24/06/2021 às 22h08min - Atualizada em 24/06/2021 às 21h41min

"Loki" traz o Deus da Trapaça em sua melhor forma

Personagem volta às telas depois de sua última aparição em Vingadores: Ultimato

Júlia Victória - Editado por Ana Terra

O Deus da Trapaça finalmente chegou à Disney+. “Loki” entrou com o pé direito e se tornou uma das séries mais assistidas da plataforma. A produção foi um dos primeiros anúncios de quando a Marvel divulgou a expansão para o streaming, na Comic-Con San Diego 2019. Após esse intervalo, os fãs puderam rever Tom Hiddleston atuando como o “vilão” mais querido do MCU.

Fonte: Marvel Studios.

Fonte: Marvel Studios.

Loki retornou exatamente do ponto em que vimos o personagem da última vez: quando, em meio a uma confusão, ele roubou o Tesseract e sumiu no universo. Após dois anos perdido, caiu no meio de um deserto da Mongólia e foi capturado pelos agentes da AVT, Autoridade de Variação Temporal (em inglês TVA - Time Variance Authority). A partir daí começa uma jornada bem “corrida”.

 

Falando do tempo, ele é o ponto principal da narrativa. Loki é levado até a sede da AVT e passa por uma série de processos burocráticos, um atrás do outro. Não entende o que está acontecendo e nem onde está. Mas logo é familiarizado com a AVT e descobre que a organização é responsável por manter a linha do tempo do universo em ordem, a qual foi criada pelos “Guardiões do Tempo”, que zelam e observam as movimentações.

Os Guardiões do Tempo protegem a chamada

Os Guardiões do Tempo protegem a chamada

fonte: Marvel Studios.

Como uma típica reação do vilão, ele acha um “absurdo”, que é um deus e todos ali terão que arcar com as consequências dessa prisão mais tarde. O roteiro trabalha muito bem esse temperamento e é importante lembrar que o Loki da série não é o mesmo que teve o arco de redenção no MCU e acabou com um final trágico em Guerra Infinita, mas sim o que invadiu Nova York em 2012 e possuía planos de dominar outros planetas e retomar o trono de Asgard.

Um dos pontos altos que deve perseverar durante a trama, é a relação entre Loki e o agente Morbius, interpretado por Owen Wilson. Morbius tem um trabalho para ele, mas antes precisa entendê-lo. O episódio vinha com uma carga de humor sutil e muito sarcasmo, até esse ponto, a situação muda quando Loki começa a assistir a um VT sobre sua própria vida. Tom Hiddleston consegue mostrar uma grande versatilidade e mostrar um lado do antagonista que ninguém conhecia. Depois de uma conversa, Morbius convence sua superior na AVT e deposita suas esperanças em Loki para uma complicada missão.

 

Os dois primeiros episódios são bem mais teóricos que práticos, mas isso não é um problema já que os diálogos são bem construídos, inteligentes, engraçados e Loki adora falar. Apesar de se mostrar genuinamente interessado em caçar o assassino dos Homens-Minuto, não há uma certeza se essa versão é confiável, afinal, como o próprio Morbius disse “Você esfaqueou pessoas e coisas pelas costas umas 50 vezes”. O irmão adotivo de Thor tem uma lábia e um carisma que podem enganar a qualquer um. Embora tenha mostrado que não é tão maléfico, ele ainda é extremamente inteligente (e guarda literalmente alguns truques na manga). 

 

No fim do segundo episódio, intitulado de “A Variante”, a identidade do alvo da missão é revelada. A presença da Lady Loki já havia sido confirmada no trailer e ela aparece em um momento em que Loki teria de mostrar fidelidade a Morbius e aos agentes. Mas o plano não sai como o esperado e o Deus da Trapaça agarra uma oportunidade que vai ser encarada como uma traição pela AVT.

A atriz Sophia Di Martino interpreta uma versão diferente de Loki

A atriz Sophia Di Martino interpreta uma versão diferente de Loki

fonte: Marvel Studios.

Teorias
Uma das coisas que os fãs da Marvel mais gostam de criar são teorias feitas a partir de detalhes apresentados ao longo dos capítulos. Com Loki não foi diferente e a série já sofria com especulações muito antes do lançamento.

Certos cenários das duas produções originais anteriores foram muito fantasiados e o fim acabou frustrando alguns espectadores. Apesar da tentativa de assistir ao episódio sem criar hipóteses, é uma tarefa complicada. Principalmente quando, logo no início, Morbius e agentes da AVT estão em uma igreja na França investigando a morte dos Homens-Minuto quando se deparam com uma criança. Morbius pergunta para ela quem teria cometido aquele crime e a garota aponta para um vitral com a imagem de um diabo. A figura do Diabo na Marvel foi longamente discutida e teorizada durante "WandaVision", quando os espectadores asseguravam a presença do vilão Mephisto. Ou no momento em que Loki recebe uma espécie de "videoaula” do que é e o que faz a AVT e durante a explicação é citado sobre um evento Nexus e sobre a criação de um Multiverso. Que também são pontos discutidos em WandaVision e temas de futuras obras como “Homem Aranha: Sem Volta Para Casa” e “Doutor Estranho No Multiverso da Loucura”.

 

A presença das joias reacendeu teorias, mas também marcou uma certa indignação, visto que a Marvel baseou o seu universo cinematográfico na saga das joias do infinito e agora elas apareceram amontoadas dentro de uma gaveta e usadas como peso de papel pelos funcionários. Mas essa “inutilidade” serve para mostrar que as coisas funcionam de uma forma diferente na AVT e levanta dúvidas de onde ela estaria localizada, pois, como os poderes não funcionam, ficaria em uma realidade alternativa, ou até, em um reino diferente.

 

Essas suspeitas só poderão ser confirmadas ou desmentidas com o andar da trama, assim como se a série terá algum aceno para os filmes da fase 4.
 

Os três episódios de Loki estão disponíveis na Disney+.

REFERÊNCIAS:
DURVAL, Ramos. Crítica Loki │ Episódio 2 prepara o terreno para o caos. Canal Tech, 2021. Disponível em: <https://canaltech.com.br/entretenimento/loki-episodio-2-disney-plus critica-187431/>. Acesso em: 22 de junho de 2021.
PERRI, Aléxis. Crítica: Loki – Temporada 1 – Episódio 1. Observatório do Cinema, 2021. Disponível em: <https://observatoriodocinema.uol.com.br/criticas/2021/06/critica-loki-temporada-1-episodio-1>. Acesso em: 22 de junho de 2021.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »