19/09/2021 às 16h06min - Atualizada em 19/09/2021 às 17h11min

5 filmes brasileiros independentes que estão disponíveis na Netflix

Com a desvalorização da cena indie no país, a lista é um modo de incentivar o conhecimento das produções do gênero

Letícia Nunes - Editado por Fernanda Simplicio
Fonte : Vitrine Filme / Reprodução : Jovem Nerd

Os filmes independentes, também chamados como indies, são produções desenvolvidas sem o apoio de grandes produtoras, que apesar de usufruírem de poucos recursos financeiros, possuem maior liberdade para inovar nas retratações e narrativas, proporcionando ao telespectador estórias que fogem dos clichês e da estética fotográfica convencional.

 

No entanto, nas plataformas de streaming, estes conteúdos não estão entre os mais procurados, como mostra os dados levantados pela consultoria australiana, Finder, em relatório de adoção de streaming global divulgado em agosto deste ano e desenvolvido com base em entrevistas realizadas com 28.547 adultos de 18 países.

 

Conforme a Finder, em análise aos 100 programas mais procurados nos catálogos das principais plataformas de streaming, destaca-se respectivamente: Attack On Titan, The Falcon And The Winter Soldier, Game Of Thrones, entre outras séries de produções internacionais, especialmente, de origem norte-americana. 

 

A partir disso, considerando a seletividade nas buscas dos streaming, e também, a desvalorização da cena indie no país, preparamos uma lista com filmes independentes brasileiros que podem ser facilmente encontrados no catálogo da Netflix, de modo a incentivar o conhecimento destas produções.

 

1. AQUARIUS (2016)

Produzido pelo pernambucano Kleber Mendonça Filho, e protagonizado pela atriz Sonia Braga, o drama psicológico, Aquarius, foi indicado a Melhor Filme no 32° Film Independent Spirit Awards e dispensado pelo Ministério da Cultura (MinC) da corrida pelo Oscar 2017, supostamente, após o elenco se posicionar contra o impeachment da então presidenta, Dilma Rousseff, durante a exibição da obra no Festival de Cannes

 

 

O filme leva no título o nome do último prédio de modelo antigo, situado na zona sul de Recife, em frente ao mar da Avenida Boa Viagem. O patrimônio, Aquarius, possui uma única moradora, a escritora e jornalista Clara, que enfrentará dias perturbadores mediante as insistentes propostas de uma empresa imobiliária que deseja demolir sua casa. 

 

Assista o trailer do filme na íntegra:


 

2. CALIFÓRNIA (2015)

Marcando a estreia de Marina Person — filha do cineasta Luiz Sérgio Person —, na direção, e também, de Clara Gallo na atuação, o drama adolescente, Califórnia, explora o cenário de despedida da Ditadura Militar sob o olhar sonhador de Estela, que se inspira em seu tio, Carlos, que largou tudo para desfrutar da liberdade sociopolítica fora do Brasil.

 

 

Em uma abordagem simples e leve, Califórnia retrata a juventude da década de 80 em meio as crises e transformações ideológicas dos tempos da Ditadura, aproveitando para representar, mesmo que de maneira sutil e superficial, a descoberta da AIDS e o início das discussões acerca da homossexualidade.

 

Assista o trailer do filme na íntegra:

 

3. COMO NOSSOS PAIS (2017)

Com estreia realizada no Festival de Berlim (Berlinale), exibição no Festival de Gramado e ganhador do prêmio de Melhor Filme no Festival de Cinema Brasileiro de Paris, Como Nossos Pais, uma direção de Laís Bodanzky, se dedica a discutir sobre machismo, empoderamento feminino, papéis sociais e familiares.

 

 

O drama retrata a estória de uma mulher de 38 anos, chamada Rosa, que se encontra em uma fase da vida em que sente necessidade de confrontar os conflitos pessoais e profissionais em meio a crise em seu casamento. 

 

Perdida entre dúvidas e inseguranças, Rosa recorre à mãe, Clarice, e ao pai, Homero. E entre conversas e conselhos, ela descobre outras facetas de sua personalidade.

 

Assista o trailer do filme na íntegra:

 

4. TODAS AS RAZÕES PARA ESQUECER (2018)

A comédia romântica dirigida por Pedro Coutinho, procura refletir como a geração Y lida com as relações amorosas, e principalmente, com o fim delas, retratando em Todas as Razões para Esquecer a trajetória de Antônio, que encontra-se com o coração partido devido ao término do namoro de longa data com Sofia.

 

 

Enfrentando os altos e baixos da fase jovem adulta, Antônio, um homem introvertido, inseguro e tímido, passa por diversas situações embaraçosas para, então, reconhecer a importância de estabelecer comunicações claras sobres os sentimentos nos envolvimentos afetivos. 

 

Assista o trailer do filme na íntegra:

 

5. TATUAGEM (2013)

Escolhido pela Associação Brasileira de Críticas de Cinema (Abraccide) como um dos 100 melhores filmes brasileiros de todos os tempos, a obra de Hilton Lacerda, Tatuagem, vencedor do prêmio de Melhor Filme no Festival de Gramado de 2013, discute sobre liberdade, política e sexualidade em uma abordagem que ultrapassa gerações.

 

 

O romance se desenvolve a partir do encontro entre Clécio, líder do grupo de artistas e intelectuais, titulado como Chão de Estrelas, com o soldado Arlindo, mais conhecido pelo apelido de Fininha. 

 

O envolvimento dos dois se dá em meio ao cenário de enfraquecimento da Ditadura Militar, em 1978, sendo marcado pela enviesada disputa de poder. 

 

Assista o trailer do filme na íntegra:


 

REFERÊNCIAS:

BONEZ, Matheus. Todas as Razões para Esquecer. Papo de Cinema, 21 de fev. 2018. Disponível em: < https://www.papodecinema.com.br/filmes/todas-as-razoes-para-esquecer/ >. Acesso em: 17 de set. 2021.

 

CABRAL, Renato. Tatuagem. Papo de Cinema, 12 de ago. 2013. Disponível em: < https://www.papodecinema.com.br/filmes/tatuagem/ >. Acesso em: 17 de set. 2021.

 

CULTURADORIA. 5 filmes para explorar o cinema independente brasileiro. 14 de abr. 2021. Disponível em: < https://culturadoria.com.br/filmes-para-se-iniciar-no-circuito-do-cinema-independente-brasileiro/ >. Acesso em: 14 de set. 2021.

 

FILMELIER. 29 filmes independentes brasileiros que você precisa ver. 2018. Disponível em: < https://www.filmelier.com/br/list/29-filmes-independentes-brasileiros-que-voce-precisa-ver >. Acesso em 17 de set. 2021.

 

KANTAR IBOPE MEDIA. Consumo de vídeo bate recorde no Brasil. 9 de mar. 2021. Disponível em: < https://www.kantaribopemedia.com/consumo-de-video-bate-recorde-no-brasil/ >. Acesso em: 17 de set. 2021.

 

LAYCOCK, Richard. Serviços de streaming mais populares. Finder, 1 de ago. 2021. Disponível em: < https://www.finder.com/br/streaming-estatisticas >. Acesso em: 17 de set. 2021.

 

MARQUES, Leonardo. PO TOP :: 5 Filmes Brasileiros Independentes que Devem Ser Assistidos. Parada Obrigatória, 5 de set. 2020. Disponível em: < https://paradaobrigatoriacine.com.br/?p=8858 >. Acesso em: 14 de set. 2021.

 

MILANI, Robledo. Califórnia. Papo de Cinema, 13 de nov. 2015. Disponível em: < https://www.papodecinema.com.br/filmes/california/ >. Acesso em: 17 de set. 2021.

 

RAVACHE, Guilherme. Brasil é segundo do mundo em streaming; Prime cresce e Disney+ dispara. Uol, 12 de ago. 2021. Disponível em: < https://www.uol.com.br/splash/colunas/guilherme-ravache/2021/08/12/brasil-e-segundo-do-mundo-em-streaming-e-crescimento-do-disney-surpreende.htm >. Acesso em: 17 de set. 2021.

 

VEJA. ‘Aquarius’ é indicado ao ‘Oscar’ do cinema independente. 22 de nov. 2016. Disponível em: <https://veja.abril.com.br/cultura/aquarius-e-indicado-ao-oscar-do-cinema-independente/ >. Acesso em: 17 de set.2021.

 

VIEIRA, Vanessa. Diretora e elenco de "Como Nossos Pais" defendem experiência cinematográfica. Exibidor, 24 de ago. 2017. Disponível em: < https://www.exibidor.com.br/noticias/mercado/7323-diretora-e-elenco-de-34como-nossos-pais34-defendem-experiencia-cinematografica >. Acesso em: 17 de set. 2021.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »