16/04/2019 às 15h03min - Atualizada em 16/04/2019 às 15h03min

Um novo mundo para as HQs

Filippe Teixeira conhecido como “Filipperama” é Ilustrador, Quadrinista e Designer Gráfico de Fortaleza/CE. Com muito bom humor ele resolveu contar um pouco da sua nova webcomic “Corja”, que passa uma grande mensagem sobre a valorização da amizade.

Vitória Xavier - Editado por Bárbara Miranda
Webcomic “Corja” de Felippe Teixeira.
Webcomic ou HQ Digital em português, é um novo conceito para as famosas histórias em quadrinhos que fizeram parte da infância de muita gente, como os gibis da “Turma da Mônica” de Maurício de Souza. Porém agora com suas páginas substituídas por telas de celulares ou de computadores é possível ler essas “Webcomics” em plataformas próprias para as suas publicações ou até mesmo em redes sociais, se tornando assim um meio mais fácil tanto para os ilustradores quanto para os próprios consumidores.

Filippe de 21 anos resolveu usar essa nova possibilidade para a criação de um novo projeto “Corja”, o qual a intenção é tentar postar pelo menos uma vez por semana páginas da sua história em quadrinho. Nas suas redes sociais é notável ver a ótima recepção do público com as primeiras páginas publicadas. Devido a isso o Lab Dicas de Jornalismo foi atrás e conseguiu uma entrevista exclusiva! Confira:

FONTE: Arquivo pessoal de Felippe Teixeira/ Montagens Thiago S Linhares.

• Sobre o que é a HQ?
Eita é um pouco difícil falar isso já que seria spoiler, mas eu posso dizer que é a história de um garoto chamado Gabbit, que junto com um unicórnio e um grupo de pessoas, vivem fazendo missões para tornar a qualidade de vida de outras pessoas melhor. Mas revelando um spoiler: eles são ladrões que roubam para dar aos pobres, como um Robin Hood da vida, daí vem o nome Corja.

• O personagem principal foi criado para a HQ?
Eu criei a HQ para o personagem principal, quando o Gabbit foi criado ele era "mascote" do protagonista de outra história, porém acabou ficando mais famoso que o próprio. Fazendo assim uns 6 anos que eu o criei.

• É um projeto individual?
Individual assim né, ao longo de 5 anos que tenho essa história e fui contando para as pessoas, porém agora eu tenho a ajuda de uma amiga para ideias e a revisão textual, Katarine Calado. Ela é maravilhosa, mesmo a parte bruta ficando comigo eu diria que ela é uma bela de uma ajuda.

• De onde surgiu a ideia de fazer uma web comic?
Eu pretendia fazer essa história para um formato impresso e financiar ele por meio de Crowdfunding (Quando a pessoa cria um projeto e conta com o financiamento de outras pessoas), mas eu tive a sensação que se não começasse logo a fazer e a postar, eu não iria fazer nunca “hahaha” e ela é bastante cobrada desde que apresentei aos meus amigos. Portanto resolvi ir por esse meio que também ajuda a ter um retorno imediato.

• Então pretende transformá-la em uma HQ física futuramente?
Pretendo sim! Quero fazer uma campanha no Catarse (Meio de Crowdfunding), ajeitar tudo direitinho e acrescentar mais coisas. Pois as mídias sociais acabam tendo limitações, como é o caso do instagram que o capítulo só pode ter 10 páginas se eu quiser postar ele inteiro de uma vez.


FONTE: Webcomic “Corja” de Felippe Teixeira.

• Falando em mídias sociais, quais plataformas estão disponíveis para a leitura? E como está sendo o formato?
No momento somente Instagram e no facebook nas minhas contas “Filipperama”, mas futuramente prometo upar em outras plataformas próprias para Webcomic como o Tapas e Webtoon. Vou contar com a ajuda da Katarine, que trabalha com tradução para traduzir a hq toda para o inglês, já que ajuda no alcance por essas plataformas serem...universais! “Haha”.

• Por fim, qual a sua opinião sobre webcomic? Você acha que elas vão substituir as HQs físicas?
Não, não vão substituir. Existem elementos que podemos pôr nas webcomic que em física não podemos e assim vice versa, como uma passada de páginas que é muito importante. Acredito que nada substitui o físico, pois a gente já passa boa parte das nossas vidas na internet, logo isso acaba sendo uma maneira importante de ocupar o nosso tempo fora dela, com quadrinhos.

Além de Hqs, ele também trabalha com ilustrações maravilhosas, confira algumas:


FONTE: Ilustrações de Felippe Teixeira.

Para ler “Corja” ou conhecer um pouco mais sobre o ilustrador é só segui-lo em suas redes sociais:
Facebook: Filipperama 
Instagram: @Filipperama 


 
 
 
 
 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »