19/08/2019 às 10h00min - Atualizada em 19/08/2019 às 10h00min

Vice-campeão do mundo em 2010, Sneijder anuncia aposentadoria dos gramados

Meia teve grande passagem pela Inter de Milão e pela seleção da Holanda

Carlos Augusto dos Santos - Editado por Paulo Octávio
Jerry Lampen / AFP
O holandês Wesley Sneijder anunciou sua aposentaria do futebol, na ultima segunda feira (12).  O meia de 35 anos, que recentemente atuava pelo Al Gharafa, do Catar, comunicou sua retirada dos campos de uma entrevista cedida ao canal oficial de TV do Football Club Utrecht, clube de sua cidade natal em que começou a jogar na infância. Assim, Sneijder segue os mesmos passos de seus companheiros Robin Van Persie e Arjen Robben, que também se aposentaram em 2019. Com isso, encerra-se um ciclo: a seleção Holandesa perde o seu tridente e principais jogadores dos últimos 12 anos.

O agora ex-jogador, irá trabalhar como colaborador do time e vai alugar o seu camarote particular para integrantes representativos e exclusivos do clube. "O meu amor pela cidade de Utrecht é excelente e tenho uma relação muito boa com Frans van Seumeren. Sempre falámos em nos reunir e agora pusemos a palavra a palavra. Espero ansiosamente uma grande temporada no Estádio Galgenwaard!", afirmouEm outro trecho da entrevista, Van Seumeren lamentou o fato de Sneijder nunca ter vestido a camisa do clube. É ótimo ter um ícone do futebol mundial como Wesley aqui conosco. Infelizmente, Wesley nunca jogou no FC Utrecht, mas agora liga-se profissionalmente ao clube e enche-me de orgulho."
  

CARREIRA 

Wesley Benjamin Sneijder começou sua caminhada no futebol em 1989, no Utrecht. Dois anos mais tarde foi para aprovado nos testes do Ajax e após 14 anos na base fez sua estreia na equipe profissional, em 2003. Pelo Goldenzonen conquistou dois Campeonatos Holandês, três Copas da Holanda e quatro Supercopa da Holanda. O Meia atuou em 180 jogos e marcou 58 gols. Ficou em Amsterdã de 1991 a 2007  quando foi negociado com o Real Madrid pela bagatela de 27 milhões de euros.

Em terras espanholas, Sneijder chegou logo após o desmanche dos galáticos. Com a responsabilidade de comandar o meio campo, ele contou a ajuda de seus compatriotas Robben, Drenthe e Van Der Vaart; juntos conquistaram o Campeonato Espanhol e Supercopa da Espanha em 2008.  Mas o holandes fez apenas 66 jogos pelo clube madrilista. Pouco mais de dois anos depois de sua chegada, foi negociado para a Inter de Milão, da Itália, no valor aproximadamente de 15 milhões de Euros. 

Em Milão, o holandês teve o melhor momento técnico de sua carreira. Com exibições espetaculares, tornou-se o principal jogador do time logo em sua temporada de estreia e faturou oss principais campeonatos: a Copa da Itália, o Cálcio e a Liga dos Campeões da Europa -- taça que os Nerazzuro não ganhavam há mais de 40 anos. Sob o comando de José Mourinho, formou um esquadrão com Eto’o, Diego Milito, Julio Cesar, Samuel e Stankovic que impressionou a Europa com seu futebol de marcação e velocidade. Sneijder se sentia a vontade para jogar, tanto que foi indicado o premio de Melhor Jogador do Mundo em 2010, mas ficou na quarta colocação. O meia permaneceu na Velha Bota até 2013, quando se 
desentendeu com o técnico Interista Andrea Stramaccioni foi acertou sua transferências para o Galatasaray, da Turquia. 



© foto di Giuseppe Celeste - Image Sport

No Galatasary, seu desempenho não foi mais o mesmo dos anos anteriores, mas era titular absoluto do time e ganhou dois Campeonatos Turco, duas Supercopas da Turquia e três Copas da Turquia. Nos Leões jogou até 2017. Logo depois acertou com o Nice, onde jogou apenas oito  paridas, e em seguida foi para o AL Garrafa.
 
SELEÇÃO HOLANDESA

Pela Holanda, Sneijder jogou de 2003 até 2017. Nesse período, ele atuou nas Copas do Mundo de 2006 a 2014. Em 2010, na África do Sul, foi o principal jogador da Laranja Mecânica, que ficou com o vice-campeonato. Mesmo asim, ele saiu da competição como artilheiro com cincos gols marcados. O Camisa dez também participou de três edições  da EuroCopa de 2004 a  2012. Ao final de seua passagem pela Holanda jogou 134  partidas e anotou 30 gols.

PRÊMIOS INDIVIDUAIS

TÍTULOS 

 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »