14/12/2020 às 05h05min - Atualizada em 14/12/2020 às 05h45min

Irmãos Russo falam sobre Chadwick Boseman e Cherry na CCXP Worlds

Diretores de Vingadores: Ultimato se apresentaram no Thunder Arena, no último sábado

Ricardo Accioly Filho - Editado por Fernanda Simplicio
Fonte: CCXP Worlds / Reprodução: Estação Nerd
No último final de semana, aconteceu a CCXP Worlds, evento brasileiro, nos moldes da San Diego Comic-Con, que traz, anualmente, artistas da cultura pop para repercutir trabalhos e apresentar novos projetos para o público. Este ano, devido a pandemia da Covid-19, a edição foi on-line, mas contou com vários painéis espalhados por arenas virtuais. Em uma delas, a Thunder Arena, além de outros grandes profissionais das artes de modo geral, como o ator Edgar Vivar, o Sr. Barriga do seriado Chaves, houve a presença ilustre dos diretores dos dois últimos filmes dos Vingadores, Joe e Anthony Russo, no Universo Cinematográfico da Marvel.

De comédias menores a grandes sucessos, esse foi o caminho trilhado pelos Irmãos Russo, como ficaram conhecidos. A carreira dos dois mudou completamente após assinarem com a Marvel e serem responsáveis pela construção do arco final da Saga do Infinito com a direção de Vingadores: Guerra Infinita e Vingadores: Ultimato, apesar de também dirigirem Capitão América: O Soldado Invernal e Capitão América: Guerra Civil. Na linha de frente dos maiores filmes já produzidos pela Marvel Studios, os Russo falaram sobre a experiência de trabalhar para a Casa das Ideias durante quase uma década, especialmente nos últimos anos: “Nós não podíamos ter pedido por parceiros melhores. Eles são incrivelmente colaborativos, te pressionam das melhores maneiras possíveis e ficam felizes quando você traz ideias que eles não estavam pensando”.

Entre esses parceiros, um foi destacado pelos diretores, o ator Chadwick Boseman, que morreu em agosto deste ano, vítima de um câncer: “Mesmo entre os atores no ápice de suas carreiras, ele se destacava por sua dedicação”. Vale lembrar que Joe e Anthony Russo trabalharam com Boseman em Capitão América: Guerra Civil e nos dois últimos Vingadores: “Ele era a melhor inspiração, o melhor ser humano e um exemplo de profissionalismo”. Além disso, Anthony lembrou da doença de Boseman e como ele lidou com a situação: “Ele não queria que a doença fosse notícia. Ele queria que Pantera Negra e seu elenco quase todo negro fosse notícia. Essa foi uma das coisas mais corajosas que já vimos alguém fazer”.




Para além da projeção e do legado que os filmes Vingadores deram aos diretores, foi a partir dele que eles passaram a encontrar protagonistas para as suas futuras produções. Entre elas, está Cherry, em que Tom Holland, o Homem-Aranha, interpreta um veterano do exército que se torna assaltante em meio a um estresse pós-traumático. Sobre a nova produção, Joe Russo comentou sobre a atuação de Tom Holland indicando que “a performance de Holland nesse filme é absolutamente incrível. Ele mostra uma nova faceta nesse longa”. Além disso, confessou que o filme não existiria se não fosse o sucesso estrondoso de Vingadores: Ultimato, inclusive com a maior bilheteria da história do cinema, superando Avatar, de James Cameron.

Segundo ele, “a vantagem de trabalhar em filmes do tamanho e viabilidade comercial da Marvel é que isso permite que você use seu capital intelectual para fazer de assuntos mais complicados”. Adaptando o livro de Nico Walker, Cherry é inspirado em uma história real que se passa durante a epidemia de opioides nos Estados Unidos, após o retorno dos soldados na Guerra do Iraque. Sobre o próximo longa, Anthony Russo falou que é “tão emocional e visceral ao material original que sentimos que esse era um filme que precisávamos fazer agora”.

Ainda sem um rumo definido para as próximas produções da Marvel Studios, já que um eventual Vingadores 5 ainda está longe de ser anunciado diante de todo o cronograma ainda inédito da Fase 4 do Universo Cinematográfico, os Irmãos Russo seguem em atividade, dirigindo, produzindo e roteirizando.

Um dos projetos que conta com a produção dos irmãos é o live action de Hércules. Na leva das adaptações de suas animações clássicas, a Disney irá mergulhar na história do semideus, mas os produtores do longa se resumiram a dizer que a produção está em seus estágios iniciais e que não podem revelar nada mais substancial do projeto. O que se tem certo é que poderemos ver seu mais novo trabalho a partir de fevereiro de 2021, quando estreará Cherry no streaming AppleTV+.
 
REFERÊNCIAS:

AMENDOLA, B. Irmãos Russo homangeiam Chadwick Boseman na CCXP: ‘Muito corajoso’. SPLASH UOL. 5 de dez. de 2020. Disponível em: <https://www.uol.com.br/splash/noticias/2020/12/05/irmaos-russo-homenageiam-chaswick-boseman-na-ccxp-muito-corajoso.htm>. Acesso em: 8 de dez. de 2020.
GARÓFALO, N. Irmãos Russo lembram de Chadwick Boseman durante a CCXP Worlds. OMELETE. 5 de dez. de 2020. Disponível em: <https://www.omelete.com.br/ccxp/ccxp-worlds-painel-irmaos-russo>. Acesso em: 8 de dez. de 2020.
RIBEIRO, E. CCXP Worlds: Irmãos Russo falam de Cherry com Tom Holland. F5 FOLHA UOL. 5 de dez. de 2020. Disponível em: <https://f5.folha.uol.com.br/nerdices/comic-con/2020/12/ccxp-worlds-irmaos-russo-falam-sobre-cherry-com-tom-holland.shtml>. Acesso em: 8  de dez. de 2020.

Jon G. Montano. CCXP Worlds: Irmãos Russo falam sobre Chadwick Boseman em painel. YOUTUBE. 5 de dez. de 2020. Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=ysTmj_P8b3I>. Acesso em: 8 de dez. de 2020.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »