19/11/2019 às 22h02min - Atualizada em 19/11/2019 às 22h02min

Greg Russo comenta sobre a sequência do live-action de Death Note

"Estou trabalhando em algo muito legal", disse o roteirista em seu Twitter.

Mariana Castro - Editado por Bárbara Miranda

Em 2018 a Netflix já havia anunciado a sequência do live-action de Death Note, e agora, depois de quase um ano, Greg Russo comentou um pouco sobre o próximo filme da franquia. O roteirista, que atualmente está na produção do reboot de Mortal Combat, falou em seu Twitter que está trabalhando em “algo muito legal”.  

“Agradeço todas as perguntas dos fãs de Death Note. Estou trabalhando em algo muito legal para a franquia - não posso falar sobre isso ainda, mas definitivamente está vivo e em boas mãos”, escreveu Russo.  

FONTE : legitimogeek.com.

O primeiro filme foi lançado em 2017 na plataforma, e apesar de contar com nomes como Willem Dafoe (At Eternity’s Gate), dando voz ao shinigami Ryuk, Lakeith Stanfield (Get Out) e Natt Wolff (Paper Towns), o filme recebeu muitas críticas negativas, principalmente vindas dos fãs da história original. Mesmo não sendo bem aceito, segundo Ted Sarandos, CEO da Netflix, o filme foi um grande sucesso, por conta da repercussão que gerou na época. 

Ainda não há data de estreia para o próximo filme, mas o elenco permanecerá o mesmo e a direção continua nas mãos de Adam Wingard, conhecido por seus filmes de terror. 

FONTE : AdoroCinema.

Death Note é uma série de mangá escrita por Tsugumi Ohba e ilustrada por Takeshi Obata, tendo seus capítulos publicados entre janeiro de 2003 e maio de 2005 na Weekly Shonen Jump. No Brasil, a obra foi publicada pela editora JBC.

Na história, conhecemos Light Yagami, estudante do ensino médio, que encontra o Death Note , um caderno no qual as pessoas que têm seus nomes escritos nele, morrem. Com o objeto em mãos e acompanhado do shinigami Ryuk, Light passa a usar o pseudônimo Kira e decide criar um novo mundo.

Inicialmente o personagem só mata bandidos e as mortes em sequência passam a causar suspeitas na polícia. É neste ponto que L, um detetive renomado e uma figura até então misteriosa, entra no caso. Ele é conhecido por ser um gênio, tendo resolvido muitos casos difíceis.

A partir disso, a trama se torna um embate entre os dois, trazendo muitos momentos de jogos mentais, ação e suspense. 

Em 2006 foi lançada uma série animada para a TV, que também pode ser assistida na Netflix. Ela foi produzida pelo estúdio Madhouse, que também ficou responsável pela produção dos live-actions japoneses Death Note: Relight: Visions of God (2007) e Death Note: Relight 2: L's Sucessors (2008). 

 

REFERÊNCIAS 

FERNANDES, André. “Death Note: filme live-action da Netflix vai ganhar sequência”. Disponível em: <https://www.einerd.com.br/death-note-filme-live-action-da-netflix-vai-ganhar-sequencia/>. Acesso em: 18 de novembro de 2019. 

TALARICO, Fernanda. “Death Note | Roteirista fala sobre a continuação do live-action da Netflix”. Disponível em: <https://jovemnerd.com.br/nerdbunker/death-note-roteirista-fala-sobre-a-continuacao-do-live-action-da-netflix/>. Acesso em: 18 de novembro de 2019.

 
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »