19/09/2021 às 18h06min - Atualizada em 19/09/2021 às 18h45min

Empoderamento feminino e respeito as diferenças – Confira uma lista com as principais personagens da Turma da Mônica

Mônica é sinônimo da força feminina para gerações

July Anna Barbosa - Editado por Fernanda Simplicio
Falar em histórias em quadrinhos no Brasil, é ter uma memória que nos leva automaticamente para a grande criação de Mauricio de Sousa, a Turma da Mônica, que a quase 60 anos (1963), nos presenteava com a personagem forte e de opinião que todos amamos, a própria Mônica.

Ela que tem o nome de uma das filhas do escritor, conhecida por ser a mais forte do bairro, sem querer, surgiu para quebrar com o pensamento de que apenas homens podem ser fortes, e que meninas são indefesas.

Pensada inicialmente para fazer contraposição aos meninos, os protagonistas da época Cebolinha e Franjinha, chegou com toda a sua representatividade feminina, tornando-se umas das personagens principais, além de muito querida.

É sempre bom lembrar que várias outras personagens representativas surgiram ao longo do tempo, fazendo com que cada garota se sentisse importante e representada, não importa a fase da vida ou os problemas que enfrente, listamos aqui algumas com maior destaque nos gibis clássicos:

Milena



Apareceu pela primeira nas histórias em 2019, como a 1° personagem negra criada por Maurício de Sousa. A recepção do público foi tão positiva que já foi confirmada a presença dela e da família no novo filme “Turma da Mônica – Lições”.

O escritor prometeu conferir protagonismo a ela nas histórias do grupo: “Não poderia simplesmente ser desenhada e publicada sem um protagonismo acentuado. Já se fazia necessária há tempos. Com essas historinhas vamos demonstrar essa relação da nova família com a turminha, com graça e amor. E espero que os adultos leiam.”

É válido lembrar, que por muito tempo apenas o personagem Jeremias, um garoto negro, era uma presença ‘fixa’ nos gibis, era o único representante. Fica visível a importância da reflexão dos tempos atuais, que fez com que fosse percebido a falta de uma garotinha negra no universo de Maurício de Sousa.

Marina

É a desenhista do grupo, assim como Mônica, foi inspirada em uma das filhas de Maurício. A personagem por também nos quadrinhos ser filha do escritor, possui um lápis mágico que a permite entrar dentro dos quadrinhos da turma.

Muito confiante, inteligente e solidária, quebra a imagem da menina que se prende às conveniências, sempre produzindo, pintando, desenhando como boa artista que é, quase sempre aparece acompanhada por um lápis ou cavalete.

Pipa

Janaína das Neves, mais conhecida pelo apelido Pipa, suas aparições envolvem seu jeito tagarela e atrapalhada de ser, acompanhada pela melhor amiga Tina e seu namorado Zecão. Sua vida é de uma típica adolescente que se divide entre a faculdade, conseguir um emprego e ter uma vida social.

Por ter sua aparência considerada acima do peso, vive em busca de dietas ou regimes milagrosos, gerado pela insegurança que ela própria tenta desconstruir, o que gera importantes debates sobre aceitação corporal e autoestima.

Rosinha

É a representante feminina da Turma do Chico Bento, inteligente e carismática, passa a todos uma aparência delicada, por ser considera a garota mais bonita do arraial, devido a isso, normalmente é cortejada por outros provocando ciúmes em Bento, com quem tem um namorinho cheio de idas e vindas.

Sua personalidade forte, faz parte da personificação feminina da roça trazida pela personagem. É uma das poucas meninas que participam das historinhas do Chico, porém passa longe de ser uma coadjuvante, desde sua primeira aparição tornou-se muito querida por todos os fãs.

Dora

Ou Dorinha, teve seu nome escolhido em homenagem a Dorina Nowil, uma mulher que perdeu a visão quando criança, e hoje tem uma fundação que trata de cegos, sendo uma referência como instituição. Sua 1° aparição foi em 2004, com o intuito de sensibilizar as crianças a respeito da deficiência visual.

Confiante e simpática, é a fashionista da turma, sempre bem vestida, acompanhada por sua bengalinha e seu cão-guia chamado Radar. Sua importância é tamanha que no ano de 2007, foi escolhida como mascote oficial dos III Jogos Mundiais de Cegos

A identificação com um personagem das histórias, pode impactar positivamente na vida das crianças, normalizando as diferenças que todos temos. Mostrando mais uma vez que as historinhas servem para educar e ensinar em muitos âmbitos da vida de quem cresce junto com a turma da Mônica.]

REFERÊNCIAS:
PEREIRA, JANAINA. ‘Mônica deu início ao empoderamento’, diz Maurício de Souza, o criador da ‘Turma da Mônica’. Hypeness. 04 de jul de 2019. Disponível em https://www.hypeness.com.br/2019/07/monica-deu-inicio-ao-empoderamento-diz-mauricio-de-sousa-o-criador-da-turma-da-monica/ . Acesso em 13 de set de 2021.
 
WIKI, TURMA DA MÔNICA. Mônica fandom - personagens. Disponível em . Acesso em 13 de set de 2021.
 
 
 
 
 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »