27/11/2019 às 00h01min - Atualizada em 27/11/2019 às 00h01min

Top 5 mangás shonen escritos por mulheres

Em meio a um segmento dominado por homens, mulheres vêm se destacando no mundo dos mangás

Mariana Castro - Editado por Bárbara Miranda

O mundo dos animes e mangás possui uma  grande variedade de gêneros. Dentre eles, um dos mais famosos, é o conhecido como shonen: histórias que são direcionadas ao público jovem masculino. Naruto, One Piece e Dragon Ball, por exemplo, fazem parte desse nicho, e são considerados uns dos mangás mais populares de todos os tempos.

Embora sejam escritos e consumidos majoritariamente pelo público masculino, os mangás shonen acabam cativando todas as categorias. E mesmo sendo uma área dominada por homens, há mulheres que se aventuram nesse mundo e escrevem histórias de sucesso. 

Neste artigo, apresentaremos uma lista de 5 mangás shonen que conquistaram fãs ao redor do mundo e foram escritos e ilustrados por mulheres. 

1. Fullmetal Alchemist 
FONTE: Hiromu Arakawa/Divulgação: Plano Crítico. 

Publicado entre julho de 2001 e setembro de 2010, a obra de Hiromu Arakawa se transformou num sucesso mundial e já foi adaptado duas vezes como série de anime, além dos filmes e live-action. O anime de Fullmetal Alchemist ocupa o primeiro lugar no ranking do MyAnimeList — site onde se concentra a maior comunidade de fãs de animes e mangás do mundo. 

A história se passa num mundo onde a alquimia é vista como uma avançada técnica científica, chegando a ser usada como poderio militar. Edward e Alphonse Elric são dois irmãos alquimistas, que após um determinado acontecimento, precisam encontrar a pedra filosofal e restaurar seus corpos. 

Nota no MyAnimeList: 9.23

2. Noragami
   







 
FONTE: Adachitoka/Divulgação: Crunchyroll.

Noragami é escrito pela dupla Adachitoka, junção dos nomes Adachi e Tokashiki, ambas mulheres. O mangá, que é publicado pela revista Monthly Shonen Magazine, chegou a ser a 14ª série de mangá mais vendida no Japão durante 2014. 

Na história, Yato, um deus menor, tem como sonho conquistar um milhão de seguidores. Porém, ele sequer tem um santuário dedicado a si ou um Instrumento Divino, já que o seu último pediu demissão. Tudo muda quando ele conhece Hyori, uma garota fã de artes marciais, que se joga na frente de um caminhão para salvá-lo. 

Nota no MyAnimeList: 8.11

3. Kuroshitsuji 
                                   
















 




 
 
FONTE: Yana Teboso/Divulgação: ptAnime. 

A obra da mangaká Yana Toboso estreou em  setembro de 2006 e continua ativo, estando atualmente com 28 volumes. Em outubro de 2008, houve o lançamento da série de anime e até o momento foram lançadas três temporadas. 

Kuroshitsuji se passa numa Londres Vitoriana, e conta a história de Ciel Phantomhive, o herdeiro de uma família nobre e que é diretamente ligada a rainha. Junto de seu mordomo Sebastian Michaelis, uma figura um tanto enigmática, o garoto resolve diversos problemas que importunam a Inglaterra. 

Nota no MyAnimeList: 7.92

4. InuYasha
                                         
FONTE: Rumiko Takahashi/Divulgação: Pinterest.

Escrita e ilustrada por Rumiko Takahashi, InuYasha é uma série de mangás de grande sucesso dos anos 1990. Publicada entre 1996 e 2008, teve sua adaptação animada lançada no dia 16 de outubro de 2000, chegando a ser exibida no Brasil pela TV Globinho em 2004. 

O mangá começa em Tóquio, no Japão moderno, acompanhando Kagome Higurashi, uma garota que vive com sua família nas terras do santuário Shinto. Um dia, ao procurar seu gato, ela é puxada por um monstro para dentro de um poço e reaparece no período feudal, conhecido como Sengoku. 

Ao ser atacada por um yokai, Kagome acaba libertando InuYasha, um hanyou que estava preso a uma árvore. Por conta de acontecimentos passados, os dois precisam se unir e buscar os fragmentos da Jóia de Quatro Almas. 

Nota no MyAnimeList: 7.91

5. Ao no Exorcist
   
                                
















 





 
FONTE: Katou Kazue/Divulgação: Ao no Exorcist Wiki. 

Obra de Katou Kazue, Ao no Exorcist teve seu primeiro capítulo publicado em abril de 2009 e ainda não foi finalizado. O mangá é serializado na revista mensal Jump Square e o sucesso foi tão estrondoso, que o sétimo volume da série atingiu o número de um milhão de cópias vendidas, sendo o primeiro mangá da revista a conseguir este feito. Em 2011, o estúdio A1-Pictures produziu uma adaptação para a televisão.

A história gira em torno de Rin Okumura, que foi criado por Shiro Fujimoto, em meio a um grupo de exorcistas. Após um ataque ao templo onde ele e seu irmão vivem, o que ocasionou na morte de seu guardião, Rin descobre ser um híbrido entre demônio e humano e que seu verdadeiro pai é Satã. Para vingar a morte de Fujimoto, Rin decide se tornar um exorcista e matar o demônio. 

Nota no MyAnimeList: 7.75


REFERÊNCIAS 

MARCON, Laura. "11 Mangás Shonen Que Foram Criados por Mulheres". Disponível em: <https://www.allbluevr.com/11-mangas-shonen-que-foram-criados-por-mulheres/>. Acesso em: 22 de novembro de 2019.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »