13/11/2019 às 21h40min - Atualizada em 06/11/2019 às 21h40min

A ascensão das plataformas de Streaming

A guerra dos serviços está cada vez mais acirrada e quem ganha são os usuários

Jonathan Rosa - Editado por Milena Iannantuoni
Fonte: CBN
Para quem gosta de assistir filmes e/ou acompanha séries, encontra-se  muito bem servido já que existem inúmeros serviços de streaming de vídeo disponíveis no mercado atualmente. No Brasil temos algunsgratuitos e outos de de um nicho específicos. Os mais populares disponíveis são a Netflix, Amazon Prime Vídeo, Apple TV+, Fox Play, HBO GO, TeleCine, Globo Play e futuramente, o tão esperado Disney+, cada um com seus preços e catálogos, e rivalizando a cada dia mais na luta por conquistar o público.
 
A cultura do streaming vem crescendo expressivamente no Brasil, e novas plataformas vêm sendo lançadas nos últimos tempos. As assinaturas já ultrapassam as de TV a cabo em todo o mundo. Com essas novas formas de transmissão e investimentos pesados em produções, existem cada vez mais conteúdos originas de entretenimento, fazendo com que a quantidade de assinaturas cresça rapidamente.
 
São tantas variedades que o público fica cada vez mais dividido sobre qual plataforma assinar, onde está o conteúdo que mais lhe interessa e qual tem as melhores vantagens.
 
AS PLATAFORMAS

Netflix


Fonte: Globo Play. Imagem. Interface Netflix

A Netflix é líder de assinaturas no mercado. No primeiro semestre de 2019, já contava com quase 150 milhões de assinantes em todo o mundo. Sendo assim, ela passa numericamente todas as demais plataformas de streaming. O serviço oferece três faixas de preços distintas, com diferentes vantagens. O plano básico oferece uma tela com definição padrão de imagem e custa R$ 21,90, enquanto o plano padrão com duas telas simultâneas e conteúdo em HD sai por R$ 32,90 ao mês, já o pacote premium é composto por quatro telas simultâneas e conteúdo ultra HD e custa R$ 37,90.

A Netflix tem conta com um catálogo gigante, com milhares de filmes e séries, e dispõe todo o seu conteúdo separado por gêneros, estilos e sugestões baseados no que o assinante já assistiu. São títulos para todos os tipos de públicos. Alguns dos principais produtos disponíveis na plataforma são:

Black Mirror 
  é uma série britânica de ficção científica criada por Charlie Brooker e centrada em temas obscuros e satíricos explorando sensações do mal-estar contemporâneo. Cada episódio conta uma história independente, traçando uma antologia que mostra o lado negro da vida atrelada à tecnologia no mundo moderno.

Stranger Things 
–  A série ambientada é nos anos 80, onde um menino de doze anos desaparece misteriosamente, o xerife Jim Hopper (David Harbour) inicia uma operação para encontrá-lo. Enquanto isso, Mike (Finn Wolfhard), Dustin (Gaten Matarazzo) e Lucas (Caleb McLaughlin) – melhores amigos do garoto , decidem procurar Will por conta própria. Mas as investigações acabam os levando a experimentos secretos do governo e a uma peculiar menina perdida na floresta.

13 Reasons Why 
É um drama adolescente onde uma caixa de sapatos é enviada  com  , para Clay (Dylan Minnette) por Hannah (Katherine Langford), sua amiga. O jovem se surpreende ao ver o remetente, pois Hannah acabara de se suicidar. Dentro da caixa, há trezefitas K7 (cassete), onde a jovem lista os 13 motivos que a levaram a interromper sua vida, além de instruções para elas serem passadas entre os demais envolvidos na história.
 
Apple TV +

Fonte: Olhar Digital.Imagem: Interface Apple TV +

A Apple TV chegou ao Brasil em novembro, com uma mensalidade de R$ 9,90, com um catálogo bastante modesto, a qual só possui sete séries originais. Porém, a companhia garante que novas produções serão adicionadas em breve. É possível acessar a plataforma na maior parte dos dispositivos da própria Apple, e para quem não possui dispositivos da empresa, os conteúdos podem ser assistidos por meio do Google Chrome, Firefox ou Safari.

Algumas das principais produções da plataforma são:

The Morning Show 
, Carro-chefe do serviço, a série tem produção executiva de Reese Witherspoon e Jennifer Aniston, que a protagonizam ao lado de Steve Carrell. The Morning Show entra no mundo dos bastidores dos programas matinais para contar a história de uma apresentadora, que vê seu programa e sua carreira serem colocados em risco quando seu colega é acusado de assédio sexual.

See 
 É um drama com Jason Momoa e Alfre Woodard. Ela se passa 600 anos no futuro, após um vírus dizimar a humanidade e deixar toda a população restante cega. Nesse cenário, o personagem de Momoa se torna a figura paterna de dois gêmeos que veem ao mundo com a habilidade de enxergar e precisa protegê-los a qualquer custo.

For All Mankind 
 Essa reproduz o que teria acontecido se a corrida espacial que levou o homem à lua nunca tivesse acabado, e se o programa especial tivesse continuado a ser a base das esperanças e dos sonhos dos americanos.

Amazon Prime Vídeo


Fonte: Engadget.Imagem: Interface Amazon Prime Vídeo

A grande vantagem da plataforma é o preço, o acesso mensal sai por R$ 9,90.
A assinatura da Prime Vídeo é uma das mais baratas e conta com um catálogo quase tão bom quanto o da Netflix. Ele é recheado de séries e filmes conceituados e bem populares, além de produções exclusivas da empresa como:
 
American Gods 
– O drama é centrado em uma guerra entre os velhos e os novos deuses. Os seres bíblicos e mitológicos estão perdendo cada vez mais fiéis para novos deuses, que refletem o amor da sociedade por dinheiro, tecnologia, celebridades e drogas.
 
The Boys 
– É uma série que conta a história de alguns super-heróis, os quais passam a se corromper com a fama e usar seu status para se promoverem ainda mais, o que pode colocar em risco a própria população. Pensando nisso, uma equipe da CIA foi preparada para cuidar desse caso.
 
É possível baixar episódios para assistir através do aplicativo no Smartphone e na TV, ou ainda no próprio site. Dá pra logar a mesma conta em até três dispositivos diferentes. Além disso, o usuário tem acesso dentro do próprio app as músicas que compõem os filmes e séries. Também é possível cancelar a sua conta a qualquer momento sem nenhuma taxa adicional.

HBO GO


Fonte: O Globo.Imagem: Interface HBO GO

A HBO também possui a sua própria plataforma de streaming. Há uma vasta lista de títulos com mais de 2.050 filmes para o deleite dos usuários, incluindo as séries originais do canal, como Game of Thrones e o mais novo documentário de Michael Jackson, chamado Deixando Neverland. Os episódio são distribuídos simultaneamente com a TV.
 
A HBO Go oferece sete dias gratuitos para teste. Após isso, o usuário passa a pagar pacotes a partir de R$ 34,90 mensais. E dá para assinar o plano anual, que custa R$ 339,90. É possível assistir na TV pelo Chromecast, no celular através do aplicativo e no computador pelo site.
A partir de maio de 2020 um novo serviço chamado HBO MAX entrará em funcionamento nos EUA, com assinatura mensal por US$ 14,99.

O HBO Max é o novo serviço de streaming de filmes e séries do grupo WarnerMedia, detentor do canal de TV por assinatura HBO. O catálogo do reunirá toda a programação do canal de TV, somada a outras atrações do grupo Warner, além de produções originais e títulos de outros canais, como TNT e Cartoon Network.

A principal diferença entre os serviços é que, enquanto o HBO Go exibe apenas atrações da programação da HBO, o novo serviço também oferecerá filmes, séries e programas de outros canais do grupo Warner. Esse novo serviço ainda não tem previsão de chegada ao Brasil.


TeleCine Play


Fonte: Sensacionalista.Imagem: Interface Telecine Play

Telecine Play é uma plataforma de streaming que dá para assistir na internet todo o catálogo de filmes do canal por assinatura. São milhares de títulos selecionados por gênero e são atualizados quase semanalmente, pois a plataforma conta com muitos lançamentos. Não é necessário ter TV a cabo para assinar a plataforma de filmes.

O Telecine Play oferece dois planos: o "básico", por R$ 23,90 ao mês 
– essa categoria dá acesso a uma tela em dois dispositivos cadastrados, enquanto o plano "completo", com valor de R$ 37,90 mensais, oferece até três telas, cinco dispositivos, cinco perfis de usuários e uma conta kids que exibe apenas conteúdos infantis. Além disso, o plano mais caro traz descontos na compra de entradas pelo site Ingresso.com e nas redes Kinoplex e UCI.

Este ainda oferece período de sete dias grátis para acessar mais 2 mil filmes em catálogo. O serviço está disponível para PC, Smart TV, Android TV, Air Play, Chromecast, celulares Android e iOS.

Globo Play


Fonte: DCM. Imagem: Interface Globo Play

A emissora Globo agora também possui o seu próprio serviço de streaming, a plataforma é repleta de conteúdos novos e exclusivos da emissora. Por R$ 19,90 mensais, o usuário tem acesso a esportes, séries, novelas e programas do canal e das filiais GNTMultishow e Gloob.

Capítulos de folhetins como ‘A Dona do Pedaço” podem ser acessados até um dia antes da transmissão convencional na TV. Recentemente, a Globo também passou a produzir séries que chegam muito antes no streaming, é o caso da comédia “Shippados” e do drama “Assédio”.

Este dá acesso gratuito por 7 dias. Durante esse tempo, é possível assistir à programação normal da rede Globo ao vivo.

Após o free trial, o assinante ganha acesso a todo o catálogo da plataforma de streaming, incluindo reality shows e desenhos infantis.
 
Algumas das principais produções da plataforma são:
 
The Handmaid’s Tale 
–  Um drama onde logo após um atentado terrorista que ceifa a vida do Presidente dos Estados Unidos, e de grande parte dos outros políticos eleitos, uma facção católica toma o poder com o intuito declarado de restaurar a paz. O grupo transforma o país na República de Gilead, instaurando um regime totalitário baseado nas leis do antigo testamento, retirando os direitos das minorias e das mulheres em especial.
 
Dr.House 
–  A aclamada série médica onde Hugh Larie interpreta o brilhante Dr.Gregory House, com uma personalidade forte e única, o médico afeta a vida de todos ao seu redor, principalmente sua equipe de trabalho, seus superiores e amigos.
 
Dexter 
–  é um drama baseada na obra de Jeff Lindsay, "Darkly Dreaming Dexter", a série tem como protagonista um especialista forense em amostras de sangue, que trabalha para o Departamento de Polícia de Miami. Ele também é um assassino em série, que mata as pessoas incontrolávelmente, no qual a polícia não consegue prender. A dupla identidade tem de ser escondida de todos, incluindo sua irmã e companheiros de trabalho.

Disney +

Fonte: Gazeta do Povo. Imagem: Interface Disney +

O grupo Disney já controla boa parte do entretenimento audiovisual mundial, caminhando a passos largos para o monopólio sobre as produções cinematográficas. A companhia é dona da empresa televisiva ABC, Marvel, LucasFilm, Pixar, Fox, Hulu, entre outras marcas. Sendo assim, a velocidade com que a Disney se expande é impressionante, e é cada vez mais difícil fugir dos conteúdos da empresa.

Com isso, teremos o Disney+, que deve chegar ao Brasil em novembro 2020, com um catálogo imenso de filmes e séries originais Disney e sem valor estimativa até o momento.

Anunciado em abril deste ano, o Disney Plus é a nova plataforma de streaming da empresa, que reunirá filmes e séries com produções originais e de outras plataformas. Desse modo, a Disney promete competir diretamente com a Netflix e demais serviços do tipo.
 
O novo serviço que será lançado no próximo dia 12 de novembro nos EUA contará com clássicos da empresa e muitos blockbusters. Em uma série de mais de 300 tuítes divulgados no mês passado, na conta oficial do Disney+, a plataforma apresentou uma lista extensa que incluiu títulos recentes como “A Dama e o Vagabundo”, “Dumbo”, “Capitã Marvel”, “Toy Story 4”, “Frozen 2”, entre outros, além de clássicos como a franquia de “Star Wars” e “Os Simpsons”.
 
Mais o verdadeiro apelo da plataforma são as já anunciadas séries da Marvel, que vão se conectar diretamente com os filmes da franquia. E para manter a qualidade das histórias que foram iniciadas nos cinemas, a Marvel Studios deverá desembolsar um valor semelhante dos cinemas na produção das séries para a plataforma de streaming.

De acordo com a Variety, a empresa do Mickey deverá desembolsar entre 100 e 150 milhões de dólares por temporada. Seguindo as contas, cada episódio deverá custar entre 15 a 25 milhões de dólares.

As séries anunciadas até agora são:
 
“Ms. Marvel”, “Cavaleiro da Lua”, “Loki”, “Gavião Arqueiro”, “Falcão e o Soldado Invernal”, “She-Hulk”, “Wanda Vision” e “What If”.
 
Assim como os demais serviços, o Disney+ terá suporte a uma variedade de dispositivos, como celular, PC, Smart TVs e consoles de jogos. Com o preço inicial de US$ 6,99 no plano mensal nos EUA, o valor é altamente competitivo e rivaliza com a Netflix, que custa cerca de U$ 13 mensalmente por lá.


CONCENTRAÇÃO DE PODER NO ENTRETENIMENTO



Fonte: Mais Minas

Atualmente, algumas empresas têm o total controle da maior parte do conteúdo de entretenimento consumido hoje em dia. São elas a Netflix, a Amazon, a Disney, o Facebook e a Apple, pois cada uma destas é detentora de inumares outras marcas. Como resultado da concentração de poder na mão dessas empresas, principalmente no ramo do entretenimento, o consumidor perde a possibilidade de escolher por um serviço melhor e mais diversificado.

Por outro lado, esse movimento pode incentivar plataformas de streaming a criarem mais conteúdo original, motivada pela concorrência. a Netflix atualmente já cria uma grande quantidade de produções próprias. Isso porque, a Disney vem retirando seus filmes e séries do catálogo da plataforma, pois está pensando em seu próprio dispositivo.

O aumento na quantidade de serviços de streaming pode fazer com que clientes precisem escolher quais contratar, já que o valor total de todos os planos disponíveis pode facilmente ultrapassar os 200 reais.
 

 
REFERÊNCIAS:
 
12 serviços de streaming diferentes que você precisa conhecer. Disponível em:  <https://canaltech.com.br/entretenimento/alem-da-netflix-12-servicos-de-streaming-diferentes-que-voce-precisa-conhecer-119036/> Acesso em: 06 de nov de 2019
 
4 plataformas de streaming que estão dominando o cenário do entretenimento. Disponível em: <https://superela.com/plataformas-de-streaming> Acesso em: 06 de nov de 2019
 
Apple TV, tudo que você precisa saber. Disponível em: <https://entretenimento.uol.com.br/noticias/redacao/2019/10/31/apple-tv-tudo-o-que-voce-precisa-saber-sobre-o-streaming-da-apple.htm> Acesso em: 06 de nov de 2019
 
Netflix vs Amazon. Disponível em: <https://www.techtudo.com.br/noticias/2019/09/netflix-vs-amazon-prime-video-compare-preco-e-catalogos-dos-servicos.ghtml> Acesso em: 06 de nov de 2019
 

Qual o melhor serviço de streaming de filmes e séries?
Disponível em: <https://maisminas.org/o-melhor-servico-de-streaming-de-filmes-e-series/> Acesso em: 06 de nov de 2019
 
EscolhaSegura. Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=j6fnyMslFiU> Acesso em: 06 de nov de 2019

 
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »