Tyrese Gibson. A Universal tinha anunciado que teria que adiar a estreia de Velozes e Furiosos 9, sendo assim, o ator Tyrese Gibson publicou uma foto no seu instagram com uma mensagem “culpando” Dwayne pela nova data. Tyrese afirma que Dwyane fez a franquia ser sobre ele e seu personagem Hobbs. O ator Tyrese disse que não pretende remover a postagem do seu instagram e ironiza se a produção será “Baywatch” e ainda cita o remake recente protagonizado por The Rock.

Fonte: Instagram oficial do ator Tyrese Gibson

Tyrese Gibson teria ameaçado de sair da produção do filme por conta de The Rock, mas ele acabou desistindo da ideia. O motivo que fez com que Gibson permanecesse no filme era por causa do ator Justin Lin, como é falado por ele em uma publicação no Instagram: “Justin Lin está de volta e isso é animador... Quando vemos Justin, nós vemos o Paul (Walker)”.

Fonte. Instagram oficial de Tyrese Gibson 

Além dessas polêmicas que aconteceram nos bastidores, alguns jornais também criticaram o filme. E a avaliação desses jornais e do Metacritic podem mostrar que este filme de Velozes e Furiosos: Hobbs & Shaw, o spin off, não era de se esperar tanto.
 
De acordo com o site Metacritic, o filme recebeu uma avaliação geral de 60% com base em 54 críticas feitas pela imprensa. Jornais como “The Guardian”, “CNN” e o “New York Times” avaliam como mediano, tendo uma pontuação entre 50% a 60% das avaliações. Mas para outros meios de comunicação como “Washington Post”, “Los Angeles Time” e o “The Seattle Times” avaliaram positivamente, tendo uma variação entre 63% a 75% das avaliações.


Fonte: Metacritc

Como foi dito no início da matéria sobre a mudança drástica na ideia do filme é a falta das corridas de rua neste filme. Já que o conceito da saga de Velozes e Furiosos sempre foi isso. Obviamente, não deixar de ser um bom filme por conta desse elemento. Mas que poderia focar nas corridas de rua seria uma boa ideia e a volta do foco ideal do filme.
 
A falta de sentindo cronológico nos filmes deixa o telespectador confuso. Como é o caso de Velozes e Furiosos – Desafio em Tóquio, os acontecimentos são posteriores aos eventos de Velozes e Furiosos 6 e 7. Perceba que até as tecnologias apresentas em Tóquio são obsoletos para os filmes que são realizados nos dias de hoje. As pessoas não usam smartphone, os carros são antigos. Se fosse feita uma nova gravação deste filme para consertar os erros, seria possível anularmos esses erros.

Resultado de imagem para velozes e furiosos desafio em tóquio gif

Resultado de imagem para velozes e furiosos desafio em tóquio gif

Fonte: Gfycat 

No filme de Velozes e Furiosos 8, o público conhece o Brian Toretto, o filho de Dominic Toretto que teve com sua ex-amante, Elena Leves. A idade de Brian não faz sentido nenhum. Já que Dom e Elena separaram em Velozes e Furiosos 6, e os acontecimentos deste filme se passam quatro anos antes do surgimento do filho de Toretto. 

Resultado de imagem para Dom Toretto son gif

Resultado de imagem para Dom Toretto son gif

Fonte: Tumblr
 
A história de Brian e Roman também é contata de maneiras diferentes. No filme “+Velozes + Furiosos” é relatado por ambos que eram amigos de infância. Porém, no filme “Velozes e Furiosos: Operação Rio” é dito por eles que se conheceram durante a “detenção juvenil”. O que leva crer que eram mais velhos do que foi falado no segundo filme.

Resultado de imagem para brian and roman fast and furious gif

Resultado de imagem para brian and roman fast and furious gif


Fonte: Giphy

Outro erro está no filme de Velozes e Furiosos 7. Samantha Hobbs, filha de Luke Hobbs, visita-o no hospital após a luta contra Deckard. Em Hobbs & Shaw, a menina tem 9 anos de idade, ou seja, isso leva a crer que a sua idade e aparência não condiz em Velozes e Furiosos 7.
 
Resultado de imagem para Samantha Hobbs fast and furious

Resultado de imagem para Samantha Hobbs fast and furious


Fonte: Youtube

Em Hobbs & Shaw, o erro está na idade dos personagens. No filme, descobrimos que Deckard tem uma irmã mais nova e que pertence ao MI6, a agente Hattie Shaw. O problema que surge é quando a mãe dos dois, Magdalene, relembra a época que ambos brincavam quando eram crianças.

Resultado de imagem para hobbs and  shaw fast and furious gif

Resultado de imagem para hobbs and shaw fast and furious gif

Fonte: The Ringer 

Jason Statham possui 52 anos e Vanessa Kirby possui 31, o que leva a entender que a afirmação de Magdalene não faz o menor sentido. Já que a idade de ambos não é próxima o bastante para que tenham crescidos juntos quando eram crianças. É um erro pequeno, mas ao mesmo tempo, é estranho essa diferença.
 
Por fim, levando em considerações alguns erros cronológicos que foram feitos ao longo das gravações de Velozes e Furiosos e pela falta das tradicionais corridas de rua, que era o carro chefe das principais produções dos filmes de Velozes e Furiosos, o público pode contemplar este filme de ação e comédia de Velozes e Furiosos: Hobbs & Shaw.
 
Imagem relacionada

Imagem relacionada

Fonte: Gfycat 
 

Referências:
 
Linha do tempo da franquia Velozes e Furiosos não faz o menor sentido. 2019. Acessado em 9. agosto. 2019. Disponível em <https://observatoriodocinema.bol.uol.com.br/listas/2019/08/linha-do-tempo-da-franquia-velozes-e-furiosos-nao-faz-o-menor-sentido>
 
Velozes & Furiosos: Hobbs & Shaw. 2019. Acessado em 8. agosto. 2019. Disponível em <https://www.omelete.com.br/filmes/criticas/velozes-furiosos-hobbs-shaw>
 
Por que atores de Velozes e Furiosos estão tretando com elenco de Hobbs & Shaw. 2019. Acessado em 8. agosto. 2019. Disponível em <https://observatoriodocinema.bol.uol.com.br/artigos/2019/08/por-que-atores-de-velozes-e-furiosos-estao-tretando-com-elenco-de-hobbs-shaw>
 
Velozes e Furiosos | Tyrese Gibson “culpa” The Rock por adiamento do nono filme. 2017. Acessado em 8. agosto. 2019. Disponível em <https://www.omelete.com.br/velozes-e-furiosos-8/velozes-e-furiosos-tyrese-gibson-culpa-the-rock-por-adiamento-do-nono-filme>
 
Velozes e Furiosos | Tyrese Gibson volta atrás e deve participar do nono filme da franquia. 2017. Acessado em 8. agosto. 2019. Disponível em <https://www.omelete.com.br/velozes-e-furiosos/velozes-e-furiosos-tyrese-gibson-volta-atras-e-deve-participar-do-novo-filme-da-franquia>
 
 
 

https://www.metacritic.com/movie/fast-furious-presents-hobbs-shaw
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »