05/06/2021 às 15h59min - Atualizada em 05/06/2021 às 16h06min

Aggretsuko (Netflix 3 ª temporada): reviravolta, risadas e rock

Anime aborda assuntos da atualidade e faz alertas importantes

Anne Santos - Editado por Fernanda Simplicio
Fonte : Netflix / Referência : Google

Chegada nas plataformas de streaming há mais de 4 anos, Retsuko, originada da Sanrio e criada por Yeti, é um dos animes japoneses que a Netflix tem apostado. A simpática panda-vermelha de 25 anos trabalha no setor de contabilidade de uma grande empresa de negócios. Para não acabar perdendo a paciência com o chefe abusivo e colegas intrusivos, Retsuko busca aliviar o estresse cantando death metal em um karaokê. A terceira temporada foi lançada pelo serviço em setembro de 2020.

 

As duas primeiras temporadas relatam o dia a dia da protagonista: perrengues no trabalho, paixões, amizades, sempre com uma boa dose de humor e rock’n’roll. Na terceira temporada, temos uma grande reviravolta na vida da protagonista, apresentando-nos sua aflição após gastar todo o seu dinheiro em um jogo de namoro de realidade virtual. 

 

Como estar endividada e viver de amostras grátis de estabelecimentos para não morrer de fome já não fosse provação o suficiente, sua vida fica ainda mais complicada ao bater o carro alugado em uma mini van. Sem ter como arcar com tantos prejuízos, e desesperada por não ter como ressarcir o homem misterioso envolvido no acidente, acaba aceitando a inusitada proposta de emprego que ele lhe oferece. 

 

Então é nesse momento que Retsuko descobre que o homem é promotor de um grupo de underground de Idols sem aptidão alguma para controlar as finanças do intitulado OTMGirls e tem sua vida virada de cabeça para baixo. 

 

Sem conseguir lidar com as exigências das integrantes do grupo e com o estresse em seu emprego fixo, desconta todas as suas frustrações no karaokê, sendo descoberta por Hyodo, o promotor. Visando sair do vermelho e crescer na indústria musical, ele praticamente a obriga participar do grupo, criando então a girlband e colocando-a como vocalista para que todos pudessem sentir a mesma agressividade e fascínio que ele sentiu ao vê-la cantando pela primeira vez. 

 

Em paralelo a toda essa confusão na vida da panda-vermelha temos Haida precisando lidar com a indecisão entre Retsuko, sua antiga paixão e a nova funcionária do escritório, Inui, que demonstra gostar muito dele. E mesmo apreciando os momentos que dividia com Inui, Haida não conseguia esquecer nem deixar de se preocupar com a Retsukinha

 

Ao perceber que sua crush não estava agindo de maneira normal e escondia alguma coisa, juntou-se a Gori, amiga de Retsuko, a fim de desvendar todo o mistério que a cercava. Mas mesmo ele seguindo-a até onde o show da girlband aconteceria, não conseguiu descobrir nada, chega até a cogitar a ideia de desistir de vez de sua paixão não correspondida. 

 

Com a banda ganhando popularidade, os colegas de trabalho acabam descobrindo a vida dupla de Retsuko. Ela é colocada contra a parede pelo chefe, induzindo-a a escolher entre o trabalho e a carreira musical. Porém a panda-vermelha desconversa e garante a decisão quando chegar o momento certo. 

 

Entre o emprego e a vida de astro, Retsuko se depara com uma ameaça: um stalker obcecado, que a segue, tira fotos de seu cotidiano, casa e trabalho, e as divulga nas redes sociais. Além de todo o assédio, também sofre ataques verbais de ódio gratuito. 

 

A terceira temporada encerra com ato heróico de Haida e Retsuko saindo da OTMGirls e abrindo mão da carreira de idol, deixando-nos ansiosos pela quarta temporada ao terminar o último episódio com um diálogo entre Retsuko e Haida. 

 

 

OS PONTOS FORTES DA TEMPORADA

A produção ousou em fugir da temática, indo além dos perrengues da vida adulta e se aproveitou da popularidade da cultura idol, que se tornou sucesso mundial graças à popularização de grupos de k-pop como BTS e Blackpink

 

Conduzida por um humor um tanto ácido, a temporada abordou temas sobre consumismo, sonhos que podem acabar virando pesadelos, resiliência, obsessão entre fãs e ídolos, e alertas sobre perseguição, stalker e assédio, entregando-nos a melhor temporada até agora. 

 

A quarta temporada já foi confirmada, mas sem data para lançamento. 

 
 

REFERÊNCIAS :

 

PASSOS, Bruno. “Aggretsuko (Netflix 3º temporada): engraçada, atual e relevante”. CINEMA COM RAPADURA, 2020. Disponível em: <https://cinemacomrapadura.com.br/criticas/584674/critica-aggretsuko-netflix-3a-temporada-engracada-atual-e-relevante/>. Acesso em: 31 de mai. de 2021.

 

ROSA, Natalie. “Aggretsuko traz reviravolta na vida da personagem em nova temporada”. CANALTECH, 2020. Disponível em: <https://canaltech.com.br/entretenimento/critica-aggretsuko-temporada-3-netflix-170760/>. Acesso em 31 de mai. de 2021.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »