25/05/2021 às 17h25min - Atualizada em 25/05/2021 às 16h41min

O que esperar de Mestres do Universo: Salvando Eternia da Netflix

Bruno Cunha - Editado por Fernanda Simplicio

A Netflix confirma o lançamento da série animada Mestres do Universo: Salvando Eternia. Com previsão de estreia no dia 23 de julho de 2021, a empresa de streaming divulgou a notícia em suas redes sociais no último dia 13. E foi também confirmado que a animação será um continução dos eventos originais, ou seja, não é um reboot da fraquia.


Quem cresceu na década de 1980-90 deve lembrar de um dos personagens mais populares da época: He-Man! Suas frases de efeitos (Pelos Poderes de Grayskull! Eu tenho a força!), que eram repetidas a exastão pelas crianças, e seus momentos de 'lição de moral' nos final de seus episódios. A série “He-Man e os Defensores do Universo” foi exibida apenas durante dois anos, mas sua história rendeu outros lançamentos posteriores, agora a Netflix lança uma sequência, digamos assim, da série original. Sob o comando de Kevin Smith.

A série original e seus eventos
Príncipe Adam é o filho de poderosos governantes de Eternia - um planeta fictício e mágico. Quando ele levanta sua espada e grita a icônica frase “pelos poderes de Grayskull”, ganha poderes sobre-humanos. Transforma-se no “He-Man”, considerado um dos homens mais fortes de todo o universo. A animação produzida pelo Filmation Studios entre 1983 e 1985, com 130 episódios. Na série, o personagem principal, He-Man, e seus amigos defendem o planeta Eternia e o Castelo de Grayskull das forças malignas comandadas pelo vilão Esqueleto.


A nova animação, que série uma continução do original, foi anunciada pela Netlfix



Mestres do Universo: Salvando Eternia seguirá os eventos da série dos anos 80, e terá Kevin Smith como produtor executivo e showrunner. Episódios serão escritos por Eric Carrasco (Supergirl), Tim Sheridan (Reign of the Supermen), Diya Mishra (Magic the Gathering) e Marc Bernardin (Alphas).

A sinopse oficial diz que uma terrível batalha entre He-Man e Esqueleto deixou Eternia dividida, e os Guardiões de Grayskull se separaram. Agora, muitas décadas depois, Teela precisa reunir esse grupo de heróis e decifrar o misterioso sumiço da Espada do Poder, em uma corrida contra o tempo para recuperar Eternia e evitar a destruição do universo, ou seja, a série animada será canônica ao que foi construída nos anos anteriores.
A série será dividida em duas partes. A primeira, com 5 episódios, chega em Julho. E as vozes originais são as seguintes. Mark Hamill (Star Wars) como o Esqueleto, Lena Headey (Game of Thrones) como Maligna e Chris Wood (Supergirl) como o Príncipe Adam/He-Man.

O restante do elenco será Sarah Michelle Gellar (Tila), Liam Cunningham (Mentor), Stephen Root (Pacato/Gato Guerreiro), Diedrich Bader (Rei Randor e Mandíbula), Griffin Newman (Gorpo), Henry Rollins (Triclope), Susan Eisenberg (Feiticeira), Alicia Silverstone (Rainha Marlena), Justin Long (Roboto), Jason Mewes (Stinkor), Kevin Michael Richardson (Homem Fera) e Kevin Conroy (Aquático), entre outros. Alan Oppenheimer, que fez a voz original do Esqueleto, estará no anime da Netflix interpretando o vilão Homem Musgo.





He-Man é um personagem que surgiu, a princípio, para ser apenas um boneco da Mattel. Com o passar do tempo, o herói foi aparecendo em diversos quadrinhos, jogos e outras mídias. Até no cinema, com Dolph Lundgren dando vida ao personagem (É sério, procure ver, é incrível). Netflix e a Mattel TV, que serão responsáveis pelo desenvolvimento do projeto ao lado da Powerhouse (responsável pela animação da série Castlevania). Um grande acerto da Netflix foi trazer a animação para um novo público, com traços mais recentes, mas sem esquecer do que já foi trabalhado no contexto original, algo que ela não fez com a nova versão de Cavaleiros do Zodiáco e She-ra, que foram bem recebidas pelo público, mas são produtos novos que não fazem referência ao que já foi produzido, mostrando que a plataforma de streaming pode trabalhar diferentes com os produtos que possui.
 
A Netflix também acerta nos produtores e executivos responsáveis, pois temos grandes nomes da indústria envolvidas no projeto, temos o produtor Kevin Smith, nerd aficcionado que coloca muita paixão no que produz, além de envolver em projetos onde ele pode desenvolver a sua forma. Além disso, ele trouxe diversos produtores que claramente conhecem o produto original e podem trazer uma nova luz a franquia, já que muitas das crianças/jovens de hoje conhecem He-man como o desenho que os pais assistiam e que dificilmente se conectariam com ele caso o assistam hoje, por causa do traço e da forma com ele a história se seguia que é clássica aos anos 80-90, mas não fazem sentido para esta geração. E o fato de ser uma sequência ode trazer um público mais velho para assistir por causa da nostalgia e sempre queremos saber como estão os perosnagens depois dos eventos orginais. Parece que vêm coisa boa por aí.


REFERÊNCIAS
MORAES, M. 
He-Man: nova animação da Netflix tem seu visual divulgado, confira. TEC MUNDO. 26 de fev. 2021. Disponvel em  https://www.tecmundo.com.br/minha-serie/211815-he-man-nova-animacao-netflix-tem-visual-divulgado-confira.htm  : . Acesso em 18 de mai. 2021.

VIEIRA, N. He-Man vai ganhar nova série pelas mãos da Netflix; veja os cartazes. CANAL  TECH. 20. de fev. 2021. Disponível em: https://canaltech.com.br/series/he-man-nova-serie-netflix-158239/.> Acesso em 19 de mai. 2021. 

 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »