23/10/2019 às 21h17min - Atualizada em 23/10/2019 às 21h17min

O mercado das animações adultas

Abordando críticas, séries adultas estão sendo ótimas formas de expressão de assuntos polêmicos

Vitória Xavier - Editado por Bárbara Miranda

As empresas que produzem animações estão cada vez mais apostando em desenhos para o público mais velho, que vem reagindo bem a isso. O conteúdo dessas séries, além de terem o intuito de entreter, trazem críticas e tocam em assuntos mais sérios e polêmicos.

O conteúdo nem sempre precisa atingir a clasificação +18 para chamar a atenção dos adultos. O desenho "Hora de Aventura", por exemplo, tem um publico que vária de 18 a 24 anos. 

 
Exemplos de animações adultas

Bojack Horseman
é a primeira que pode ser citada como exemplo, criada por Raphael Bob-Waksberg, a história conta sobre Bojack (Will Arnett), que ficou famoso por estrelar um sitcom em Hollywood. Entretanto, nos dias atuais ele pode ser considerado apenas uma subcelebridade solitária, que desconta as suas mágoas em bebidas, drogas, sexo e muitas festas para ainda se sentir alguém. 

Os assuntos citados são pesados, o telespectador tem o total contato com alguém deprimido com a vida, que tem pessoas próximas enfrentando problemas também, ou seja, a animação busca retratar atribulações vividas na vida real e não romantiza uma vida de fama.


FONTE: Bojack Horseman está caminhando para o final da série. A primeira parte da sexta temporada chegará no dia 25 de Outubro na Netflix. IMAGEM: (Reprodução). 
 

(Des)encanto, uma série recente, produzida por Matt Groening (Os Simpsons), apresenta um cenário parecido, com a personagem Bean (Abbi Jacobson) - Uma princesa solitária, que desconta as suas mágoas em bebida. O empoderamento feminino também é algo que possui uma atenção, especialmente por conta da época em que se passa a série: Medieval. O foco aqui é o humor, mas a oportunidade de críticas não são deixadas de lado. O período de tempo trás a oportunidade de exploração de vários tópicos.


FONTE: A animação Desencanto tem duas partes lançadas na Netflix . IMAGEM: (Reprodução).  

Big Mouth, criado por Nick Kroll, Andrew Goldberg, Mark Levin e Jennifer Flackett, chegou para quebrar os tabus. Os assuntos envolvendo a sexualidade é o principal foco da série, entretanto, outras coisas como a depressão, feminismo e bullying, sãoão tratados também. A animação não precisa nem ser necessariamente considerada como algo adulto, pois é um ótimo conteúdo para adolescentes, que estão enfrentando momentos similares aos exibidos na série. 

É de extrema importância falar desses assuntos abertamente, assim como a série faz. Pois a falta de informação acarreta consequências na vida de jovens não instruídos pelos pais que encaram a sexualidade como um tabu.
 

FONTE: Os monstros ao lado dos personagens representam a purbedade. IMAGEM: (reprodução). 

Com as três séries citadas é possível entender o conteúdo que elas exibem. Ainda há preconceito pela parte de alguns adultos que consideram desenhos como algo “infantil”, todavia, quem tem a oportunidade de contato com esses conteúdos, percebe a riqueza de assuntos abordados, com o toque de entretenimento, muitas vezes voltados para a comédia. 

A lista continua com diversos outros títulos: “Rick and Morty”, “Tuca & Bertie”, “Love, Death and Robots”, “Paradise Police”, “Final Space”, “Super Drags”, e inúmeras outras animações desse mercado que vem crescendo. Cabe então o telespectador escolher o assunto que mais lhe agrada. Pois há um conteúdo para todos os gostos. 

Por que os adultos estão consumindo esse conteúdo?

Por ser uma animação, não há tanta limitação, logo, é possível fazer uso de várias possibilidades para encantar o público. A forma como as críticas são abordadas, se tornam algo sútil e nada forçado, mostrando a riqueza desses conteúdos adultos - que muitas vezes, levam essa classificação, apenas por abordar vários assuntos pesados com naturalidade.   

Um outro fator que prende o telespectador é a cronologia de história, antes muitas animações costumavam ter episódios que não se conectavam. Entretanto, grande parte das que estão saindo agora, possuem um roteiro elaborado, predendo a atenção do telespectador, que aguarda ansiosamente a continuação para saber o desfecho.  


Portanto fica claro que uma animação adulta não é mais um daqueles conteúdos que não agregam em nada, claro que há exceções, mas por parte das grandes produtoras o foco na qualidade é grande, quanto da animação, como do roteiro. Quem nunca deu uma chance para elas, está na hora de tentar.

Vale ressaltar que nem todas as séries atingem a classificação de +18, porém é importante a presença dos pais devido a total liberação de assuntos: Drogas, sexo e violência, além de assuntos mais sérios, como a depressão. 

REFERÊNCIAS

BUBNIAK, Gabriela. 
10 animações só para adultos assistirem na Netflix. OCP News. Ago. 2018. Disponível em: <https://ocp.news/entretenimento/10-animacoes-so-para-adultos-assistirem-na-netflix>. Acesso: Out, 2019. 

MOTTA, Kethllin. Confira 20 animações adultas disponíveis na Netflix! Entrete-se. Maio. 2019. Disponível em:<
https://entreterse.com.br/confira-20-animacoes-adultas-disponiveis-na-netflix-26556/>. Acesso: Out, 2019. 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »