18/12/2021 às 14h55min - Atualizada em 18/12/2021 às 15h39min

A importância do Rock n Roll nos quadrinhos

Um dos estilos musicais mais famosos da história possui uma relação interessante com o mundo dos quadrinhos

Gustavo Mateus - Editado por Fernanda Simplicio
Quando se fala sobre Rock N Roll é quase impossivel de se lembrar do famoso lema "sexo, drogas e rock n roll" ou de artistas que ainda continuam a fazer sucesso, como o caso dos Beatles, que mesmo depois de terem separados, continuam a fazer sucesso tanto com os mais velhos tanto com os mais novos. E nos quadrinhos o rock n roll não poderia ter ficado de fora. Além de terem influenciado a criação de personagens como Lobo (DC Comics) e a versão punk do Homem-Aranha (Edge of the Spider Man -  2016), houve uma editora que decidiu ousar em suas publicações.
 
Criada em 1989 por Todd Lorren, a editora, Revolutinary Comics criou um selo chamado Rock N Roll Comics, onde publicava biografias não autorizadas em quadrinhos de vários artistas do gênero, como Bruce Springsteen, Bon Jovi, Motley crue, além de inserir outros artistas de outros estilos musicais, como New Kids on The Block, Public Enemy, 2 live Crew etc. Tudo contado com o máximo de detalhe sobre a história dos artistas, isso contaria com várias situações envolvendo o uso de drogas, nudez e outros tópicos considerados polêmicos, porém a editora acabaria sofrendo processos de alguns artistas. Um dos casos mais conhecidos foi da banda Guns n Roses, onde o advogado da banda processou a editora com uma ordem de Cease and Desist (Cesse e Dessista), mas o processo não foi para a frente e a editora continuou a fazer mais e mais cópias, a editora teve seu fim decretado em 1993, tendo mais tarde seus materiais republicados pela BlueWater Productions.


Fonte: Vicious fun / Reprodução

Fonte: Vicious fun / Reprodução

Edição estrelando a famosa banda Poison
 
Apesar da passagem curta da editora, o estilo ia viver para sempre nos quadrinhos, bem antes de ser fundada, a famosa banda Kiss havia feito uma apariação especial na edição 12 e 13 de Howard o pato, em 1977, no mesmo ano, mais tarde a banda teria suas histórias publicadas pela Marvel em edição especial onde contem a apariação especial do Beatles, sem mencionar que os membros da banda tiveram seu sangue recolhido e misturado com tinta vermelha para assinar o quadrinho, mais tarde, a banda teria mais historias publicadas pelas editoras Image Comics e Dark Horse Comics.
 
Fonte:Google / Reprodução

Fonte:Google / Reprodução

O Kiss foi uma das primeiras bandas a ter a sua própia hq

 
Sendo assim, vários artistas e referências do estilo musical foram aparecendo ao longo dos anos, o vocalista da banda My Chemical Romance, Gerard Way, é o criador da famosa série em quadrinhos The Umbrella Academy, que foi adapatada pela Netflix. A banda de Trash Metal Slayer lançou em 2019 o quadrinho Repetnless, inspirada no seu álbum de mesmo nome, lançado em 2016, e tendo seu lançamento no Brasil pela editora Estética Torta, vale mencionar que uma HQ inspirada nas músicas dos Mamonas Assassinas foi lançada nesse ano pela editora.

Fonte:Google / Reprodução

Fonte:Google / Reprodução

Gerard Way alem de fazer sucesso nos palcos, também conquistou o publico no ramo nos quadrinhos


Mesmo no cenário atual, onde a onda de nostalgia dos tempos passados esta em evidência, o rock n roll continua muito vivo, além da música, os quadrinhos foram um dos refúgios para artistas do estilo expandirem sua criatividade, gerando histórias que fazem suas músicas serem um complemento para um universo diferente, porém, artístico e ousado valendo a pena conhecê-lo, mesmo não sendo um fã do gênero.

REFERÊNCIA:

Ramone, Marcus Rock'n'Roll Comics: O mundo do rock em quadrinhos UNIVERSO HQ 12 de novembro de 2010
Disponivel em: Acesso em 17 de dezembro de 2021
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »