30/03/2020 às 16h39min - Atualizada em 30/03/2020 às 16h39min

A inspiradora trajetória de Madam C.J. Walker

O legado de Sarah Breedlove para a indústria de cosméticos

Thaís Santos - Editado por Fernanda Simplicio
Foto: Uol/ Divulgação
Netflix lançou recentemente a minissérie Self Made, que conta em 4 episódios a dura e inspiradora realidade de Sarah Breedlove, primeira mulher negra a se tornar milionária nos Estados Unidos por mérito próprio.

Na narrativa, foram abordadas cenas que mostram o início da construção do seu império, a linha de produtos capilares focado para a mulher negra, para combater a queda de cabelo, tratamentos para estimular o crescimento dos fios, fórmula de shampoo e pomada para cuidar da madeixa.

A atriz que interpreta o papel de Sarah Breedlove, nome de solteiro, de C.J. Walker é a protagonista Octavia Spencer, e a atriz Carmen Ejogo interpretando Addie, a vilã de C.J, em um ringue de boxe e nos negócios. A batalha enfrentada por ambas contextualiza uma narrativa infantil, que ilustra em contragolpes como é puxar o tapete uma da outra do início ao fim da minissérie.
 
Cada um por si 

Quando a ambiciosa Sarah pega algumas unidades do produto de Addie e vende na rua sem o seu consentimento, ela quis provar para Addie que não é apenas uma simples lavadeira, que juntas podem se dar bem com os negócios no ramo do cosméticos.

Mas Addie vê em Sarah uma ousada mulher negra sem potencial para crescer, que não passa de uma lavadeira querendo se dar bem na vida e com essas provocações a humilha. Então assim começam os problemas...

Sarah pega a receita do elixir capilar de Addie,  reproduz o produto e melhora a fórmula. E assim, passa a vender o produto de porta em porta, conquistando cada vez mais as pessoas. Entre brigas, também tem tréguas de paz que são mostradas ao longo dos episódios.

Na minissérie, é relatado como era o relacionamento abusivo de seu antigo marido, a traição do seu atual companheiro e questões do divórcio,. Também mostra sua a relação com sua filha, A’ Lelia Walker, interpretada por Tiffany Haddish.  

A história da madame também é contextualizada por cenários desafiadores, como lidar com apoio de empresários negros para concretizar seu sonho de abrir uma fábrica, como é enfrentar problemas de saúde e questões trabalhistas, deixar o seu legado.   

 
REFERÊNCIAS: 

ANDRADE, R. ​Produtos assinados por Madam C. J. Walker ainda são vendidos. Metropoles, 28 de mar. 2020.  Disponível em:<https://www.metropoles.com/vida-e-estilo/beleza/produtos-assinados-por-madam-c-j-walker-ainda-sao-vendidos>. Acesso em: 30 de março de 2020.

HADDEFINIR, HA vida e História de Madam C.J. Walker. Omelete, 24 de mar. 2020.  Disponível em: <https://www.omelete.com.br/netflix/criticas/a-vida-e-a-historia-de-madam-cj-walker>. Acesso em: 30 de março de 2020.

VALVERDE, A. Mulheres importantes para a beleza. Marcos Proença.   Disponível em:< http://www.marcosproenca.com.br/mulheres-importantes-para-a-beleza-%E2%80%A2-madam-cj-walker/>. Acesso em: 30 de março de 2020. 
 



 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »