13/11/2021 às 15h00min - Atualizada em 13/11/2021 às 13h58min

Muito além de cantar com passarinhos ou poderes de gelo, conheça as heroínas esquecidas da Disney

Pouco se sabe sobre as outras personagens que um dia fizeram parte do seleto grupo de princesas e talvez você já tenha visto alguma delas

Ramon de Paschoa - Editado por Ana Terra

Os estúdios Disney são extremamente conhecidos pela forma de contar seus contos de fadas, que ao se comparar com as histórias originais, o Mickey Mouse deu um pitadinha de magia e leveza ao invés da visão macabra dada por escritores, como Hans Christian Andersen ou os irmãos Grimm

A grande fonte de encanto e nostalgia são as princesas, conhecemos elas como mulheres bondosas que cantam a qualquer momento, menos você Merida, e que também estão dispostas a fazer qualquer coisa para conquistar seus sonhos. 

Antes de tudo, é importante lembrar que existe uma pequena lista de regras para você entrar na famosa franquia “Disney Princesa". Você teria que nascer na realeza como a Ariel, casar com um príncipe como a Tiana, ser protagonista de seu filme (exceto a Jasmine) e fazer um ato heroico como a Mulan.

Por incrível que pareça essa lista não faz sentido algum quando temos outras personagens incríveis de fora e sabemos o real motivo para entrar nesse grupo, que é o sucesso de bilheteria e os lucros futuros de seus produtos como brinquedos, perfumes e roupas.

Esmeralda


Para que o impulso de heroínas fortes fosse o que conhecemos hoje, em “O Corcunda de Notre Dame” de 1996, nos apresentou a cigana Esmeralda. Muitos não se lembram desse filme por fugir um pouco da fórmula infantil da maioria das animações do estúdio. 

Ela inicia nossa lista por não abaixar a cabeça para qualquer um, além de marcar sua trajetória sendo perseguida pelo Juiz Claude Frollo, ajudar o Quasimodo quando ele é humilhado em praça pública e também não se calar quando quase foi queimada viva no final do filme.

Megara 


“Sou uma donzela, estou indefesa, mas saio dessa. Tenha um bom dia”. E assim começo a falar da Meg. Ao contrário do jeito doce da Branca de Neve e da Cinderella, aqui temos uma personagem mais ácida e com uma das músicas mais marcantes da era da Renascença. 

Logo em seus primeiros minutos ela chama a atenção do protagonista, Hércules, isso faz parte de seu trabalho já que trabalha para Hades, o vilão do filme.

Por trás da personalidade que a personagem demonstra, seu passado é marcado por um fim de relacionamento, por isso ela não demonstra interesse na primeira vez que vê Hércules, mas com o tempo recebemos “I won’t say I’m in love”. 

Gisele


Ingênua, otimista e queridinha das crianças nascidas nos anos 2000, aqui temos Giselle de Encantada (2007), creio que ela seja a mais famosa dessa lista. 

O filme inteiro tem referências aos contos das nossas primeiras princesas. Aqui temos feitiços, príncipes, bruxas e muitas músicas. Durante a narrativa, Giselle é enviada para o mundo real onde conhece Robert (Patrick Dempsey) e aprende os costumes da cidade grande, isso sem fada madrinha e animaizinhos ajudando a fazer tarefas domésticas.

Aí vem a dúvida, se o filme dela fez sucesso, porque ela não está no grupo “Princesas Disney” junto com as outras? Como temos animação misturada com Live action, a Disney teria que pagar pelos direitos de imagem da atriz Amy Adams, que vive nossa protagonista.

Kida


Quem? Se antes nossas heroínas tinham destaque em seus filmes, aqui temos a protagonista feminina do filme Atlantis: O Reino Perdido (2001) e como os roteiristas queriam sair dos contos de fadas e embarcar no mundo das ficções científicas, recebemos um dos fracassos de bilheterias do estúdios Disney.   

Mesmo sendo a filha do chefe, assim como a Moana, Kida não teve aquele estouro e também é ofuscada por outras personagens femininas que fizeram parte do longa.

Anastasia


Que tal uma menção honrosa? Depois da Disney ter comprado a 20th Century Fox, a princesa Anastasia se tornou oficialmente residente na casa do Mickey.

Inspirada em uma pessoa real, assim como Pocahontas, Anastasia nos leva para o período da Revolução russa em seus primeiros minutos de filme. Muito se pergunta se o que foi mostrado no desenho é real e se a Anastasia realmente estava viva ou não.

No nível Disney de animação, personagens marcantes e músicas memoráveis, o filme fez bastante sucesso, arrecadando 120 milhões de dólares mundialmente e além de receber indicações ao Oscar. 
 

Existem muitas personagens que mereciam estar nessa pequena lista, mas o texto ficaria enorme. Mesmo amando nossas queridas princesas e suas histórias, chegou a hora de darmos atenção para outras heroínas que assim como Cinderella, Aurora e Elsa, marcaram a infância de muita gente.


Referências:

5 princesas Disney que foram esquecidas. Pensando por aí , [S. l.], p. 1, 3 set. 2019. Disponível em: http://www.pensandoporai.com.br/2019/09/5-princesas-disney-que-foram-esquecidas.html. Acesso em: 12 nov. 2021.

ANASTASIA- Curiosidades de uma animação diferente:. Marie, a princesa moderna , [S. l.], p. 1, 28 jun. 2016. Disponível em: http://mabieaprincesamoderna.blogspot.com/2016/06/anastasia-curiosidades-de-uma-animacao.html. Acesso em: 12 nov. 2021.

HÉRCULES | Como a Meg quebrou o padrão de mulheres da Disney. Omelete , [S. l.], p. 1, 20 maio 2020. Disponível em: https://www.omelete.com.br/hercules/hercules-meg-a-melhor-personagem-da-disney. Acesso em: 12 nov. 2021.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »