25/09/2022 às 19h09min - Atualizada em 25/09/2022 às 14h53min

Conheça a história do Universo Cinematográfico da Marvel e as lutas de direitos autorais de seus personagens (Parte 2)

Descubra quais heróis foram licenciados para outras empresas, quais já foram recomprados e os que ainda não foram

Larissa Oliveira - Editado por Marcela Câmara
Atualmente, a Marvel Comics, também conhecida como “House of Ideas” ou “Casa das ideias”, se firmou como a principal editora americana de histórias em quadrinhos. Seu catálogo possui mais de 5000 personagens que rendem milhões de dólares em faturamento através das tradicionais revistas em quadrinhos, filmes de cinema, mídia digital, jogos para videogames e licenciamentos dos mais variados produtos.
 
Foi apenas após longos anos e enfrentando altos e baixos que a empresa obteve toda a fama e sucesso que tem hoje. No começo da década de 90, por exemplo, a Marvel sofreu uma crise financeira. A quantidade de dívidas acumuladas obrigaram a companhia a declarar falência em 1996. Um terço dos funcionários foi demitido para equilibrar o déficit e a empresa foi marcada por um cenário de tensão, instabilidade e disputas internas.
 
Os membros discutiam incessantemente como poderiam tornar a Marvel lucrativa novamente. A empresa chegou à conclusão de que a opção mais plausível para se recuperar financeiramente seria a de vender os direitos autorais de alguns de seus personagens para grandes estúdios de cinema. Assim, a Marvel investiu na indústria cinematográfica e começou a ganhar pequenas porcentagens em cima das produções de outras empresas.

Confira aqui a primeira parte dessa história de licenciamentos

 
Quem conhece cláusulas de cessão e licenciamento de direitos autorais e outros ativos de propriedade intelectual sabe o quão longas e complexas elas costumam ser. Até contratos milionários como os da Marvel deixam brechas e dúvidas sobre os limites, condições e regularidades do aproveitamento desses direitos. Vale ressaltar que a permissão de produzir e distribuir os filmes são direitos distintos e podem pertencer a estúdios diferentes.
 
Veja abaixo mais heróis que foram licenciados e para quais empresas.
 
20TH CENTURY FOX - Demolidor, Elektra, X-Men, Quarteto Fantástico e Deadpool
 
A 20th Century Fox obteve os direitos de Demolidor, Elektra, Quarteto Fantástico, X-Men e Deadpool. Os estúdios da Fox produziram e distribuíram 19 filmes desses personagens. Confira abaixo a lista deles e seus anos de lançamento:
 
  • O Quarteto Fantástico - 1994
  • X-Men O Filme - 2000
  • Demolidor - O Homem sem Medo - 2003
  • X-Men 2 - 2003
  • Elektra - 2005
  • Quarteto Fantástico - 2005
  • X-Men O Confronto Final - 2006
  • Quarteto Fantástico e o Surfista Prateado - 2007
  • X-Men Origens: Wolverine - 2009
  • X-Men Primeira Classe - 2011
  • Wolverine Imortal - 2013
  • X-Men Dias de um Futuro Esquecido - 2014
  • Quarteto Fantástico - 2015
  • Deadpool - 2016
  • X-Men Apocalipse - 2016
  • Logan - 2017
  • Deadpool 2 - 2018
  • X-Men Fênix Negra - 2019
  • Os Novos Mutantes - 2020
 
O filme do Demolidor foi estrelado pelo aclamado ator Ben Affleck. Porém, até hoje não é considerado pelos fãs como um filme de qualidade. Não só pelos efeitos visuais não serem tão bons, mas por ter uma história que foge um pouco da abordagem dos quadrinhos. A Fox não teve interesse em produzir uma sequência para o herói, portanto seus direitos retornaram para a Marvel em 2013, assim como ocorreu com Blade.
No mesmo ano, a Marvel fez um acordo com a Netflix para que a plataforma produzisse séries originais de alguns heróis. A série do Demolidor foi a primeira a ser produzida pelo serviço de streaming e estreou em 2015. Ela fez tanto sucesso que, quando foi cancelada três anos depois, gerou muita insatisfação perante os fãs.
 
O cancelamento, porém, fazia parte de um novo acordo feito entre as duas empresas. Após a série ser cancelada, os direitos do personagem retornariam para a Marvel dois anos depois. Por isso que a Disney Plus demorou para incluir a série no seu catálogo. O serviço de streaming da Disney foi criado em 2019, um ano após o cancelamento da série. Portanto, a empresa teve que aguardar para oferecer o conteúdo de volta aos fãs.
Como os direitos do personagem foram obtidos novamente, a Marvel não demorou em introduzi-lo no MCU. Demolidor já foi visto em Homem-Aranha: Sem Volta Para Casa, lançado no final de 2021, e tem previsão de retornar em outros longas e séries, como em She Hulk, lançada em agosto deste ano. Além disso, uma nova série do herói já está prevista para 2024.
 
A assassina impiedosa Elektra teve sua primeira aparição no filme do Demolidor de 2003. Dois anos depois, teve seu primeiro filme solo com a interpretação de Jennifer Garner. Infelizmente, o roteiro do filme solo foi tão mal elaborado quanto o de Demolidor. Além dos personagens terem sido mal desenvolvidos pela Fox, muitos fãs afirmam que estão na lista dos piores filmes de super-herói do mundo.
Assim como aconteceu com Blade e Demolidor, os direitos de Elektra Natchios retornaram para a Marvel em 2013. Como a Fox não teve interesse em produzir uma sequência para a assassina, ela retornou nas séries Demolidor e Defensores, ambas produzidas pela Netflix. Porém, mesmo após o serviço de streaming devolver os direitos da Elektra, a Marvel ainda não anunciou nada sobre um novo filme solo dela. É provável que ela apenas retorne na nova série do Demolidor, que será lançada em 2024.
 
A história do Quarteto Fantástico nos cinemas é outra bastante conturbada. A Fox já produziu 4 filmes para os heróis e todos foram extremamente mal recebidos pela crítica e pela comunidade. Embora a Marvel Studios respeite o material de origem dos super-heróis elaborado por outros estúdios, o Quarteto Fantástico nunca teve uma adaptação cinematográfica verdadeiramente autêntica.
 
Em 2009, The Walt Disney Company comprou a 21st Century Fox, divisão de entretenimento da Fox, por US$71,3 bilhões. A esperança dos fãs aumentou consideravelmente, porque todo o departamento de filmes da Fox passou a ser da Disney. Isso significa que os direitos dos personagens da Marvel retornaram e que eles finalmente serão introduzidos no MCU.
Inclusive, a Marvel Studios já anunciou durante a Comic-Con deste ano que fará um novo filme solo para o Quarteto Fantástico. O novo longa já tem previsão de ser lançado em novembro de 2024. Para muitos fãs, a demora na estreia é algo positivo, porque pode significar que finalmente terá um filme bem produzido e fiel aos quadrinhos.
 
Já o universo dos X-Men na antiga Fox rendeu 13 filmes de muito sucesso que marcaram uma nova era para os super-heróis. Mesmo tendo acumulado críticas por não ser muito fiel aos quadrinhos e desrespeitar elementos essenciais dos personagens e de suas histórias, a franquia virou referência entre os fãs e teve a participação de excelentes atores, como Hugh Jackman como Wolverine, Patrick Stewart como Professor Xavier e Ian McKellen como Magneto.
O primeiro longa X-Men - O Filme foi lançado em 2000 e chamou a atenção principalmente devido a sua seriedade e referências políticas enrustidas. A metáfora dos mutantes serem perseguidos por conta do preconceito da população mundial remete à questão étnica que inspirou Stan Lee e Jack Kirby a criar os X-Men em 1963. Também há uma clara analogia entre Charles Xavier e Magneto com Martin Luther King e Malcolm X, pois enquanto um sonhava com uma convivência pacífica e colaborativa, o outro preferia a supremacia e a imposição. 
 
Mesmo após 13 anos que a Disney comprou a 21st Century Fox e obteve os direitos dos X-Men de volta para a Marvel, até hoje não há nenhum anúncio sobre algum filme deles dentro do MCU. Aparentemente, os mutantes são os únicos que ainda se encontram em cláusulas contratuais entre a Fox e a Marvel. Ao que tudo indica, esse contrato tem previsão de expirar em 2025.
Até lá, caso a Marvel queira produzir um filme dos X-Men, ela é obrigada a usar os mesmos atores que interpretaram nos filmes produzidos pela Fox e também os mesmos produtores. A Marvel não pode nem começar a produção de um novo filme que não atenda a esses critérios enquanto o acordo estiver em vigor. O que significa que um novo filme com novos atores e produtores só pode começar a ser feito em 2026 e ser lançado apenas na fase 7.
 
Em Doutor Estranho no Multiverso da Loucura, o Professor Charles Xavier apareceu, mesmo que brevemente. Isso só foi possível porque a Marvel manteve o mesmo ator da Fox, Patrick Stewart. Embora a introdução dos X-Men no MCU ainda demore alguns anos, ela já está sendo planejada.
A primeira menção aos mutantes ocorreu na série Ms. Marvel, quando a Marvel afirmou que a protagonista é uma mutante. Apesar do assunto ser finalmente mencionado pela empresa, os fãs não gostaram muito. A insatisfação se deu pela ausência de fidelidade aos quadrinhos, pois nas histórias originais a Ms. Marvel é uma inumana e não uma mutante.
 
Um fato curioso e interessante é que Mercúrio e Feiticeira Escarlate apareceram em uma cena pós-créditos de Capitão América 2: O Soldado Invernal e começaram a participar definitivamente do MCU a partir de Vingadores: Era de Ultron. Os gêmeos Maximoff surgiram na quarta edição da revista dos X-Men e foram categorizados como mutantes.
Em 1982, quase 20 anos após o surgimento deles, foi revelado que Magneto era pai de Wanda e Pietro. Como os dois personagens foram introduzidos no MCU em 2015, sendo que a Fox ainda detém os direitos dos mutantes até 2025? A Marvel resolveu mudar a origem da Feiticeira Escarlate e de Mercúrio em uma HQ lançada em 2014. Naquele ano, a Marvel revelou que os irmãos Maximoff não são filhos do Magneto e na verdade nem são mutantes. Dessa forma, a entrada deles no MCU estava garantida.
 
Já o mercenário Deadpool sempre esteve ligado aos X-Men. Sua origem como anti-herói se deu quando aceitou ser cobaia de um experimento do governo para tentar se curar de um câncer. Para isso, ele recebeu uma transfusão de genes do Wolverine e desenvolveu o fator de cura regenerativa, que lhe permite regenerar tecido corporal danificado ou destruído em uma eficiência e velocidade absurdas.
Sua primeira aparição nos cinemas foi em X-Men Origens: Wolverine, lançado em 2009 e com a interpretação de Ryan Reynolds. Em 2016, Deadpool teve seu primeiro filme solo e apenas dois anos depois já ganhou uma sequência. Como o anti-herói sempre esteve filiado aos mutantes, seus direitos ainda pertencem à Fox até 2025. 
 
Entretanto, não vai demorar para ele retornar às telonas. A Marvel já anunciou que o terceiro filme solo do personagem e primeiro dentro do MCU já está sendo produzido e tem previsão de ser lançado em 2023 ou 2024. Isso só será possível porque o novo longa contará com o mesmo elenco original e também com os mesmos produtores dos filmes anteriores.
 
 
 
REFERÊNCIAS
ALEM, Nichollas. Em busca dos direitos perdidos: uma breve história dos licenciamentos da Marvel para o cinema. Instituto Idea, 2020. Disponível em: http://institutodea.com/artigo/em-busca-dos-direitos-perdidos-uma-breve-historia-dos-licenciamentos-da-marvel-para-o-cinema/. Acesso em 02 de setembro de 2022.
 
BICUDO, Lucas. A história do universo Marvel e como o MCU muda as páginas da cultura pop. Foras de Série, 2021. Disponível em: https://forasdeserie.com/a-historia-do-universo-marvel-e-como-impacta-a-cultura-pop/. Acesso em 02 de setembro de 2022.
 
SOUSA, Camila. Por que a Marvel (ainda) não pensa em fazer um filme solo do Hulk. Omelete, 2018. Disponível em: https://www.omelete.com.br/hulk/por-que-a-marvel-ainda-nao-pensa-em-fazer-um-filme-solo-do-hulk. Acesso em 02 de setembro de 2022.
 
BARRETO, André. Entenda os motivos da famosa briga por direitos autorais entre a MARVEL e a FOX. Universo Xmen, 2015. Disponível em: https://universoxmen.com.br/2015/06/entenda-os-motivos-da-famosa-briga-por-direitos-entre-a-marvel-e-a-fox/. Acesso em 23 de agosto de 2022.
 
DS, Tiago, X-men e Quarteto no MCU: Compra da FOX pela Disney é aprovada. Central Vingadores, 2020. Disponível em: https://centralvingadores.com.br/x-men-e-quarteto-no-mcu-compra-da-fox-pela-disney-e-aprovada/#:~:text=AGORA%20%C3%89%20OFICIAL!,%2C%20por%20US%24%2071.3%20bilh%C3%B5es. Acesso em 23 de agosto de 2022.
 

MORAIS, Junior. Forte rumor revela quando filme dos X-Men da Marvel deve ser lançado. Legado da Marvel, 2022. Disponível em: https://legadodamarvel.com.br/forte-rumor-revela-quando-filme-dos-x-men-da-marvel-deve-ser-lancado/. Acesso em 23 de agosto de 2022.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »