12/06/2021 às 20h23min - Atualizada em 12/06/2021 às 19h57min

"Toradora!": um anime para curtir no mês dos namorados

Giuliana Holiscki - Editado por: Fernanda Simplício
Fonte: J.C.Staff Studio/ Reprodução: Otaku Sweet.

Misturando comédia e romance de forma nada clichê, “Toradora!” é um anime contornável de se apreciar, principalmente quando se trata de aproveitar o momento a dois.
 
A história conta a trajetória de Aisaka Taiga e Takasu Ryuji. Tudo começa quando Ryuji, um garoto que está no segundo ano do colegial no qual todos sentem medo de seu olhar assustador, descobre que está na mesma sala de seu melhor amigo Kitamura Yuusaku, Kushieda Minori e Aisaka Taiga. O colegial fica extremamente feliz, pois é perdidamente apaixonado por Minori e vê uma oportunidade para aproximar-se dela.
 
Por outro lado, Taiga, a melhor amiga de Minori, está apaixonada por Yuusaku. Então, a garota baixinha que possui uma aparência meiga, mas é simplesmente um furacão de fúria, tem a ideia de escrever uma carta para seu amado e colocá-la em sua bolsa. Porém, o plano não ocorre como o esperado e Taiga coloca na mochila de Ryuji.

 

 
Diante disso, Taiga tenta pegar a carta de volta invadindo a casa do amigo de seu amado, quase como um assalto! No meio de toda a situação, Taiga pede para que Ryuji esqueça o conteúdo do envelope, a pequena desmaia devido as emoções e resta para o garoto cuidar dela.
 
Por empatia, Ryuji percebe que Taiga está constrangida por conta de sua carta de amor. Dessa forma, o colegial resolve mostrar a ela um material que ele havia produzido com conteúdo que usuária em momentos que imagina com a menina na qual ele tinha um amor platônico.
 
Sem querer, em uma de suas anotações, o nome de Kushieda Minori aparecida e Taiga descobre que Ryuji é apaixonado pela sua melhor amiga.

 

 
Ao invés de continuar em pé de guerra, ambos decidem criar uma união para que possam se ajudar a se aproximarem de seus crushes. A partir disso, muitas confusões acontecem ao decorrer do animes.

Para fazer com que o espectador entenda melhor o porquê de os protagonistas possuírem determinadas questões psicológicas que interferem em suas personalidades, tanto Taiga quanto Ryuji tem problemas com seus pais.
 
Quando Taiga entra na casa de Ryuji, eles descobrem que são vizinhos um do outro e ambos muito solitários em relação às suas famílias. A mãe de Ryuji trabalha em um bar noturno e por isso é ausente na vida de seu filho e nos afazes domésticos, consequentemente o garoto precisa cumprir com as funções da casa. Em uma cena logo no primeiro episódio, a mãe do colegial diz que “seu papai está no céu”.
 
Taiga se envolveu em conflitos com seus pais, e fez com que a protagonista decida morar sozinha, coincidentemente ao lado da casa de Ryuji. Diante dessa facilidade de residirem próximos, ambos conseguem encontrar-se para planejarem juntos.
 
Ryuji sempre se mostra muito cuidadoso com Taiga, e busca entende-la em suas questões de personalidade. O anime sempre busca justificar os conflitos internos dos protagonistas por meio de suas questões familiares.

 

 
Após diversas tentativas de aproximações entre a dupla e seus amores platônicos do colegial, os sentimentos de ambos vem à tona, fazendo com que percebam que, na verdade, eles se amam, Minori e Yuusaku não passavam de paixonites. Taiga e Ryuji decidem fugir para casar.
 
A mãe de Taiga descobre e desaprova a escolha do casal levando a garota para morar longe de Ryuji.
 
Após cerca de um ano, quando Ryuji já está finalizando o colegial, Taiga retorna para a cidade onde morava para reencontrar-se com agora seu verdadeiro amor. Já o final é tão previsível que dispensa a necessidade de spoilers.
 
“Toradora!” foge da temática convencional da maioria dos romances. O anime envolve também questões familiares e dramas adolescentes legítimos que, muitas vezes, atormentam a cabeça de jovens em desenvolvimento, mostrando a verdadeira essência do que é estar na fase do ensino médio. Mostra como é difícil, mesmo parecendo tolo aos mais velhos, as questões da puberdade que são problemas vivenciados por pessoas que estão em momentos frágeis.
 
Mesmo sendo do gênero shoujo (geralmente romances recomendado para meninas), “Toradora!” consegue satisfazer todos os públicos por abordar questões mais relevantes, piadas engraçadas e, principalmente, é uma fofura!

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »