03/03/2020 às 17h38min - Atualizada em 03/03/2020 às 17h38min

'O Homem Invísivel' ganha remake

87 anos depois a produção ganha um novo lançamento

Aline Fonseca - Editado por Milena Iannantuoni
Fonte: Universal Studios/ Reprodução: ItaúCinemas

Escrita e dirigida por Leigh Whannell , O Homem Invisível tem sua nova versão descrita como “assustadora”.Com data de lançamento prevista para o dia 12 de março, o filme já é um sucesso internacional de bilheteria, alcançando um total de US$ 49 milhões de dólares contrapondo os US$ 9 milhões usados para a produção.

O longa é um remake de uma versão original, produzida em 1933 e é baseada no livro do britânico H.G. Wells  publicado originalmente em 1897.

Além disso, o sucesso entre os críticos garantiu ao filme uma ótima avaliação no Rotten Tomatoes com 90% de aprovação. Parte desse sucesso veio da atriz principal, Elisabeth Moss. 

Elizabeth conta, em uma entrevista, o que acha da abordagem utilizada pelo autor:

Ela diz que ele está lá, atacando-a, abusando dela, manipulando-a e todos em volta dizem ‘relaxa, está tudo bem. Ninguém acredita nela, a analogia é clara!”,  disse a atriz.

Para ela, o filme é uma metáfora clara sobre um assunto vivido por milhares de mulheres todos os dias, o relacionamento abusivo. Após quatro temporadas atuando em The Handmaid's Tale, onde Moss possui uma personagem que sofre diversos tipos de abusos, entrar no personagem de Cecília torna-se mais fácil.

Se você se acredita que o remake é exatamente fiel ao roteiro original você está completamente enganado.

Primeiramente, temos a diferença entre focos. O roteiro original foca em Griffin (Homem Invisível), um cientista que acaba tomando um composto químico que o deixa invisível e cada vez mais apresentando surtos psicóticos. Já o remake, é focado no relacionamento abusivo entre os personagens principais e como o Homem Invisível decide infernizar a vida de sua ex.

Outra diferença é que nessa refilmagem, o homem é totalmente invisível, o que deixa um tom mais sombrio e assustador na produção. Em entrevista ao site Bloody Disgusting, o diretor explicou o motivo da atualização tecnológica por trás da invisibilidade do personagem-título no terror ‘O Homem Invisível‘.

"Eu queria me manter longe de algo estranho ou bobo. Eu não queria nenhum soro, esse foi um dos meus primeiros pensamentos. Não parecia nada real. Eu queria algo que o público pudesse acreditar, algo que pudesse acontecer amanhã.”

Confira o trailer


Ficou curioso? Então fique ligado nas telonas para acompanhar esse filme que promete ser um sucesso.

REFERÊNCIAS

BIBBIANI. W .
How Leigh Whannell Set Out to Make ‘The Invisible Man’ Scarier Than Ever Before [Interview]. Bloody Disgusting. 2020. Disponível em <
https://bloody-disgusting.com/interviews/3606766/leigh-whannell-tried-make-invisible-man-scarier-ever-interview/​> Acesso em: 03 de março de 2020

FERREIRA. R .O Homem Invisível: Trailer traz Elisabeth Moss sendo atormentada pelo ex-marido. Adoro Cinema. 2019. Disponível em <
http://www.adorocinema.com/noticias/filmes/noticia-151643/​> Acesso em: 03 de março de 2020.


 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »