11/05/2019 às 10h32min - Atualizada em 11/05/2019 às 10h32min

14 espaços culturais de Porto Alegre recebem a Noite dos Museus 2019

O evento terá mais de 60 apresentações, que poderão ser conferidas das 19h às 1h, todas com entrada franca

Ana Paula Moraes Figueiredo
MARGS no Noite dos Museus 2018 - Crédito: Felipe Fraga
Porto Alegre/RS - Uma noite aguardada por muitos que curtem cultura, arte e todas as suas ramificações é a quarta edição da Noite dos Museus, evento realizado na capital gaúcha Porto Alegre e que já tem data definida. No próximo sábado (18), a partir das 19h inicia a programação, que seguirá até 1h da manhã. Todas as atividades têm entrada gratuita. Por decisão de seus gestores, apenas a Fundação Iberê Camargo ficará aberta somente até às 22 horas, com liberação do primeiro andar. 

Serão mais de 60 apresentações em 14 espaços culturais e todos os locais receberão iluminação especial, tornando-os também obras de artes urbanas. Nesta edição dois novos locais sediarão a Noite dos Museus: Museu da Brigada Militar e o Centro Cultural CEEE Erico Veríssimo. As atrações serão realizadas nos bairros Bom Fim, Centro Histórico, Cidade Baixa, Cristal, Independência e Santana.

O evento é idealizado pelo argentino Rodrigo Nascimento, com realização do Ministério da Cidadania e produtora Rompecabezas, com patrocínio de Banrisul e Sulgas, apoio de DLL e apoio institucional de IBRAM, Secretaria de Estado da Cultura, Prefeitura Municipal de Porto Alegre e Unimed como cobertura médica oficial do evento. Neste ano o roteiro cultural foi desenvolvido por um conselho artístico formado pela equipe da produtora Rompecabezas e dois consultores convidados: o gestor cultural paulistano Bruno Assami e o jornalista gaúcho Roger Lerina.

Diversidade

Já tradicional no calendário cultural da cidade, a Noite dos Museus abrange inúmeras expressões artísticas, descentralizadas em diferentes pontos da cidade e em horário alternativo. Há atividades para todos os gostos como música de diferentes estilos, teatro, dança, literatura, exposições, workshop sobre culinária, bate-papo, visita aos acervos, pocket shows com artistas locais, como Duca Leindecker, Frank Jorge e Arthur de Faria. As atrações contemplam desde o público infantil até o adulto, como o espetáculo Tóin: Dança para bebês, da Muovere Cia de Dança, voltado para o público da primeira infância e seus pais.

O campo da literatura terá o Especial Slam Peleia, criado especialmente para o evento, e trata-se de um campeonato de poesia declamada. De acordo com o idealizador do projeto Noite dos Museus, Rodrigo Nascimento, as atrações foram pensadas de forma a ter sempre inovação, e não apenas repetição de edições anteriores, proporcionando maior pluralidade ao público.

“A programação foi pensada para incluir propostas artísticas pouco conhecidas, de nicho, que têm um público específico. Isso oportuniza que um grande público tenha acesso às propostas que geralmente estão em locais que eles não costumam frequentar”, destaca. “Um exemplo disso é o especial do Slam Peleia, que geralmente acontece na rua, mas que vai ocorrer dentro do MARGS. A ideia de criar esse contraste, colocando atrações em locais onde geralmente não está o público dela, faz parte do nosso compromisso de formação de público", pontua.

Além dos espaços participantes, a Praça da Alfândega também terá intervenções culturais com pocket shows em palco a céu aberto, opções de gastronomia e uma lojinha com produtos personalizados do evento como camisetas, ecobags, botons e uma cerveja autoral. Para quem gosta de fotografias, haverá um Varal Fotográfico com fotos penduradas compartilhadas pelo público em suas redes sociais com a hashtag #varaldonoite na noite do evento. Em caso de chuva, essas atividades serão transferidas para o interior dos museus.

Incentivo ao gosto pela cultura

Priscila Rodrigues - Crédito: Divulgação

Priscila Rodrigues - Crédito: Divulgação



























Priscila Rodrigues, 38 anos, é jornalista e trabalha com assessoria de imprensa em Porto Alegre, cidade em que também reside. Apreciadora das artes e cultura, Priscila é bastante assídua no roteiro cultural da cidade. “Frequento a Noite dos Museus há bastante tempo, participo todos os anos. Fico sempre esperando a divulgação da programação para poder me organizar, pois o público é muito participativo”, afirma. “Faço visitações frequentes aos museus de Porto Alegre, e quando viajo, sempre tento ver alguma exposição.”

Para Priscila, a Noite dos Museus cumpre o objetivo de democratizar a cultura por meio da programação diversificada, e o público tem se mostrado bastante interessado. “À medida que as pessoas ficam sabendo do evento, que é gratuito, querem participar, e a Noite dos Museus permite o acesso de todos, muitas vezes conhecendo um novo local e até mesmo suas atividades durante os outros dias do ano”, avalia.

Além de consumir e dedicar parte do seu tempo à cultura, Priscila acredita que é importante difundir para todas as pessoas os eventos e roteiros culturais. Ela conta que, na edição de 2017 da Noite dos Museus levou a sobrinha Mariana Rodrigues, na época com 11 anos. “Eu queria muito mostrar o evento para ela. No dia, ela fez uma atividade com papeis e lápis de cor, que era a reprodução de obras de artistas. Ela adorou, fez fotos”, relata. “Então é importante participar sempre que possível, convidar alguém que nunca foi, é preciso tentar fomentar, promover cada vez mais a cultura.”

Mariana Rodrigues conheceu e se divertiu na Noite dos Museus - Crédito: Priscila Rodrigues

Mariana Rodrigues conheceu e se divertiu na Noite dos Museus - Crédito: Priscila Rodrigues



























Mobilidade urbana
 
A Noite dos Museus também incentiva o público a circular pela cidade de diferentes formas. No site do projeto há opções de circulação pela capital, com caminhos a serem percorridos de bicicleta, trajetos a pé, de carro e linhas de ônibus. 

O ônibus da Linha Turismo fará um roteiro especial na noite de sábado para facilitar o trânsito entre os principais centros culturais da cidade. Das 18h30 até à 1h, a Linha Turismo passará pelas instituições participantes, com exceção do Museu da Santa Casa, devido a um bloqueio em um dos trechos do Centro. O roteiro inicia no Museu de Porto Alegre Joaquim Felizardo, mas o público poderá embarcar e desembarcar em qualquer uma das paradas. O passe custará R$ 30 no valor inteiro e R$ 15 para crianças de 3 a 12 anos, pessoas acima de 60 anos e estudantes com carteira da UNE e UGES. Os pagamentos poderão ser feitos dentro dos ônibus em dinheiro ou com cartões de crédito e débito.

Aplicativo

 
Está disponível gratuitamente para os sistemas Android e iOS o aplicativo Noite dos Museus, que permite que o público monta seu próprio roteiro, com acesso a todas as informações durante o evento, como as exposições vigentes, as instituições participantes, a programação cultural e os artistas. 
 
Programação:

Serviço:

O quê: Noite dos Museus 2019
Quando: 18 de maio, sábado, das 19h à 1h (com exceção da Fundação Iberê Camargo que funcionará até às 22 horas)
Quanto: Entrada franca
Classificação etária: Livre

Museu da Brigada Militar (Rua dos Andradas, 498 – Centro)
19h15 – Banda da Brigada Militar (música instrumental)
20h45 – Luciano Maia (acordeon)
22h15 – Mathias 7 Cordas (choros, sambas e valsas)
23h30 – 50 Tons de Blues (música)

Centro Cultural CEEE Erico Verissimo (Rua dos Andradas, 1223 – Centro) 
20h – Oly Jr. (música)
21h15 – Com Frequência, de Carina Levitan (sons experimentais – ocorrerá no Museu da Eletricidade)
22h30 – Kiai Grupo (música instrumental)
23h30 – Bibiana Petek & Quarteto (música)

Museu de Arte Contemporânea – Casa de Cultura Mário Quintana (Rua dos Andradas, 736 – Centro)
19h – Misstake (performance de Andressa Cantergiani)
20h – Conjunto musical La Digna Rabia (música latino-americana)
21h30 – Maracatu Truvão (cortejo que passará, na sequência, também pelo Museu da Comunicação Hipólito José da Costa e a Praça da Alfândega)
22h15 – Ortácio, Borghetti, Salazar e Poty (música)
23h30 – Rafa 16 & Caco Velho Quinteto (samba)

Museu da Comunicação Hipólito José da Costa (Rua dos Andradas, 959 – Centro)
19h30 – Erick Endres (música)
21h – Grupo Pituna (música instrumental)
22h30 – Trabalhos Espaciais Manuais (música instrumental)
23h45 – Arthur de Faria (música)

Museu de Arte do Rio Grande do Sul – MARGS (Praça da Alfândega – Centro)
20h – Especial Slam Peleia (campeonato de poesia falada)
21h30 – Érico Moura (violão)
22h45 – Mulheragem (performance teatral)
23h45 – Mathias 7 Cordas (choros, sambas e valsas)

Memorial do Rio Grande do Sul (Praça da Alfândega – Centro)
19h45 – Aluisio Rockembach Quarteto (música)
21h – Jimi Joe (música)
22h30 – Gruvorama (música instrumental)
23h45 – Calote (ritmos brasileiros)

Pinacoteca Ruben Berta (Rua Duque de Caxias, 973 – Centro)
19h15 – Manchas Urbanas (performance de dança que passará, na sequência, pela frente do Museu Júlio de Castilhos, o Centro Cultural CEEE Erico Verissimo e a Praça da Alfândega)
19h45 – Mulheragem (performance teatral)
21h15 – Clarissa Ferreira – Pampa de Vênus (música)
22h30 – Dunia Elias – Choro Pampeano (piano e voz) 
23h45 – Andrea Perrone e Thaís Nascimento (duo de violões)

Museu Júlio de Castilhos (Rua Duque de Caxias, 1205 – Centro)
19h45 – Ortácio, Borghetti, Salazar & Poty (música)
21h – 50 Tons de Blues (música)
22h15 – Saldana (música)
23h45 – Uma noite para criar, um dia para dançar – Geda Cia de Dança (performance de dança)

Museu do Centro Histórico Cultural Santa Casa (Avenida Independência, 75 – Independência)
19h30 – Felipe Azevedo & Angelo Primon – Uma Noite Balaio de Cordas (concerto musical)
20h45 – Trecho de Lembranças do Lago Dourado (espetáculo de teatro) + bate-papo com Zoravia Bettiol e a diretora Nora Prado
22h15 – Mainô Canto e Tambor (grupo de percussão)
23h45 – Dunia Elias – Choro Pampeano (piano e voz) 

Instituto Goethe (Rua 24 de Outubro, 112 – Independência)
19h45 – Karmã (música instrumental)
21h – Erick Endres (música)
22h15 – Madblush (música pop)
23h30 – Le Batilli (música)

Museu da UFRGS (Avenida Osvaldo Aranha, 277 – Bom Fim)
19h45 – Daya Moraes (música)
21h – Chef Mamadou Sène (gastronomia)
22h15 – Frank Jorge (música)
23h30 – Solon Fishbone (blues)

Planetário (Avenida Ipiranga, 2000 – Santana)
19h15 – Gran Fuleiro Circus (espetáculo infantil circense)
20h45 – Duca Leindecker (música)
22h15 – Daniel Debiagi (música)
23h30 – Saldana (música)

Museu de Porto Alegre Joaquim Felizardo (Rua João Alfredo, 582 – Cidade Baixa)
19h15 – Tóin: Dança para Bebês (espetáculo e oficina para a primeira infância)
20h30 – Mainô Canto e Tambor (grupo de percussão)
22h – AfroEntes (música)
23h – Valéria (música popular brasleira)

Fundação Iberê Camargo (Avenida Padre Cacique, 2000 – Cristal)
19h30 – Funkalister (música)
21h15 – Frankenstein – Quarto Sensorial + Fu_k the Zeitgeist (música)
23h – Samba e Amor (música) na parte externa da instituição

Praça da Alfândega (Centro)
Em caso de chuva, as atrações musicais serão transferidas para dentro dos museus
19h15 – As Batucas – Orquestra Feminina de Bateria e Percussão 
21h – Samba e Amor (música brasileira)
23h – Gelpi (música)

Editado por Raiane Duarte

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »