24/10/2021 às 10h16min - Atualizada em 22/10/2021 às 17h25min

Crítica You | Terceira temporada mantém nível altíssimo alcançado nos anos anteriores

Novos episódios acertaram ao focar nas várias possibilidades da dinâmica entre Joe e Love

Mayra Cardozo - Editado por Fernanda Simplicio
Fonte: Netflix / Reprodução: Google
Foram lançados na Netflix, no último dia 15, os dez episódios da terceira temporada da série You. Neles, Joe (Penn Badgley) e Love (Victoria Pedretti) se mudam para Madre Linda, na Califórnia, e tentam ter uma vida normal de família suburbana com seu filho Henry – o que, é claro, não dura muito, com o casal voltando aos seus velhos hábitos.
 
Assista ao trailer da temporada:

 
 
No geral, os novos episódios trouxeram tramas fascinantes, ótimas dinâmicas entre os personagens e momentos de humor perfeitos. Apesar de muitas séries verem a sua qualidade decair após algumas temporadas, You parece ainda não estar sendo afetada por esse problema, mantendo-se praticamente no mesmo nível (maravilhoso) desde a sua estreia.

Os primeiros episódios da temporada merecem um destaque à parte. Cheios de cenas memoráveis, eles constroem perfeitamente a base do que será a relação entre Joe, Love e Henry durante toda a temporada e ainda apresentam muito bem os novos personagens e tramas.

 

Inclusive, o episódio inicial da terceira temporada de You já conta com uma espécie de reviravolta, que quebra todas as expectativas do público até o momento e cria aquela grande vontade de saber o que acontecerá a seguir. Ainda em um dos primeiros episódios da temporada, a série também acerta ao fazer uma sutil crítica ao movimento antivacina, tocando assim em um assunto muito importante – ainda mais em tempos de Covid-19.
 
Mas um dos principais motivos para os novos episódios de You terem sido tão incríveis foi a escolha de focá-los quase totalmente em Joe e Love. Isso porque, no passado (principalmente na segunda temporada), a série já tentou criar grandes histórias para personagens coadjuvantes que, no final, acabaram não sendo tão interessantes e apenas roubando tempo das tramas principais.

Com o grande foco em Joe e Love, foi possível explorar de maneira muito interessante as nuances e possibilidades da dinâmica do casal enquanto eles tentam manter as aparências de “família perfeita” para os vizinhos.  As cenas dos dois na terapia de casal são, inclusive, algumas das melhores da temporada.

As atuações de Penn Badgley e Victoria Pedretti, que já eram espetaculares antes, conseguiram de alguma forma melhorar ainda mais nos novos episódios. No caso da intérprete de Love, isso fica ainda mais visível, uma vez que a sua personagem ganhou mais destaque e teve algumas de suas facetas, que estavam escondidas até o final da temporada anterior, melhor exploradas.

 
A evolução de Love foi tão grande que ela conseguiu algo que nenhum personagem tinha conseguido até agora em You – ter cenas tão interessantes e envolventes quanto as de Joe. O personagem de Badgley, por sua vez, continua sendo um protagonista incrível, apesar da série ter exagerado em alguns momentos ao tentar humanizá-lo demais, o que às vezes faz parecer que Love é a única “vilã” da história.

Porém, o fato de Joe e Love serem definitivamente a alma da temporada não quer dizer que outros moradores de Madre Linda não tenham tido seus momentos para brilhar. Muitos deles podem não chamar muito a atenção inicialmente, mas com o passar do tempo vão se tornando cada vez mais divertidos e cativantes, ganhando assim um lugar no coração dos fãs da série.

Entre os novos personagens, os destaques são o casal Sherry (Shalita Grant) e Cary Conrad (Travis Van Winkle), o jovem Theo Engler (Dylan Arnold) e a chefe de Joe em seu emprego na nova cidade, Marienne
Bellamy
 (Tati Gabrielle). Apesar de alguns deles parecerem personagens completamente unidimensionais à primeira vista, todos possuem camadas que, ao serem mostradas, vão pouco a pouco fazendo com que o público se interesse ou até torça por eles.
 
O desfecho da terceira temporada, apesar de não ser tão surpreendente quanto o da anterior (até porque isso seria quase impossível), conta com momentos angustiantes e que mantêm o público com os olhos vidrados na tela.

Assim, a terceita temporada de You conta com ótimas narrativas, um incrível desenvolvimento de alguns personagens que já existiam e a adição de outros também muito interessantes. Com um quarto ano já confirmado, a série deve buscar novas histórias para Joe que sejam tão envolventes quanto as já apresentadas e consertar os poucos erros que cometeu nas últimas temporadas (como a tentativa de humanização exagerada do protagonista). Dessa forma, a produção pode continuar sendo tão maravilhosa como tem sido desde o seu início ou até melhor.


Referências:

BOTTER, R. CRÍTICA | You – 3° Temporada Netflix. Nerd Trip, 16 de out. 2021. Disponível em: <https://www.nerdtrip.com.br/criticas/10/critica-you-3-temporada-netflix/>. Acesso em: 18 de out. 2021.

LELIS, R. You – Terceira temporada | Crítica |. Poltrona Nerd, 16 de out. 2021. Disponível em: <https://poltronanerd.com.br/site/criticas/you-terceira-temporada-critica-127590>. Acesso em: 18 de out. 2021.

MARUYAMA, G. Você: 3ª temporada de "You" acerta ao apostar em parceria de Joe e Love e dedicar episódio com crítica sutil ao movimento antivacina. Bola VIP, 16 de out. 2021. Disponível em: <https://br.bolavip.com/entretenimento/voce-serie-com-penn-badgley-e-victoria-pedretti-critica-movimento-antivacina-de-forma-sutil-you-20211016-0013.html>. Acesso em: 18 de out. 2021.

YOU: 3ª temporada é aclamada com elogios às 'reviravoltas inesperadas' e 'humor implacável'; confira primeiras críticas. Rolling Stone, 15 de out. 2021. Disponível em: <https://rollingstone.uol.com.br/entretenimento/you-3-temporada-e-aclamada-com-elogios-reviravoltas-inesperadas-e-humor-implacavel-confira-primeiras-criticas/>. Acesso em: 18 de out. 2021.

 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »