26/10/2021 às 16h58min - Atualizada em 26/10/2021 às 23h19min

Lições Mágicas de Terabítia

Aprendizado para a vida em qualquer idade.

Dominik Pereira - editado por Luhê Ramos
Jess (Josh Hutcherson) e Leslie (AnnaSophia Rob) correndo em direção a Terabítia. | Fonte: Walt Disney Pictures

O filme Ponte Para Terabítia, é baseado no livro infantojuvenil da autora Katherine Paterson. O filme tem uma linguagem simples e, apesar de ser destinado ao público jovem, traz lições de vida muito importantes. 


O filme Ponte Para Terabítia, é baseado no livro infantojuvenil da autora Katherine Paterson. O filme tem uma linguagem simples e, apesar de ser destinado ao público jovem, traz lições de vida muito importantes. 

Jess é um garoto que quer ganhar a competição de corrida da escola, para isso ele treina todos os dias arduamente. Tudo seguia bem até a chegada de uma nova aluna, Leslie. Ela o ganha na competição, deixando jess muito insatisfeito. Nesse primeiro momento existe uma relutância em se aproximar da garota, porém Leslie era muito determinada e queria a amizade do menino. Eles constroem uma linda amizade e juntos criam um mundo encantado onde eles vivem várias aventuras, um mundo fantástico e cheio de magia.

A história aborda temas delicados e emocionantes, como relações familiares, bullying e morte. As diferenças dos personagens centrais são muito visíveis, Leslie é uma menina alegre, criativa e carinhosa, enquanto Jess é mais sério, retraído e tímido. 

Um ponto importante, que chama bastante a atenção, é o meio familiar. Jess é o único menino de quatro irmãs, e seu pai acaba atribuindo muitas responsabilidades para o jovem. Apesar de estar sempre juntos em casa, os irmãos não são próximos. Existe um grande abismo os dividindo, cada um vive para o seu próprio mundo.

Em contra partida, o relacionamento familiar de Leslie não podia ser melhor, ela é filha única e muito próxima de seus pais, eles brincam e se divertem juntos. Durante o filme não existe muito contato direto entre os personagens, só em um momento no filme em que Jess presenteia Leslie com um cachorro, e ela o abraça para agradecer. O garoto fica visivelmente sem saber como agir, porque não está acostumado com demonstrações abertas de se afeto. Os seus pais não eram carinhosos, estavam constantemente preocupados com as contas e mal tinham tempo para afetos. Em duas cenas, Jess observa seu pai ser carinhoso com sua irmã mais nova e claramente não entende porque com ele é diferente.

Tanto o filme quanto o filme são muito emocionantes, nos faz refletir sobre como sonhar é necessário e lindo. Sonhos nos motiva e alegra a alma, apesar dos compromissos da vida adulta é importante que nunca devemos parar de sonhar, o filme nos faz ver a força de uma grande amizade e a dor de sua perda. 

O filme foi dirigido por Gábor Csupó, com direção artística de Robert Gillies. Ponte Para Terabítia é uma das adaptações literárias mais fiéis ao livro, o mundo de fantasia criado por Leslie é muito bem representado nas telas, com naturalidade sem parecer forçado ou falso. Uma história que prende a atenção do início ao fim, e que não cativa apenas o público alvo mas também aos adultos.

O enredo é simples mas capaz de nos despertar a imaginação, Jess e Leslie são personagens fortes e acabamos mergulhando em suas histórias, como se estivéssemos dentro do filme. Com muita emoção e lições de vida, Ponte Para Terabítia é um tesouro que jamais deve ser esquecido. 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »