18/06/2022 às 21h34min - Atualizada em 18/06/2022 às 20h02min

As filmagens para a primeira temporada de The Last of Us terminaram, mas o que deve acontecer a partir daqui?

A nova produção da franquia para o streaming HBO Max, que deve ser lançada em 2023, tem um papel difícil pela frente

Felipe Grande - Editado por Ana Terra
O lançamento da série de The Last of Us pelo HBO Max está cada vez mais próximo, tendo em vista que recentemente, no dia 11, o criador e roteirista do seriado Craig Mazin divulgou no Twitter que as filmagens da primeira temporada foram concluídas. Além disso, Neil Druckmann, o diretor dos games da saga mostrou uma nova foto de Joel (Pedro Pascal) e Ellie (Bella Ramsay) em um dos episódios durante o Summer Game Fest desse ano.
 
A estreia da série está prevista para 2023, mas os jogos já estão por aí há quase dez anos, desde 2013. The Last of Us ajudou a revolucionar a narrativa cinematográfica no mundo dos games, com sua história que a princípio parece ser sobre uma sociedade em um mundo destruído e lotado de monstros que parecem zumbis, até Joel, o protagonista, conhecer Ellie.

O objetivo de Joel era levar a garota até outra parte do país, sem saber ao certo o motivo, e apenas isso. Mas ao passo que a narrativa progride é incrível observar a relação entre os dois, de completos estranhos que sempre discutiam e eram grossos nos diálogos, até um pai e uma filha se conhecendo cada vez melhor e lutando pela sobrevivência nesse mundo pós-apocalíptico.

A beleza de The Last of Us está na humanidade dos personagens, em como a Naughty Dog, produtora do jogo, conseguiu colocar tanto peso em cada pessoa da narrativa, em cada momento e em cada cenário. Os dois jogos da saga conseguem fazer com que os jogadores se apeguem e se sintam imersos naquele universo, na história de Ellie e Joel.

E o jogador está no meio desse mundo, controlando ambos os personagens e se conectando com cada um deles em cada momento da história. Por estar na pele de Ellie e Joel, The Last of Us consegue entregar uma experiência realmente única e com uma grande carga emotiva para quem se aventura nos jogos.

Mazin tem uma história complexa e muito bem construída para adaptar na série de The Last of Us, que já empolga a internet com suas imagens, mas um desafio igualmente complexo pela frente. Passar toda essa carga sentimental para quem assiste sem estar no controle das ações dos personagens.

No entanto, a série não tem obrigação de seguir o que o jogo construiu, são duas obras diferentes em dois veículos diferentes, é claro que o sentimento e a imersão serão também diferentes se comparar as duas produções. A história pode ser contada de outro jeito, se aprofundando em outros momentos, enfim, o campo que esse novo produto de The Last of Us tem para explorar é gigante.

Vale lembrar que Neil Druckmann está envolvido diretamente com a produção da série, sendo responsável também por dirigir um dos episódios dessa primeira temporada.

The Last of Us deve estar disponível para streaming na plataforma HBO Max em 2023, os jogos já estão disponíveis para PS4, uma nova versão para PS5 foi anunciada recentemente e há também uma ainda em desenvolvimento para PC.




REFERÊNCIAS
CANHISARES, Mariana. “The Last of Us conclui filmagens da primeira temporada”. Omelete, 2022. Disponível em: <https://www.omelete.com.br/the-last-of-us/the-last-of-us-filmagens-fim#:~:text=O%20elenco%20ainda%20inclui%20Murray,tem%20um%20canal%20no%20Telegram!>.  Acesso em: 11 de junho de 2022.
GRUTTER, Felipe. “Como Last of Us ajudou a revolucionar a narrativa cinematográfica nos games? [ANÁLISE]”. Rolling Stone, 2020. Disponível em: <https://rollingstone.uol.com.br/noticia/como-last-us-ajudou-revolucionar-narrativa-cinematografica-nos-games-analise/>. Acesso em: 12 de junho de 2022.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »